Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/3276
Título: A rotina da pré-escola na visão das professoras, das crianças e de suas famílias
Título em inglês: The routine of the pré-escola in the vision of the teachers, the children and its families
Autor(es): CRUZ, Rosimeire Costa de Andrade
Orientador(es): CRUZ, Sílvia Helena Vieira
Palavras-chave: Pré-escola
Rotina
Professoras
Famílias
Crianças
Maternal school
Routine
Teachers
Families
Children
Professores e alunos - Fortaleza(CE)
Pais e professores - Fortaleza(CE)
Professores de educação pré-escolar -Fortaleza(CE) - Atitudes
Educação pré-escolar - estudo e ensino - Fortaleza(CE)
Data do documento: 2007
Editor: www.teses.ufc.br
Citação: CRUZ, R. C. A. ; CRUZ, S. H. V. (2007)
Resumo: Esta pesquisa está vinculada a uma proposta maior de trabalho que envolve investigação e desenvolvimento profissional em contextos de Educação Infantil, visando promover a qualidade dessa primeira etapa da educação básica em parceria com os profissionais que nela atuam. Seu interesse específico diz respeito ao uso do tempo e do espaço na organização das experiências educativas, ou seja, a rotina da instituição. Nesse sentido, seu objetivo geral é analisar as percepções das professoras, das crianças e de suas famílias acerca da rotina na pré-escola e dos fatores que presidem a sua organização. Trata-se duma pesquisa qualitativa – estudo de caso do tipo etnográfico – realizada em 2004, numa instituição pública de Ensino Fundamental da rede municipal de Fortaleza que atende, também, crianças em idade de 4 a 6 anos. O trabalho de campo combinou diferentes instrumentos de coleta de dados: observação participante, entrevista, questionário e análise de documentos. A análise das informações coletadas foi subsidiada por contribuições das teorias sócio-interacionistas (PIAGET, 1975, 1978a, 1978b, 1986; WALLON, 1981, 1989, 1995; VYGOTSY 1989a, 1989b, 1996) para a concretização da intencionalidade educativa de creches e de pré-escolas e para a efetivação de uma Pedagogia para a Infância (ROCHA, 1997, 2002; OLIVEIRA-FORMOSINHO, 2007, 2001; ZABALZA, 1998). A escuta das professoras constatou que: dos componentes que constituem a rotina, apenas a “tarefa” é compreendida como pedagógica; a sala de aula é o espaço físico concebido como privilegiado para o desenvolvimento das atividades e para as aprendizagens das crianças; com exceção da ampliação do tempo destinado à “tarefa”, a rotina não precisa de alterações, pois todos, notadamente as crianças, estão satisfeitos com ela. Na perspectiva das famílias, o item preferido da rotina é a “tarefa”, principalmente aquela que envolve escrita e leitura; a sala de aula é o local mais apropriado para as crianças aprenderem; a redução do tempo destinado à brincadeira em benefício da “tarefa” tornaria a rotina ainda melhor. Para as crianças, a rotina é marcada pela repetição da mesma atividade (“tarefa”) da qual não gostam; realiza-se na “sala da professora”; para ficar “legal” precisa incluir a brincadeira. A comparação das falas destes sujeitos aponta muita semelhança entre o que pensam pais e professoras acerca das crianças, da Educação Infantil, do papel de seus três principais atores e da rotina. No entanto, é grande a diferença entre as opiniões dos adultos e das crianças sobre a escola e as atividades aí desenvolvidas. Considerando que as concepções partilhadas pelos adultos têm função produtiva no trabalho pedagógico desenvolvido na instituição, identificá-las, compreendê-las e torná-las objeto de reflexão por todos os envolvidos na educação e no cuidado das crianças constituem passos importantes e necessários à renovação da rotina posta em prática. A valorização dos conhecimentos, dos sentimentos e das aspirações de seus diferentes sujeitos - professoras, famílias e crianças - é outro aspecto imprescindível à construção de uma Educação Infantil de qualidade a fim de que creches e pré-escolas possam realmente se constituir em cenário de aprendizagem, desenvolvimento e bem-estar para todos que nelas convivem.
Descrição: CRUZ, Rosimeire Costa de Andrade. A rotina da pré-escola na visão das professoras, das crianças e de suas famílias. 2007. 301f. Tese (Doutorado em Educação) – Universidade Federal do Ceará, Faculdade de Educação, Programa de Pós-Graduação em Educação Brasileira, Fortaleza-CE, 2007.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/3276
Aparece nas coleções:PPGEB - Teses defendidas na UFC

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2007_Tese_RCACRUZ.pdf6,09 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.