Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/31178
Título: O efeito anti-inflamatório e antioxidante dos polissacarídeos isolados de subprodutos agroindustriais do processamento da acerola (Malpighia emarginata) no modelo de gastropatia induzida por naproxeno em camundongos
Título em inglês: The anti-inflammatory and antioxidant effect of polysaccharides isolated from agroindustrial by-products from the processing of acerola (Malpighia emarginata) on the model of gastropathy induced by naproxen in mice
Autor(es): Castro, Zulmira de Oliveira
Orientador(es): Duarte, Antoniella Souza Gomes
Palavras-chave: Úlcera Péptica
Malpighiaceae
Flavonoides
Data do documento: 30-Out-2017
Citação: CASTRO, Z. O; DUARTE, A. S. G. (2017)
Resumo: A úlcera péptica (UP) acomete milhões de pessoas em todo mundo, considerada heterogênea e multifatorial, é uma das principais doenças que acomete a mucosa gástrica e que tem crescido o números de casos, ocasionando representatividade na economia global. A acerola (Malpighia emarginata D.C.) é um fruto avermelhado, sendo originário da região das Antilhas, norte da América do Sul e América Central. Seu cultivo teve maior crescimento na década de 90 quando foi descoberto seu alto teor de vitamina C. Estudos mostram que as frações polissacarídicas extraídas dos subprodutos apresentaram natureza péctica em associação com proteínas, sendo evidenciada principalmente para aquelas extraídas da acerola, abacaxi e caju, efetiva ação antioxidante, sugerindo sua possível aplicação como antioxidantes naturais. O presente estudo avaliou a atividade anti-inflamatória e antioxidante dos polissacarídeos provenientes de subprodutos agroindustriais do processamento da acerola (Malpighia emarginata) no modelo de lesão gástrica induzida por naproxeno em camundongos. Os camundongos Swiss receberam pré-tratamento com salina e/ou polissacarídeos provenientes de subprodutos agroindustriais do processamento da acerola (PCA) [3], [10] e [30] mg/kg, por gavagem. Após 30 minutos, receberam naproxeno (300 mg/kg, por gavagem) ou carboximetilcelulose (CMC 0,5% v.o), sendo os animais eutanasiados 6 horas após o protocolo experimental. Os segmentos de estômago foram coletados para a análise dos seguintes parâmetros: macroscopia, microscopia, GSH, MDA, MPO, TNF-α , IL-6 e imunohistoquímica IL-1. O PCA nas doses de [3], [10] e [30] mg/kg, por gavagem reduziu significativamente a lesão gástrica macroscópica e microscópica induzida pelo naproxeno. A PCA nas doses de 10 e 30 mg/kg preveniu a depleção nas concentrações de GSH, reduziu as concentrações de MDA e reduziu a infiltração neutrofílica. O PCA na dose de 30 mg/kg reduziu as concentrações das citocinas pró-inflamatórias TNF-α e IL-6. Na análise por imunohistoquímica para IL-1 (interleucina) o grupo pré-tratado com PCA 30 mg/kg obteve uma redução significativa da expressão de IL-1 quando comparado ao grupo NPX. A expressão de IL-10 se mostrou elevada no grupo pré-tratado com PCA 30 mg/kg quando comparado com o grupo NPX. Já para as determinações de TNF-α e COX-2 o grupo pré-tratado com PCA 30 mg/kg obteve uma redução da expressão quando comparado com o grupo tratado com NPX. A partir dos dados obtidos nesse trabalho, pode-se concluir que o PCA tem um efeito anti-inflamatório e antioxidante no modelo experimental de úlcera gástrica induzida por naproxeno.
Abstract: The peptic ulcer (PU) affects millions of people worldwide, considered heterogenous and multifactorial, is one of the main diseases that affects the gastric mucosa and that has grown the number of cases causing representativeness in the global economy. The acerola (Malpighia emarginata D.C.) is a reddish fruit, originating in the region of the Antilles, north of South America and Central America. Its cultivation had higher growth in the decade of 90 when its high content of vitamin C was discovered. Studies show that the polysaccharide fractions extracted from the byproducts presented pectic nature in association with proteins, being evidenced mainly for those extracted from acerola, pineapple and cashew, effective antioxidant action, suggesting its possible application as natural antioxidants. The present study evaluated the anti-inflammatory and antioxidant activity of polysaccharides from the agro-industrial by-products of the processing of acerola (Malpighia emarginata) in the model of gastric lesion induced by naproxen in mice. Swiss mice were pretreated with saline and / or polysaccharides from acerola processing byproducts (PCA) [3], [10] and [30] mg / kg, by gavage. After 30 minutes, they received naproxen (300 mg / kg, by gavage) or carboxymethylcellulose (0.5% vCMC), and the animals were euthanized 6 hours after the experimental protocol. Stomach segments were collected for analysis of the following parameters: macroscopy, microscopy, GSH, MDA, MPO, TNF-α, IL-6 and IL-1 immunohistochemistry. PCA at doses of [3], [10] and [30] mg / kg by gavage significantly reduced macroscopic and microscopic gastric lesion induced by naproxen. PCA at doses of 10 and 30 mg / kg prevented depletion at GSH concentrations, reduced MDA concentrations and reduced neutrophil infiltration. PCA at the dose of 30 mg / kg reduced the concentrations of proinflammatory cytokines TNF-α and IL-6. In the immunohistochemical analysis for IL-1 (interleukin) the pretreated group with PCA 30 mg / kg achieved a significant reduction in IL-1 expression when compared to the NPX group. IL-10 expression was elevated in the pre-treated group with 30 mg / kg PCA when compared to the NPX group. For the determinations of TNF-α and COX-2 the pretreated group with PCA 30 mg / kg obtained a reduction in expression when compared to the group treated with NPX. From the data obtained in this work, it can be concluded that PCA has an anti-inflammatory and antioxidant effect in the experimental model of gastric ulcer induced by naproxen.
Descrição: CASTRO, Z. O. O efeito anti-inflamatório e antioxidante dos polissacarídeos isolados de subprodutos agroindustriais do processamento da acerola (Malpighia emarginata) no modelo de gastropatia induzida por naproxeno em camundongos. 2017. 77 f. Dissertação (Mestrado em Ciências Morfofuncionais) - Faculdade de Medicina, Universidade Federal do Ceará, Fortaleza, 2017.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/31178
Aparece nas coleções:DMO - Dissertações defendidas na UFC

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2017_dis_zocastro.pdf1,22 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.