Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/32203
Title in Portuguese: Propriedades físicas de membranas de quitosana
Author: Arruda, Lucas Machado
Advisor(s): Melo, Francisco Erivan de Abreu
Co-advisor(s): Pinheiro, Gardênia de Sousa
Keywords: Biorremediação
Quitosana - Propriedades físicas
Espectroscopia de infravermelho
Microscopia eletrônica de varredura
Issue Date: 2010
Citation: ARRUDA, L. M. Propriedades físicas de membranas de quitosanas. 2010. 44 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Bacharelado em Física) - Centro de Ciências, Universidade Federal do Ceará, Fortaleza, 2010.
Abstract in Portuguese: As atividades, desde a exploração ao transporte, associadas ao petróleo, gás natural e outros hidrocarbonetos fluidos e seus derivados envolvem grandes riscos ambientais, face à possibilidade de contaminação do ar, dos solos e das águas por uma gama de compostos orgânicos altamente poluentes. A solução mais freqüentemente utilizada para resolver os problemas decorrentes da poluição por derramamento de derivados do petróleo é a utilização de substâncias químicas dispersantes, coagulantes e/ou a remoção mecânica do óleo que são pouco eficientes e de alto custo. Uma alternativa atraente é a biorremediação, que consiste na utilização de microorganismos imobilizados em matrizes biodegradáveis ou seus produtos capazes de degradar o petróleo. Matrizes de membranas e filmes de quitosana, puros ou com microorganismos imobilizados, vêm sendo utilizados como alternativa para vários tipos de aplicações, principalmente como adsorvente de poluente de águas. O estudo das propriedades físicas destas matrizes é portanto essencial para o desenvolvimento de produtos que reúnam não somente eficiências do processo de biorremediação, mas que também sejam resistentes aos diversos tipos de aplicações. Neste trabalho foram realizadas experimentos de análise térmica, espectroscopia de infravermelho com transformada de Fourier, microscopia eletrônica de varredura, constante dielétrica e tensão uniaxial de membranas de quitosana preparadas pelo método de evaporação rápida a temperaturas da ordem de 94 °C e os resultados foram comparados com os obtidos com membranas preparadas por evaporação lenta obtidos anteriormente.
Abstract: The activities, from exploration to exportation, associated with petroleum, natural gas and other fluid hydrocarbons and their derivatives involve great environmental risks, given the possibility of contamination of the air, the soil and the water by a myriad of highly polluting organic compounds. The solution most frequently applied for solving the problems arising from the pollution caused by spills of the derivatives of petroleum is the utilization of dispersing, coagulant chemical substances and/or the mechanical removal of the oil, which are of little effectiveness and high cost. An attractive alternative is the bioremediation, which consists of the utilization of microorganisms immobilized in biodegradable matrices or their products capable of degrading the petroleum. Matrices of chitosan membranes and films, pure or with microorganisms immobilized are being utilized as alternatives for several kinds of applications, especially as adsorbent of water polluters. The study of the physical properties of these matrices is therefore essential for the development of products that combine not only the efficiency of the process of bioremediation but that are also resistant to the various applications. In this work were made experiments of thermal analysis, infrared spectroscopy with Fourier transform, scanning electron microscopy, dielectric constant and uniaxial stress of chitosan membranes prepared by the method of fast evaporation at temperatures of the order 94 °C and the results were compared with those obtained with membranes prepared by the method of slow evaporation previously obtained.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/32203
Appears in Collections:FÍSICA-BACHARELADO - Monografias

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2010_tcc_lcarruda.pdf1,28 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.