Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/31283
Title in Portuguese: Qualidade do ar, variação temporal e risco de exposição aos níveis de btex em vias de intenso fluxo veicular na cidade de Fortaleza-CE
Author: Silva, Tamiris Ferreira Alves da
Advisor(s): Cavalcante, Rivelino Martins
Co-advisor(s): Sousa, Francisco Wagner de
Keywords: Ar - Poluição
Poluição - Fortaleza (CE)
Saúde Ambiental
Issue Date: 2016
Citation: SILVA, T. F. A. da (2016)
Abstract in Portuguese: O intuito deste trabalho foi avaliar a qualidade do ar em vias de intenso fluxo veicular na cidade de Fortaleza, bem como sua variação temporal e seus riscos associados utilizando como indicador os níveis de BTEX, especificamente: avaliar a qualidade do ar através da determinação das concentrações de BTEX presentes na atmosfera; investigar a influência temporal nas concentrações de BTEX coletados nas diferentes estações do ano correlacionadas as variáveis meteorológicas e ao fluxo veicular; comparar os resultados e avaliar o risco a saúde. Para tanto foram escolhidos cinco locais de fluxo veicular distintos em Fortaleza (Av. Aguanambi, Av. Bezerra de Menezes, Av. da Abolição, Avenida da Universidade e Rua Marechal Deodoro) e analisados por período (chuvoso e estiagem) e por turno (manhã e tarde). Os resultados deste estudo mostraram que no Período Chuvoso os níveis da composição de BTEX foram mais elevados no turno da tarde do que no turno manhã, já no Período Seco os níveis da captação de Btex por turno foi diversificado, é necessário enfatizar que houve expressões significativas dos níveis destes compostos em relação à variação sazonal no qual no período Chuvoso os níveis da composição de BTEX foram maiores do que no período Seco e os parâmetros que mais tiveram uma proximidade entre a correlação de compostos BTEX e variáveis meteorológicas no Período Chuvoso foram Radiação e Precipitação. Já no Período Seco foi à radiação para correlação positiva moderada e correlação negativa moderada para velocidade do vento no qual nos diz que o vento não favoreceu na captação de compostos no local de amostragem no período de estiagem. Nos níveis de BTEX, a estimativa do risco de câncer para o composto Benzeno no Período Chuvoso variou de 8,89E-07 a 1,56E-06 para mulher e 8,50E-07 a 1,53E-06 para homens e no Período seco variou de 5,76E-08 a 2,19E-07 para mulher e 7,01E-08 a 2,09E-07 e o índice de risco para compostos não carcinogênico (Tolueno, Etilbenzeno, m-p-o Xileno) para o Período chuvoso variou de 6,45E-06 a 3,66E-05 para mulher e de 6,17E-06 a 3,50E-05 para homens já no Período seco este índice variou de 1,44E-06 a 4,05E-05 para mulheres e 6,92E-08 a 1,40E-05 para homens mostrando-se abaixo dos níveis permissíveis em todos os locais de amostragem fundamentado em limites de algumas normas nacional e internacionais, cálculos estes baseados em ambientes e regime de carga horária trabalhista adaptada a este estudo já que não há legislação para os limites da composição de BTEX ao ar livre (externo). Os resultados entre a correlação de compostos BTEX e Fluxo de Tráfego veicular foram de correlação fraca Onde no Período Chuvoso foi de r=0,38 e no Período Seco foi de R= 0,42, onde no Período Seco mostrou mais expressividade entre as variáveis desta correlação. A Razão entre o Período Chuvoso sobre o Período seco foi de 1,98 para o composto Benzeno, 2,47 para o composto Tolueno, 4,63, para o composto Etilbenzeno e 3,98 para os compostos de M,P,O-Xileno. Estudos anteriores revelam que é possível ocorrer fenômenos aos que ocorreram nesta amostragem no qual a composição de poluentes é maior no inverno do que no verão ou quando a estabilidade de alguns fenômenos na atmosfera são maiores em alguns períodos do que em outros.
Abstract: The purpose of this report was to evaluate the air quality in intense vehicular flow paths in the city of Fortaleza, as well as its temporal variation and its associated risks using as an indicator the levels of BTEX, specifically: to assess air quality by determining the concentrations BTEX present in the atmosphere; investigate the temporal influence on BTEX concentrations collected at different seasons of the year correlated the weather variables and vehicular flow; compare the results and assess the risk to health. Therefore, we selected five locations of vehicular distinct flow in Fortaleza (Av. Aguanambi, Av. Bezerra de Menezes, Av. Abolition of the University Avenue and Rua Marechal Deodoro) and analyzed by period (wet and dry) and shift (morning and afternoon). The results of this study showed that in the rainy period the levels of BTEX composition were higher in the afternoon than in the morning shift, as the Dry Period BTEX funding levels per shift was diverse, it is necessary to emphasize that there were significant expressions the levels of these compounds in relation to the seasonal variation in which the rainy period levels of BTEX composition were higher than in the Dry period and the parameters that most had a closeness between the correlation of BTEX and meteorological variables compounds in the rainy period were radiation and Precipitation. In the Dry Period was radiation for moderate positive correlation and moderate negative correlation of wind speed in which tells us that the wind did not favor the capture compounds in the sampling site in the dry season. Levels of BTEX, the estimated cancer risk for benzene compound in the rainy period ranged from 8,89E-07 1,56E-06 for women and 8,50E-07 1,53E-06 for men and Period dry ranged from 5,76E-08 to 2,19E-07 for women and 7,01E-08 to 2,09E-07 and the hazard ratio for non-carcinogenic compounds (Toluene, Ethylbenzene, m-p-o, Xylene) for the rainy period ranged of 6,45E-06 to 3,66E-05 for women and 6,17E-06 to 3,50E-05 for men since the dry period this index ranged from 1,44E-06 to 4,05E-05 for women and 6,92E-08 to 1,40E-05 for men showing up below the permissible levels at all sampling sites based on limits of some national and international standards, these calculations based on environments and labor hours regime adapted to this study since there is no legislation to the limits of BTEX composition outdoor (external). The results from the correlation of BTEX compounds and vehicular traffic flow were weak correlation Where in the rainy period was r = 0.38 and Dry period was R = 0.42, where the Dry Period was more expressive between variables this correlation. The ratio of the rainy season of the dry period was 1.98 for the benzene compound, 2.47 to toluene compound, 4.63 to ethylbenzene compound and 3.98 for compounds of m, p, o Xylene. Previous studies have shown that is possible to occur phenomena that occurred in this sample in which the pollutant composition is higher in winter than in summer or when the stability of some phenomena in the atmosphere are higher in some periods than others.
Description: SILVA, T. F. A. da. Qualidade do ar, variação temporal e risco de exposição aos níveis de btex em vias de intenso fluxo veicular na cidade de Fortaleza-CE. 2016. 58 f. Monografia (Graduação em Ciências Ambientais) - Instituto de Ciências do Mar, Universidade Federal do Ceará, Fortaleza, 2016.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/31283
metadata.dc.type: TCC
Appears in Collections:CIÊNCIAS AMBIENTAIS - TCC

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2016_tcc_tfadasilva.pdf3,16 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.