Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/32646
Title in Portuguese: Biopolítica e escola moderna: apontamentos para um debate
Title: Biopolitics and modern school: notes for a debate
Author: Rito, Marcelo
Aquino, Julio Groppa
Keywords: Biopolítica
Educação
Escolanovismo
Michel Foucault
Issue Date: 2017
Publisher: Revista Dialectus
Citation: Rito, M.; Aquino, J. G. (2017)
Abstract in Portuguese: O presente artigo dedica-se a contribuir para o debate acerca dos estudos foucaultianos na educação realizados no Brasil atualmente, por meio da proposição de um plano investigativo voltado à díade biopolítica-escolarização, sobretudo no que diz respeito à implementação da pedagogia moderna no país nas décadas de 1920/30, cujos ecos parecem persistir na atualidade educacional. Para tanto, são retomadas as teses principais da teorização de Michel Foucault acerca da “estatização do biológico” e da emergência da população como problema político, por meio da ascensão de procedimentos públicos voltados à regulamentação dos contingentes populacionais em seu conjunto sem a necessidade de estabelecer novas instituições de sequestro, tal como ocorrera na era disciplinar. Em seguida, são revisitados criticamente alguns estudos de cunho historiográfico que se valeram de tal referencial para entabular suas análises, os quais parecem ter se confinado em um tipo de interpretação da biopolítica no campo educacional como imposição, ressignificação ou mero disciplinamento das populações escolares. Daí a escola moderna ser tomada amiúde como tributária de um amplo programa ideológico dedicado a desviar os cidadãos e, mais especificamente, os escolares de uma suposta origem livre, igualitária e autêntica. Ao final das discussões, são apresentadas algumas digressões acerca das possibilidades analíticas oferecidas pelos últimos cursos ministrados por Foucault, por meio das quais talvez se lograsse ultrapassar o binarismo poder/resistência, alcançando o cerne dos processos de veridicção/subjetivação que levam os indivíduos modernos a se conceberem como seres em permanente desenvolvimento, em busca de constante segurança e autocontrole perante um mundo de infinitos estímulos para corpos tidos como limitados, mas plenamente adaptáveis.
Abstract: This paper aims at contributing to the debate about the current Foucauldian studies in education in Brazil, by proposing a research agenda focused on the dyad biopolitics-schooling, especially with regard to the implementation of modern pedagogy in the country in the decades of 1920/30, which seems to reverberate in the educational present. For this purpose, we take up the main propositions of Michel Foucault's theorizing about the “statization of the biological” and the emergence of the population as a political problem, made possible by the rise of public procedures devoted to regulating population contingents as a whole without the need to arise new institutions, as it occurred in the disciplinary era. Then, we review critically some historiographical studies that have used such a framework to develop their analyzes, which seem to have been restricted to a kind of interpretation of biopolitics in the educational field as imposition, resignification or mere discipline of school populations. Hence modern school is often related to a broad ideological program dedicated to diverting citizens, and more specifically, school children from an allegedly free, egalitarian and authentic nature. In the final discussions, we present some digressions on the analytical possibilities offered by Foucault’s last courses, by means of which one could overcome the binary pair power/resistance, reaching the core of the veridiction/subjectivation processes that lead modern individuals to conceive themselves as beings in permanent development, in search of constant security and self-control towards a world full of stimuli for bodies considered as limited but completely adaptable.
Description: RITO, Marcelo; AQUINO, Julio Groppa. Biopolítica e escola moderna: apontamentos para um debate. Revista Dialectus, Fortaleza, v. 4, n. 11, p. 127-144, ago./dez. 2017.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/32646
metadata.dc.type: Artigo de Periódico
ISSN: 2317-2010 (online)
Appears in Collections:PPGFILO - Artigos publicados em revistas científicas

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2017_art_mritojgaquino.pdf580,3 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.