Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/30979
Title in Portuguese: Produção de haplóides de melão (Cucumis melo) por meio de cruzamento interespecífico entre melão e outras espécies da família Cucurbitaceae.
Title: Production of melon haploids (Cucumis melo) by interspecific crossing between melon and other species of the Cucurbitaceae family.
Author: Souza, Higor da Costa Ximenes de
Advisor(s): Magalhães, Cândida Hermínia Campos de
Co-advisor(s): Aragão, Fernando Antonio Souza de
Keywords: Cucurbitáceas
Híbridos
Haploidia
Issue Date: 2017
Citation: SOUZA, H. C. X. (2017)
Abstract in Portuguese: A crescente demanda por frutos de melão de maior qualidade conduz os melhoristas a sempre buscarem genótipos superiores, principalmente por meio do desenvolvimento de híbridos simples, oriundos do cruzamento entre duas linhagens puras. Todavia, a obtenção de linhagens requer muito tempo, o que demanda o desenvolvimento de técnicas mais eficientes, como a di-haploidização. Esta técnica baseia-se na obtenção de um indivíduo haploide, que possui número de cromossomos reduzidos pela metade, e estes, posteriormente, são duplicados com o fim de obter-se um indivíduo diploide, completamente homozigoto. O cruzamento interespecífico é uma das técnicas utilizadas na obtenção de haploides, no qual o pólen, apesar de geneticamente inviável, mantém as funções fisiológicas de formação tanto de tubo polínico quanto do fruto, gerando embriões haploides. Diante do exposto, esse trabalho teve como objetivo a obtenção de embriões haploides de meloeiro por meio do cruzamento interespecífico entre Cucumis melo e outras cucurbitáceas. O experimento foi realizado em casa de vegetação, na Embrapa Agroindústria Tropical, de Setembro à Novembro de 2017. O delineamento experimental foi o inteiramente casualizado, em esquema fatorial (2 x 6), com dois tipos de meloeiro e 6 outras cucurbitáceas. O híbrido Goldex, do tipo comercial Amarelo (Cucumis melo var. inodorus) e uma linhagem do tipo Cantaloupe (C. melo var reticulatus) do Programa de Melhoramento Genético de Melão da Embrapa, foram os receptores de pólen. Como doadoras de pólen foram utilizadas variedades comerciais de: pepino, maxixe, melancia, abóbora e moranga. Como controle experimental, todos os genótipos foram autofecundados. De todos os cruzamentos realizados, apenas os controles de melão e das cucurbitáceas obtiveram sucesso, com formação de frutos. A taxa de êxito dos cruzamentos interespecíficos foi de 0%, com todas as flores receptoras de pólen das cucurbitáceas abortando, antes da produção de embrião. A produção de embriões haploides do meloeiro via de cruzamento interespecífico se tornou inviável para todas as cucurbitáceas testadas.
Abstract: The growing demand for higher quality melon fruits leads breeders to always seek superior genotypes, mainly through the development of simple hybrids from the crossbreeding between two purebred lines. However, obtaining strains requires plenty of time, which requires the development of more efficient techniques, such as dihaploidization. This technique is based on obtaining a haploid individual, which has a number of chromosomes halved, and these are then duplicated in order to obtain a completely homozygous diploid individual. Interspecific crosses are one of the techniques used to obtain haploids, in which pollen, although genetically unviable, maintains the physiological functions of both pollen tube and fruit formation, generating haploid embryos. Given the above, this study aimed to obtain haploid embryos of melon through interspecific cross between Cucumis melo and other cucurbits. The experiment was carried out in a greenhouse at Embrapa Agroindústria Tropical, from September to November 2017. The experimental design was completely randomized, in a factorial scheme (2 x 6), with two types of melon and 6 other cucurbits. The Goldex hybrid of the commercial type Yellow (Cucumis melo var. inodorus) and a cantaloupe (C. melo var reticulatus) strain of the Embrapa Melon Plant Breeding Program were the pollen recipients. As pollen donors, commercial varieties of cucumber, gherkin, watermelon, pumpkin and winter squash were used. As experimental control, all genotypes were self-fertilized. Of all the crosses, only the controls of melon and cucurbits were successful, with fruit formation. The success rate of the interspecific crosses was 0%, with all pollen receiving flowers of the cucurbits aborting before the production of embryos. The production of haploid embryos from the melon via an interspecific crossing was not feasible for all cucurbits tested.
Description: SOUZA, Higor da Costa Ximenes de. Produção de haplóides de melão (Cucumis melo) por meio de cruzamento interespecífico entre melão e outras espécies da família Cucurbitaceae. 2017. 54f. Monografia (Graduação em Agronomia)-Universidade Federal do Ceará, Fortaleza, 2017.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/30979
metadata.dc.type: TCC
Appears in Collections:AGRONOMIA - Monografias

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2017_tcc_hcxsouza.pdf1,89 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.