Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/30831
Title in Portuguese: O dito, o não dito e o bendito: compreendendo o enfrentamento de mulheres familiares de usuários de droga.
Title: The said, the unspoken and the blessed: understanding the confrontation of family women of drug users.
Author: Lopes, Roberlandia Evangelista
Advisor(s): Oliveira, Eliany Nazaré
Keywords: Mulheres cuidadoras
usuário de drogas
enfrentamento
Issue Date: 2012
Citation: LOPES, R.E. (2012)
Abstract in Portuguese: Este estudo teve como objetivo compreender as estratégias de enfrentamentos utilizadas por mulheres que convivem com familiares usuários de droga, no Município de Sobral-CE. Com abordagem qualitativa, a pesquisa foi desenvolvida nos espaços em que há cuidados voltados aos familiares de usuários de drogas, dos quais foram: Centro de Atenção Psicossocial de Álcool e drogas (CAPS ad), Centro de referência especializado de Assistência Social (CREAS), Unidade de Internação Psiquiátrica em Hospital Geral (UIPHG) no Hospital Dr. Estevam Ponte Ltda em Sobral-CE, assim como em alguns domicílios do referido Município. Fizeram parte da pesquisa 26 mulheres familiares de usuários de droga, nos meses de julho, agosto e setembro de 2012. A pesquisa foi aprovada pelo Comitê de Ética e Pesquisa da Universidade Estadual Vale do Acaraú (UVA) mediante CAAE nº01255712.1.0000.5053. Para coleta de informações foi proposta uma entrevista semiestruturada, baseada no Inventário de Lazurus e Folkman (1985). A técnica de bola de neve foi utilizada após as entrevistas. Após a coleta, as informações foram transcritas na íntegra, respeitando o dito, o não dito e o bendito por essas mulheres. A sequência da análise ocorreu de modo a cumprir os objetivos do estudo, sendo construídos os seguintes tópicos: Dispositivos de saúde e domicílio da captação das mulheres entrevistadas, Características das mulheres entrevistadas, Significados da convivência entre mulher cuidadora e o familiar usuário de droga, e análise das falas no contexto dos pólos teóricos coping de Folkman e Lazarus (1985), fazendo uso dos seguintes pólos: Confronto, Afastamento, Autocontrole, Suporte Social, Aceitação da Responsabilidade, Fuga-esquiva, Resolução do Problema e Reavaliação Positiva. Assim como observar se esses pólos eram focados na emoção ou focados no problema, pelos resultados verificou-se que: as vinte seis mulheres entrevistadas têm uma margem de idade de 30 a 60 anos, tendo prevalência na década de quarenta, perfazendo um total de dez mulheres; que nove têm primário incompleto; seis são analfabetas. Há uma prevalência de mães cuidadoras, perfazendo um total de quatorze mães nesse estudo. Houve um destaque para uso do crack e o álcool entre os familiares dessas mulheres. Foi desvelado na pesquisa que conviver com usuário de droga pode produzir nessas mulheres cuidadoras um contexto de ausência de diálogo, processos de adoecimentos e insegurança, repercutindo no domicílio um ambiente de violência, medo e sofrimento. O dito, o não e o bendito pelas mulheres cuidadoras de usuários de droga revelaram que suas estratégias de enfrentamento devem ser pautadas no melhor lidar com o uso da droga pelo familiar, a fim de tentar sanar ou minimizar processos de adoecimentos e obter melhor qualidade de vida, assim como produzir um cuidado compartilhado juntamente com os profissionais de saúde para melhor adesão e tratamento do parente que faz o uso das substâncias psicoativas. Isso pode predizer menos conflitos familiares no conviver, sintomas de ansiedades e depressão entre essas mulheres.
Description: LOPES, R.E. O dito, o não dito e o bendito: compreendendo o enfrentamento de mulheres familiares de usuários de droga. 2012. 130 f. Dissertação (Mestrado em Saúde da Família) - Campus Sobral, Universidade Federal do Ceará, Sobral, 2012.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/30831
metadata.dc.type: Dissertação
Appears in Collections:PPGSF - Dissertações defendidas na UFC

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2012_dis_relopes.pdf1,48 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.