Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/32713
Title in Portuguese: Atendimento fisioterapêutico na liga de desporto universitário 2016: um relato de experiência, QC.2010.PJ.0562
Author: Coelho, Anita Camila Sampaio
Teixeira Neto, Nestor Cavalcante
Almeida, Gabriel Peixoto Leão
Bezerra, Márcio Almeida
Oliveira, Rodrigo Ribeiro de
Lima, Pedro Olavo de Paula
Keywords: Fisioterapia
Esporte
Reabilitação
Issue Date: 2016
Citation: COELHO, A. C. S. ;TEIXEIRA NETO, N. C. ;ALMEIDA, G. P. L. ;BEZERRA, M. A. ;OLIVEIRA, R. R. ;LIMA, P. O. P. (2016)
Abstract in Portuguese: Introdução: A combinação de fatores relevantes, tais como a estrutura e calendário de competições, pode favorecer o aumento da demanda e consequentemente o surgimento de lesões em atletas. Diante desse contexto, o fisioterapeuta esportivo surge como profissional capacitado para prevenir lesões e reabilitar funcionalmente o atleta lesionado. Objetivo: Relatar a experiência vivenciada pela equipe de fisioterapia na Liga de Desporto Universitário (LDU) de quadras 2016. Metodologia: O estudo trata-se de um relato de experiência vivenciado pela equipe de fisioterapia que acompanhou as delegações do futsal feminino e masculino e handebol feminino no evento da LDU de quadras que ocorreu em abril de 2016 na cidade Aracajú (SE). Os atendimentos foram realizados tanto em quadra (antes, durante e após os jogos das equipes), quanto nos hotéis que as delegações se hospedaram. A equipe utilizou como alguns de seus recursos: bandagens, crioterapia, cinesioterapia e terapia manual, além de hidroterapia para conduzir os atendimentos. Financiamento: A LIFE foi a fonte financiadora desta pesquisa. Resultados: Durante o período da competição foram realizados 55 atendimentos, dentre estes 38,2% foram nas atletas do futsal feminino, 27,2% no futsal masculino e 34,6% nas atletas de handebol. Em relação às queixas álgicas, 66,6% foi em membros inferiores, sendo mais prevalente em perna e coxa, 28,8% em coluna vertebral e somente 4,4% em cabeça. Nenhum dos atletas apresentou queixa em membros superiores. No que diz respeito às terapêuticas, as mais utilizadas foram: liberação miofascial, alongamento, mobilização articular, crioterapia e bandagens rígidas. Conclusão: A fisioterapia foi extremamente importante para os atletas do desporto universitário, tendo em vista o número de intervenções solicitadas pelos mesmos. O suporte oferecido pela equipe foi bastante benéfico para o desempenho dos participantes durante as competições, além de ter buscado prevenir a ocorrência de novas lesões.
Description: COELHO, Anita Camila Sampaio et al. Atendimento fisioterapêutico na liga de desporto universitário 2016: um relato de experiência, QC.2010.PJ.0562. Revista Encontros Universitários da UFC, Fortaleza, v. 1, n. 1, 2016. (Encontro de Extensão, 25)
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/32713
Appears in Collections:ENEX - Resumo de trabalhos apresentados em eventos

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2016_resumo_eve_acscoelho.pdf51,28 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.