Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/30416
Title in Portuguese: Adaptação transcultural de uma cartilha educativa para a prevenção da violência sexual na escola para a realidade da Costa Rica
Title: Transcultural adaptation of an educational primer for the prevention of sexual violence in school for the reality of Costa Rica
Author: Rivera, Alejandra Isabel Vargas
Advisor(s): Pinheiro, Patrícia Neyva da Costa
Co-advisor(s): Silva, Kelanne Lima da
Keywords: Adolescente
Delitos Sexuais
Enfermagem Transcultural
Enfermagem
Issue Date: 21-Dec-2017
Citation: RIVERA, A. I. V. Adaptação transcultural de uma cartilha educativa para a prevenção da violência sexual na escola para a realidade da Costa Rica. 2017. 180 f. Dissertação (Mestrado em Enfermagem) - Faculdade de Farmácia, Odontologia e Enfermagem, Universidade Federal do Ceará, Fortaleza, 2017.
Abstract in Portuguese: A adolescência é o período de transição da infância para a idade adulta, caracterizada por mudanças psicológicas, físicas, mentais, emocionais e sociais. Um dos tipos de violência que afeitam principalmente a esta população é a violência sexual, provocando graves consequências na saúde. Diante dessa situação, se criam protocolos e materiais educativos a nível mundial, mas, os voltados para adolescentes são poucos. Assim, objetivou-se realizar a tradução e adaptação transcultural da cartilha educativa “Prevenção da violência sexual na escola” para a realidade da Costa Rica. O processo metodológico seguiu o protocolo de Beaton et al (2007) “Tradução e Adaptação transcultural” composto por cinco etapas: tradução inicial, síntese das traduções, retradução ao idioma original, comitê de juízes e pré-teste da versão pré-final. Participaram deste estudo: 2 tradutores costarriquenhos, 2 tradutores brasileiros, 1 profissional em linguística espanhola, 1proffisional em linguística brasileira, 7 profissionais de diversas áreas como juízes e 61 adolescentes com idades entre os 10-13 anos. Os instrumentos de pesquisa foram: “Validação da equivalência semântica, idiomática, cultural e conceptual” e “Instrumento de validação de conteúdo e aparência da cartilha educativa” instrumentos adaptados de estudos anteriores. Obedeceu-se aos aspetos éticos nacionais e internacionais dos comitês de ética de Costa Rica e Brasil. A amostragem foi por conveniência, bola de neve e recomendação do protocolo e a coleta de dados ocorreu na Costa Rica no período Abril-Setembro 2017. Os dados foram apresentados com a imagem da cena, tabelas com frequências absolutas e relativas; tabelas com as versões traduzidas, sínteses e versão final da cartilha. Os principais resultados foram: incongruência no uso de pronomes pessoais em espanhol (“vos”, “tu” e “usted”), falta de “linguagem inclusiva”, emprego de linguagem e palavras não utilizadas pela população alvo e discrepâncias em temas e imagens devido à realidade da Costa Rica. A decisão foi “necessita reformas” na área de aparência e homogeneizar pronomes. Conclui-se que a cartilha educativa está adaptada culturalmente para a realidade da Costa Rica, porém precisa de algumas reformas para se adequar totalmente à faixa etária da população alvo. Os estudos de adaptação transcultural de materiais educativos são complexos devido à adequação das imagens a uma realidade especifica. Recomenda-se avaliar a cartilha educativa com amostra maior e com uma faixa etária de adolescentes mais velhos.
Abstract: Adolescence is the transitional period from infancy to adulthood, characterized by social, emotional, mental, physical, and psychological changes. Sexual violence is one categorical type of violence that fundamentally affects this population, provoking serious health consequences. Confronting this reality, educational materials and protocols were developed, at an international level, but rarely reached intended youth groups. Therefore, the objective of this study is to carry out a cross-cultural adaptation of the “Sexual Violence Prevention in Schools” Educational booklet for Costa Rican youth reality. The methodological process followed Beaton et al (2007) “Cross-cultural Translation and Adaptation” protocol outlined by five steps: (1) the initial translation; (2) a synthesis of the preliminary translations; (3) a back-translation to the original language; (4) approval and review by panel of experts; and (5) a pre-test of the approved pre-final version. Study participants included two Costa Rican and two Brazilian translators, one Spanish linguistic professional, and one Brazilian Portuguese linguistic professional, seven experts of diverse professional backgrounds, and 61 adolescents between the ages of 10-13. Implemented data collection tools were: (1) “Validation Instrument of Semantic, Idiomatic, Cultural and Conceptual Equivalence” and “Content and Appearance Validation Instrument of the Educational booklet” adapted from previous studies. The sample size was through convenience, snowball effect, and protocol recommendation. Data collection occurred in the Republic of Costa Rica from April through September of 2017. National and international ethical aspects were obeyed, under the ethic committees of Costa Rica and Brazil. Data was presented with a scene imagery, absolute and relative frequency tables, tables with translated versions, syntheses and final versions of the educational booklet. The results were: (1) inconsistency related to the personal pronoun use in Spanish (vos, tu, and usted); (2) lack of inclusive language; (3) language and vocabulary not utilized by the target population; and (4) thematic and visual discrepancies due to contextual and cultural variance in Costa Rica. The decision was “needs reform”. In conclusion, the educational booklet is adapted culturally to the Costa Rican context, although require some reforms to fully fit the age group of the target population, also these studies are complex due to the adequacy of the images to a specific reality. This study recommends to evaluate the educational booklet with a larger sample and an age group of older adolescents.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/30416
Appears in Collections:DENF - Dissertações defendidas na UFC

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2017_dis_aivrivera.pdf5,43 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.