Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/3259
Título: Políticas de Formação Docente e Tecnologias Digitais: o caso do Programa de Informatização das Escolas Públicas Brasileiras (PROINFO) nos Estados do Ceará e Bahia (1998-2004)
Autor(es): LIMA, Tania Maria Batista de
Orientador(es): THERRIEN, Jacques
Palavras-chave: Políticas Públicas de Formação Docente
Tecnologias Digitais
PROINFO
Informática Educativa - Ceará
Informática Educativa - Bahia
Professores – Formação – Fortaleza(CE)
Professores – Formação – Salvador (BA)
Internet na Educação
Avaliação de Políticas Públicas – Fortaleza (CE)
Politiques Publiques de Formation Enseignant
Technologies Digitales
PROINFO
Informatique Éducative - Ceará
Informatique Éducative - Bahia
Enseignants - Formation - Fortaleza (CE)
Enseignants - Formation - Salvador (BA)
Évaluation de Politiques Publiques - Fortaleza (CE)
Programa Nacional de Informática na Educação
Ensino auxiliado por computador - Política governamental - Bahia - 1998-2004
Ensino auxiliado por computador - Política governamental - Ceará - 1998-2004
Professores - Formação - Bahia - 1998-2004
Professores - Formação - Ceará - 1998-2004
Prática de ensino - Bahia - 1998-2004
Prática de ensino - Ceará - 1998-2004
Data do documento: 2006
Editor: http://www.teses.ufc.br
Citação: LIMA , T. M. B. ; THERRIEN, J. (2006)
Resumo: A pesquisa analisa as estratégias de formação de professores para a introdução das tecnologias digitais como ferramentas de apoio ao processo ensino-aprendizagem adotadas pelo Programa de Informatização das Escolas Públicas Brasileiras (PROINFO). Identifica, ainda, as percepções dos professores, multiplicadores, diretores de escola e coordenadores dos laboratórios de informática educativa (LIE) ou ambientes virtuais de ensino (AVE) acerca de suas práticas pedagógicas nesse contexto. Tomou como unidades de análise 04 municípios na Bahia (Salvador, Feira de Santana, Ilhéus e Itabuna) e 03 municípios no Ceará (Fortaleza, Quixadá e Sobral). Optou-se pela utilização de observações e entrevistas semi-estruturadas com professores-multiplicadores dos núcleos de tecnologia educacional (NTE), técnicos das secretarias estaduais e municipais, diretores e professores das escolas públicas, bem como com professores dos cursos de especialização em informática educativa oferecidos aos multiplicadores. A análise dos dados coletados no trabalho de campo norteou-se pela multireferencialidade como opção metodológica, escolhendo-se como categorias de análise: formação docente (NÓVOA, 2006; FREITAS,2004; GARRIDO,2004; THERRIEN,2002 e GATTI,1997), tecnologia (ROSZAK,2005; CASTELLS,1999; HERRERA,1993 e SCHAFF,1992), prática pedagógica (TARDIFF, 2005; THERRIEN, 2005; GAUTIER,2003; VIEIRA,2002 e SCHON,2000) e políticas públicas (BARRETO, 2001; OLIVEIRA, 1999; LEHER, 1998; DIAS, 1996 e ORTIZ,1994). O trabalho situa, ainda, a formação docente a partir de 04 (quatro) elementos básicos: as possibilidades de uma razão dialógica para a formação do professor; a formação inicial e continuada; os novos sujeitos da luta em defesa da formação de professores e o contexto das atuais políticas de formação docente. Obtiveram-se indicações de que a formação docente carece de um aprofundamento no tocante à utilização das tecnologias no cotidiano pedagógico do professor e de ampliação e direcionamento das políticas públicas de educação que contemplem estas demandas, possibilitando o acesso a estas tecnologias digitais e à capacitação. As entrevistas evidenciaram questões relativas a descontinuidade, falta de investimento e apoio por parte do poder público e falta de clareza na definição das metas. Os resultados da pesquisa apontam, também, para a necessidade de identificação e análise crítica das novas agendas que se impõem nesta conjuntura, bem como da posição do poder público e até mesmo das instituições diante dessas novas demandas para o sistema.
Descrição: LIMA, Tania Maria Batista de. Políticas de Formação Docente e Tecnologias Digitais: o caso do Programa de Informatização das Escolas Públicas Brasileiras (PROINFO) nos Estados do Ceará e Bahia (1998-2004). 2006. 180 f. Tese (Doutorado em Educação) – Universidade Federal do Ceará, Faculdade de Educação, Programa de Pós-Graduação em Educação Brasileira, Fortaleza-CE, 2006.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/3259
Aparece nas coleções:PPGEB - Teses defendidas na UFC

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2006_tese_TMBLima.pdf14,55 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.