Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/31266
Título: Análise espaço-temporal da dengue em Fortaleza e sua relação com o clima urbano e variáveis socioambientais
Título em inglês: Spatial and temporal analysis of Dengue in Fortaleza and its relationship with the urban climate and socioenvironmental variables
Autor(es): Lima Júnior, Antonio Ferreira
Orientador(es): Zanella, Maria Elisa
Palavras-chave: Clima urbano
Dengue
Modelagem
Data do documento: 2018
Citação: LIMA JÚNIOR, A. F. (2018)
Resumo: O objetivo desta pesquisa foi diagnosticar o clima urbano da cidade de Fortaleza/CE e relacionar seus elementos à ocorrência dos casos de dengue, levando em consideração também as variáveis socioeconômicas. Verificou-se que, o município de Fortaleza apresenta forte variabilidade intra e interanual de precipitação, enquanto as temperaturas se mantem constantemente elevadas devido à proximidade com a linha do equador. As umidades relativas mantem-se acima dos 70%, por razão de o município se localizar no litoral norte do estado do Ceará. As tendências para temperatura média, máxima e mínima, mostraram que o município de Fortaleza tende a aquecer, enquanto a umidade relativa tende a decrescer, inversamente proporcional, enquanto a precipitação não possui tendência, sendo aplicado o teste de Mann-Kendall, para comprovar a significância das tendências. A cidade apresenta em seu histórico, diversos casos de epidemias de dengue, sendo verificados ciclos epidêmicos no decorrer dos anos. Foi realizado um levantamento do Índice de Infestação Predial (IPP), para identificar como os quadros de infestação do vetor, estão relacionados à ocorrência da doença.A cidade apresenta notória desigualdade espacial em relação aos elementos socioeconômicos, no que se diz respeito principalmente às condições físicas de saneamento, sendo as regiões periféricas as mais precárias segundo os indicadores de renda, moradia, abastecimento de água, esgoto e coleta de lixo. O modelo climático urbano revela que devido às diferentes condições de uso e ocupação do solo, a cidade apresenta forte indícios de desenvolvimento de IC, principalmente devido à verticalização e ao forte adensamento de edificações, o que pode propiciar ambientes cada vez mais favoráveis para o mosquito da dengue. O UCMap, junto ao modelo de vulnerabilidade social e frequência de casos de dengue, revelou um risco eminente no município à doença, principalmente nas regiões oeste, sudoeste e sul da cidade, alcançando situações de risco extremo à doença.
Abstract: The objective of this research was to diagnose the urban climate of the city of Fortaleza / CE and to relate its elements to the occurrence of dengue cases, taking into account the socioeconomic variables as well. It was verified that, the municipality of Fortaleza presents strong intra and interannual variability of precipitation, while the temperatures are kept constantly high due to the proximity with the equator line. The relative humidity remains above 70%, due to the fact that the municipality is located on the northern coast of the state of Ceará. The trends for average, maximum and minimum temperature, showed that the municipality of Fortaleza tends to warm up, while the relative humidity tends to decrease, inversely proportional, whereas the precipitation has no tendency, being applied the Mann-Kendall test, to prove the significance of trends. The city presents in its history, several cases of epidemics of dengue, being verified epidemic cycles over the years. A survey of the IIP was carried out to identify how the vector infestation frames are related to the occurrence of the disease.The city presents a marked spatial inequality in relation to the socioeconomic elements, in what refers mainly to the physical conditions of sanitation, the peripheral regions being the most precarious according to the indicators of income, housing, water supply, sewage and garbage collection. The urban climatic model reveals that due to the different conditions of use and occupation of the soil, the city presents strong evidence of ICdevelopment, mainly due to the verticalization and the strong densification of buildings, which can provide increasingly favorable environments for the mosquito of dengue. UCMap, together with the social vulnerability model and frequency of dengue cases, revealed an imminent risk in the municipality, mainly in the west, southwest and south of the city, reaching extreme risk situations.
Descrição: LIMA JÚNIOR, Antonio Ferreira. Análise espaço-temporal da dengue em Fortaleza e sua relação com o clima urbano e variáveis socioambientais. 2018. 168f. Dissertação (Mestrado em Geografia)-Universidade Federal do Ceará, Fortaleza, 2018.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/31266
Aparece nas coleções:DGR - Dissertações defendidas na UFC

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2018_dis_aflimajunior.pdf31,7 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.