Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/3231
Título: Saber docente, oralidade e cultura letrada no contexto da educação infantil: análise da prática docente à luz dos autores da Escola de Vigotsky
Autor(es): Moreira, Joana Adelaide Cabral
Orientador(es): Lins, Sylvie Ghislaine Delacours
Palavras-chave: Professores de educação pré-escolar - Formação - Fortaleza(CE)
Professores de educação pré-escolar - Fortaleza(CE) - Atitudes
Prática de ensino - Fortaleza(CE)
Educação Infantil
Linguagem
Formação de Professores
École Maternelle
Langage
Formation de Professeurs
Data do documento: 2009
Editor: http://www.teses.ufc.br
Citação: Moreira, J. A. C.; Lins, S. G. D. (2009)
Resumo: Pesquisa sobre saber docente concepções e práticas pedagógicas de professoras da Educação Infantil de escolas públicas de Fortaleza no Estado do Ceará Tal investigação objetivou captar e interpretar os saberes docentes acerca da aquisição e desenvolvimento da linguagem na infância e analisar as suas manifestações no trabalho pedagógico realizado no contexto da Educação Infantil Trata-se de uma pesquisa qualitativa de cunho etnometodológico - estudo de caso duplo - realizada com quatro professoras de uma escola pública federal e duas profissionais de uma instituição municipal Como arcabouço teórico que deu ancoragem ao estudo destacam-se os autores da Escola de Vygotsky de vertente histórico-cultural, Alexander Luria Aléxis Leóntiev e Lev S. Vygotsky; os pesquisadorores do saber docente e da prática situada: Donald Schön António Nóvoa Maurice Tardif e Jacques Therrien assim como autores da teoria crítica do currículo e da cultura: Jürgen Habermas Henri Giroux Peter McLaren e Paulo Freire Para realizar um diálogo crítico com o objeto de estudo, elegeu-se como categorias interpretativas do real: o saber docente e a prática situada a linguagem e a mediação e, no decorrer do trabalho emergiu também a categoria teórica atividade A análise dos dados revelou que a concepção de linguagem verbal das professoras pesquisadas resulta das suas histórias de vida e formação bem como dos saberes que se fazem nas experiências cotidianas Mostrou também que os saberes que incorporam como “crenças” repercutem diretamente em suas escolhas pedagógicas e na forma como arquitetam sua prática profissional A investigação constatou que entre os saberes e as habilidades necessários à docência na Educação Infantil destacam-se: o conhecimento de como a criança se desenvolve e aprende “a capacidade de pesquisar a criticidade a rigorosidade metódica a ética a afetividade e a dialogicidade” (FREIRE, 1996) bem como a autonomia a autoridade e a autoria (KRAMER 1994) dos professores Por fim sublinha-se que uma política pública de educação decente deve garantir uma formação inicial e continuada de modo consistente além de condições humanas e materiais de trabalho que possibilitem a profissionalização docente e a constituição de um contexto educativo que respeite as necessidades e especificidades da infância
Descrição: MOREIRA, Joana Adelaide Cabral. Saber docente, oralidade e cultura letrada no contexto da educação infantil: análise da prática docente à luz dos autores da Escola de Vigotsky. 2009. 235f.Tese (Doutorado em Educação) – Universidade Federal do Ceará, Faculdade de Educação, Programa de Pós-Graduação em Educação Brasileira, Fortaleza-CE, 2009.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/3231
Aparece nas coleções:PPGEB - Teses defendidas na UFC

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2009_dis_jacmoreira.pdf1,82 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.