Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/3338
Título: No ar, um poeta: do singular ao plural - experiências afetivas (trans)formadoras em um percurso autobiográfico poético-radiofônico.
Título em inglês: À l’antenne, un poète : du singulier au pluriel – expériences affectives (trans)formatrices dans un parcours autobiographique poétique-radiophonique
Autor(es): Castro, Henrique Sérgio Beltrão de
Orientador(es): Albuquerque, Luiz Botelho de
Palavras-chave: Rádio na educação
Poesia
Autobiografia
Narrativa autobiográfica
Poética
Afetividade
Rádio
Educação
Data do documento: 2011
Editor: http://www.teses.ufc.br
Citação: CASTRO, H. S. B. ; ALBUQUERQUE, L. B. (2011)
Resumo: Nesta pesquisa pautada em uma narrativa autobiográfica poética, busquei ler e reescrever as experiências afetivas (trans)formadoras que fizeram e fazem de mim um poeta que é radialista, educador e formador de outros professores e comunicadores. Fundamentada na abordagem Histórias de Vida e Formação, sobretudo na perspectiva intergeracional (Lani-Bayle); em uma concepção de afetividade como todos os sentimentos e emoções (Sawaia, Damásio); em reflexões no campo pedagógico (Freire); em estudos sobre radiofonia (Tardieu); nas palavras de escritores marcantes em minha formação como referência sobre “(ser) poeta”e “poesia” (Patativa do Assaré, Bandeira, Barros, Horácio Dídimo, Vinicius de Moraes, Neruda, Pessoa, Prévert, Quintana, Ronsard...), a narrativa autobiográfica poética capta fragmentos da vida deste autor em uma prosa poética sobre as experiências afetivas (trans)formadoras, revelando a leitura por mim feita do outro, de mim e do mundo, em uma dimensão racional-afetiva, em que construo a (trans)formação de mim na interação com o outro contextualizada no mundo. Entre essas experiências, sobressaem-se as amizades e o amor às pessoas e ao que faço; as vividas com meus pais, com os artistas prediletos, com estudantes, ouvintes e professores meus. Chegar a ser poeta é um constante devir criativo e (trans)formador, singular e plural, em que leitura e escrita são uma mesma aventura rumo a uma infinidade de sentidos, em que as vozes dos poetas que me formaram fazem em mim coro essencial que inspira minha própria voz.
Descrição: CASTRO, Henrique Sérgio Beltrão de. No ar, um poeta: do singular ao plural - experiências afetivas (trans)formadoras em um percurso autobiográfico poético-radiofônico. 2011. 246f. Tese (Doutorado em Educação) – Universidade Federal do Ceará, Faculdade de Educação, Programa de Pós-Graduação em Educação Brasileira, Fortaleza-CE, 2011.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/3338
Aparece nas coleções:PPGEB - Teses defendidas na UFC

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2011_Tese_HSBCastro.pdf8,57 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.