Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/31387
Title in Portuguese: Dinâmica de convergência dos preços relativos para cidades brasileiras
Author: Bastos, Felipe de Sousa
Advisor(s): Ferreira, Roberto Tatiwa
Keywords: Quebra Estrutural
Viés de Agregação Temporal
Viés de Heterogeneidade
Meia-vida
Enigma da PPC
Preços relativos
Custos de Transporte
Cidades Brasileiras
Issue Date: 2018
Citation: BASTOS, Felipe de Sousa. Dinâmica de convergência dos preços relativos para cidades brasileiras. 2018. 92f. - Tese (Doutorado) - Universidade Federal do Ceará, Programa de Pós-Graduação em Economia - CAEN, Fortaleza (CE), 2018.
Abstract in Portuguese: Os três ensaios desta tese investigam a hipótese da Paridade do Poder de Compra. Mais especificamente, realizam-se três exercícios empíricos relacionados a este tema. O enigma da PPC é apontado como um dos seis mais importantes puzzles da macroeconomia internacional e, portanto, os dois primeiros artigos concentram-se na análise de possíveis soluções para ele. No primeiro artigo, analisa-se o efeito da introdução de quebras estruturais no cálculo da velocidade de convergência dos preços relativos para cidades brasileiras no período de 1991.01 à 2016.11. Três datas de quebras estruturais foram estimadas para todas as cidades: 1996.02, 2001.12 e 2010.10. Os períodos entre as quebras estruturais representam situações diferentes para a economia brasileira, com possíveis impactos sobre os preços relativos intranacionais. A velocidade de convergência, medida pela meia-vida, reduziu-se em aproximadamente 77% após a introdução dos períodos de instabilidade. Buscou-se evitar a presença de outros tipos de vieses que podem afetar a velocidade de convergência de preços, como o viés de Nickell e de agregação temporal. Esta evidência indica a importância da consideração de quebras estruturais para o cálculo da paridade do poder de compra intranacional como apontado em outros estudos. O resultado foi robusto a mudança de numerário tanto para o cálculo da meia-vida quanto para a estimação das datas de quebra estrutural. Já IMRR (2005a) apontam o viés de agregação de preços com dinâmica de ajuste heterogêneo como solução para o enigma. Assim, o segundo trabalho averigua se este resultado é suportado para dados de cidades brasileiras utilizando-se o estimador CCEMG dinâmico, proposto por Chudik e Pesaran (2015), com correção half-panel jackknife para o viés do estimador OLS em amostra pequena. Os resultados corroboram a evidência de IMRR (2005a), com uma meia-vida mediana de 13,5 meses. Por fim, no terceiro e último ensaio, verifica-se o impacto dos custos de transporte sobre a volatilidade dos preços relativos para cidades brasileiras. Para isso, utiliza-se medidas de volatilidade variantes no tempo e, portanto, distintas daquelas usadas até então. Adicionalmente, propõe-se uma nova proxy para os custos de transporte. As estimações em painel dinâmico e de um processo ARDL em painel heterogêneo aumentado de médias cross-section não encontram evidência robusta dos impactos dos custos de transporte sobre a volatilidade dos preços relativos.
Abstract: The three essays of this thesis investigate the hypothesis of Purchasing Power Parity. More specifically, three empirical exercises related to this topic are carried out. The PPP puzzle is named as one of six major puzzles in international macroeconomics and therefore the first two articles concentrate on the analysis of possible solutions for it. The first paper analyzes the effect of structural breaks on the speed of convergence in relative prices of Brazilian cities from 1991.01 to 2016.11. Three structural breaks dates are estimated for all cities: 1996.02, 2001.12 and 2010.10. These dates represents different situations in the Brazilian economy, with likely impacts on the intranational relative prices. The speed of convergence, measure by half-life, diminish approximately 77% after the introduction of structural breaks. We avoid the presence of others bias that can affect half-life estimates as Nickell and temporal aggregation bias. This evidence indicates the relevance of instabilities to compute the purchasing power parity in an intranational context as pointed out by others papers. The result is robust to the compute of half-life and estimate of structural breaks using different numeraires. IMRR (2005a) point out to the aggregation bias of price with heterogeneous adjustment dynamics as a solution to the puzzle. Thus, the second one investigates whether this result is supported for Brazilian cities data using a dynamic CCEMG estimator with half-panel jackknife bias correction to mitigate the small sample time series bias proposed by Chudik and Pesaran (2015). The results corroborate the IMRR’s (2005a) evidence, with a median half-life of 13.5 months. Finally, the third article analysis the impact of transport costs on relative price volatility for Brazilian cities. To do that, use time-varying volatility measures, which are different from those used so far. Additionally, it proposes a new proxy for transport costs. The estimations in dynamic panel and an ARDL process in a heterogeneous panel augmented of cross-section averages are not available robust evidence of the impacts of transport costs on relative price volatility.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/31387
metadata.dc.type: Tese
Appears in Collections:CAEN - Teses defendidas na UFC

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2018_tese_fsbastos.pdf1,56 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.