Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/3312
Título: Dos mitos à picaresca: uma caminhada residual pelo Auto da Compadecida de Ariano Suassuna
Título em inglês: De los mitos a la picaresca: un paseo residual por el Auto de la Compadecida, de Ariano Suassuna
Autor(es): Moreira, Rubenita Alves
Orientador(es): Medeiros, Francisco Roberto Silveira de Pontes
Palavras-chave: Literatura Brasileira
Auto
Residualidade
Hibridação Cultural
Suassuna,Ariano,1927- . Auto da compadecida – Crítica e Interpretação
Teoria da Residualidade(Literatura)
Mito na Literatura
Influência(Literária,artística,etc.)
Intertextualidade
Auto
Residualidad
Hibridación cultural
Data do documento: 2007
Editor: http://www.teses.ufc.br:
Citação: MOREIRA, R. A. ; MEDEIROS, F. R. S. P. (2007)
Resumo: Analisa os aspectos residuais constantes no Auto da Compadecida, de Ariano Suassuna. O enfoque teórico utilizado é o da residualidade, método investigativo de Roberto Pontes. Nesse método, buscam-se resquícios literários e culturais, principalmente do medievo, nas manifestações literárias e culturais da contemporaneidade. O Auto da Compadecida se constitui em texto riquíssimo para esse tipo de pesquisa, pois apresenta traços remanescentes de diversas épocas. Como as narrativas populares do Nordeste brasileiro alimentam a produção literária de Suassuna, é imprescindível que estudemos os mitos e lendas dessa região, assim como a literatura de folhetos. Convém ressaltar que essas fontes temáticas do Romanceiro popular do Nordeste, atualizadas no Auto da Compadecida, estão associadas tanto aos milagres marianos em autos ibéricos medievais e renascentistas quanto aos personagens da commedia dell’arte italiana e, por isso, fazem parte do presente trabalho.
Resumo em espanhol: Analiza los aspectos residuales que hay en el Auto de la Compadecida, de Ariano Suassuna. El enfoque teórico es el de la residualidad, método de investigación de Roberto Pontes. En el citado método se buscan resquicios literarios y culturales, principalmente del Medievo, en las manifestaciones literarias y culturales de la contemporaneidad. El Auto de la Compadecida se constituye como un texto riquísimo para este tipo de investigación, pues presenta marcas remanecientes de diversas épocas. Como las narrativas populares del Nordeste de Brasil alimentan la producción literaria de Suassuna, es imprescindible que estudiemos los mitos y leyendas de esta región, bien como la literatura de cordel, las hojas o pliegos sueltos. Conviene resaltar que estas fuentes temáticas del Romancero popular del Nordeste brasileño presentes en el Auto de la Compadecida se asocian tanto a los milagros marianos y autos ibéricos medievales y renacentistas, como a los personajes de la commedia dell’arte italiana y, por ello, forman parte del presente trabajo
Descrição: MOREIRA, Rubenita Alves. Dos Mitos á picaresca: uma caminhada residual pelo Auto da Compadecida de Ariano Suassuna. 2007. 230 f. Dissertação (Mestrado em Letras) – Universidade Federal do Ceará, Departamento de Literatura, Programa de Pós-Graduação em Letras, Fortaleza-CE, 2007.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/3312
Aparece nas coleções:PPGLE- Dissertações defendidas na UFC

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2007_DIS_RAMOREIRA.pdf1,27 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.