Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/3206
Título: O projeto formativo do Engenheiro Agrônomo no curso de Agronomia da UFC em Fortaleza
Título em inglês: The project's formative Agronomist in the course of Agronomy, UFC Fortaleza
Autor(es): SILVEIRA FILHO, José
Orientador(es): HAGUETTE, André
Palavras-chave: Ensino superior - Avaliação - Brasil
Avaliação da Educação Superior
Currículos Avaliacão
Agronomia
Avaliação da Aprendizagem
Avaliação da Educação Superior
Conteúdos Básicos
Conteúdos Cognitivos
Conteúdos Tecnológicos
Objetivos Curriculares
Data do documento: 2010
Editor: http://www.teses.ufc.br
Citação: SILVEIRA FILHO, J. ; HAGUETTE , A. (2010)
Resumo: Este trabalho tem como objetivo investigar se o projeto formativo do curso de Agronomia praticado na UFC possibilita a profissionalidade necessária para responder aos desafios e às demandas atuais e emergentes do meio rural. O estudo teve como motivação a oportunidade de penetrar em um ambiente profissional pouco explorado, a formação acadêmica, no que se refere a pesquisas sobre as relações entre currículo, curso, profissão, demanda social e realidade agrária, particularmente conflitivo, onde argumentos legais, sociais, políticos, econômicos e tecnológicos, são constantemente invocados em função dos interesses dos diversos atores que nele contracenam. Portanto, a hipótese central é de que o projeto formativo do curso de Agronomia praticado na UFC não possibilita a profissionalidade necessária para atender aos desafios e às demandas atuais e emergentes do meio rural. Para tanto, foi realizada uma pesquisa qualitativa, delineada no estudo de caso, com abordagem descritiva, utilizando o instrumento de entrevista semi-estruturada. A partir daí realizou-se entrevistas com os principais sujeitos envolvidos no processo de formação no total de 75, sendo 15 professores, 20 estudantes, 10 formandos e 30 egressos do Curso de Agronomia da UFC, objeto da pesquisa, investigando várias questões pertinentes ao tema com vistas a obter as respostas para atingir o objetivo desse estudo e verificação da hipótese. Os dados foram processados no programa de análise qualitativa informacional NUD*IST. A culminância do processo de investigação deste trabalho de tese de doutorado está na efetivação do diálogo que a investigação empírica possibilitou, e a partir dos achados dessa pesquisa a construção de uma síntese que venha a contribuir na formação do Agrônomo. O quadro teórico enfoca temas transversais relevantes. Inicialmente descreve-se a formação docente, o que implica numa reflexão sobre os saberes agronômicos necessários e específicos dessa área; em seguida, questiona-se a formação do Engenheiro Agrônomo, sob o prisma da análise freireana acerca deste problema, para assumir também o papel de educador e finaliza com um pensamento sobre a Agronomia no Brasil. Tratou-se ainda dos currículos no curso de Agronomia da UFC: o Currículo Mínimo (antigo) investigado neste trabalho acadêmico e o novo currículo. Os dados possibilitaram longa descrição, envolvendo os sujeitos pesquisados em várias questões pertinentes ao projeto formativo do Curso de Agronomia da UFC. Da conclusão, destacam-se a formação influenciada pela tendência tecnicista, docência com prática de ensino de concepção “bancária”, falta de aulas práticas e de vivência com a realidade do agricultor como as maiores lacunas na formação e, máxime, que o projeto formativo não possibilita a profissionalidade necessária para atender aos desafios e demandas atuais e emergentes do meio rural, segundo 81% dos entrevistados. É consenso que o ensino de Agronomia, no formato que é praticado atualmente no CCA da UFC, não vem ofertando a formação adequada para que o profissional egresso deste Curso exercite o trabalho do Agrônomo como educador, dialógico e seja um agente transformador da realidade rural, com os agricultores. A conclusão oferece, ainda, algumas sugestões para melhorar a formação e as contribuições da pesquisa.
Abstract: This paper aims to investigate if the Agronomy graduation project at UFC provides the necessary professional skills to attend the emergent and current challenges and demands of the rural area. The study was motivated by the opportunity of penetrating in a little explored professional environment, the academic graduation, related to researches on relationships between curriculum , graduation course, profession, social demand and agrarian reality, particularly conflictive, where legal , social, political, economic and technological arguments, are constantly evoked due to the interests of many different actors in which they co-star . Therefore, the main hypothesis is that the graduation Project of the Agronomy course practiced at the UFC does not provide the necessary Professional skills in order to attend the emergent and current challenges and demands of the rural area. For that reason, a qualitative research was performed, delineated in the case study, with a descriptive approach, using semi structured interview as instrument. From this point interviews were performed with the main subjects involved in the graduation process, making a total of 75 subjects, 15 professors, 20 students, 10 graduates and 30 graduates of the Agronomy course at the UFC, object of the research, investigating many questions pertinent to the theme aiming to obtain answers to reach the objective of this study and verification of the hypothesis. The data was processed in the informational qualitative analysis program NUD*IST. The highest point of the investigation and doctorate‟s thesis process is in the effectiveness of dialogue which the empiric investigation made possible, and from the findings of this work the construction of a synthesis which might contribute on the Agronomic graduation. The theory focuses on relevant, transversal themes. Initially the teacher formation is discussed, which involves a reflection about the agronomic knowledge which is necessary and specific of this area; after that, the agronomy engineering course is questioned, under the perspective of the Paulo Freire about this problem, to also assume the role of an educator and ends with a thought about agronomy in Brazil. Still, dealing with curriculums in the Agronomy course at UFC: The minimum Curriculum (old one) investigated in this academic work and the new curriculum. The data made a long description possible, involving the researched subjects in many questions which are pertinent to the graduation Project of the agronomy course of UFC. In the conclusion, it is highlighted in the thesis that the graduation course is influenced by the technical tendency, Teachers with teaching practice with the “bench” conception, lack of practice classes and experience with the farmer‟s reality as the biggest gaps in the graduation course. Maximize, that the graduation project does not make the necessary Professional skills possible in order to attend the emergent and current challenges and demands of the rural area, according to 81% of the interviewed subjects. It is an agreement that teaching in the agronomy course, in the format in which it is practiced today in the CCA at UFC, has not been offering adequate professional skills in order to have graduates from this course exercising their agronomy professions as educators, dialogic and agents of the rural reality changes, with the farmers. The conclusion still offers some suggestions to improve the graduation course, and contributions of this research.
Descrição: SILVEIRA FILHO, José. O projeto formativo do engenheiro agrônomo no curso de agronomia da UFC em Fortaleza. 2010. 185f. Tese (Doutorado em Educação) – Universidade Federal do Ceará, Faculdade de Educação, Programa de Pós-Graduação em Educação Brasileira, Fortaleza-CE, 2010.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/3206
Aparece nas coleções:PPGEB - Teses defendidas na UFC

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2010_Tese_JSilveiraFilho.pdf1,33 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.