Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/3420
Título: Falas oblíquas: O engodo da Palavra em Tutameia (terceiras estórias), de João Guimarães Rosa
Título em inglês: O blique Speeches: the Lure of the Word in "Tutameia (terceiras estórias)" by João Guimarães Rosa.
Autor(es): Melo, Diana Oliveira de
Orientador(es): Bylaardt, Cid Ottoni
Palavras-chave: Literatura Comparada
Escrita
Palavra
Morte
Engodo
Tutameia
Rosa,João Guimarães,1908-1967.Tutaméia - Crítica e Interpretação
Análise do Discurso Literário
Morte na Literatura
Decepção na Literatura
Writing
Word
Death
Deception
Tutameia
Data do documento: 2011
Editor: http://www.teses.ufc.br
Citação: MELO, D. O.; BYLAARDT, C. O. (2011)
Resumo: Esta dissertação tem como objetivo analisar a obra "Tutameia –Terceiras Estórias", de João Guimarães Rosa, a partir de uma perspectiva sobre o engodo da palavra literária, e de como seus meandros tecem e elaboram a escrita. O estudo será mais detalhado a partir de três narrativas previamente escolhidas, intituladas “Hiato”, “João Porém, o criador de perus” e “Antiperipleia”. E é com base no pensamento do escritor francês Maurice Blanchot, que analisaremos a construção da escrita de Rosa diante de aspectos alicerçados por questões como: a impossibilidade da morte no espaço literário, a busca pela origem da palavra como direcionamento da escrita, a instabilidade e a fragmentação da narrativa, que nos conduz a uma imprecisão, bem como a ausência de ordem que se estabelece no universo literário, a que a escrita se submete, dentre outros aspectos. E é através dessas considerações que teceremos comentários a respeito das falas na construção dessa escrita, em que o espaço habitual da palavra, sempre disposto aos estabelecimentos de soluções críveis e de discursos que procuram ater-se ao verídico, encontra o ficcional, que se associa ao lúdico e ao fingimento, forças oriundas da linguagem literária, a desestabilizar tentativas de veracidade.
Abstract: This works aims at analyzing the production Tutameia – Terceiras Estórias, by João Guimarães Rosa, from a perspective on the lure of the literary word, and how to weave its intricacies and elaborate writing. The study will be more detailed narratives from three previously chosen, entitled “Hiato”, “João Porém, o criador de perus” and “Antiperipleia”. It is based on the thought of the french writer Maurice Blanchot, we will examine the construction of Rosa’s written on aspects of grounded by issues such as: the impossibility of death in the literary space, the search for the origin of the word as written direction of the instability and the fragmentation of narrative, which leads to an inaccuracy, and lack of order is established in the literary universe, that the writing is submitted, among other things. It is through these considerations that we commented on the speeches in the construction of this writing, in which the regular venue of the word, always willing to establishments credible solutions and speeches looking to stick to the true, is the fictional, which is associated the ludic and the pretence, forces arising from the literary language, attempts to destabilize the truth.
Descrição: MELO, Diana Oliveira, Falas oblíquas: o engodo da palavra em Tutameia (terceiras estórias), de João Guimarães Rosa. 2011. 109f. Dissertação (Mestrado em Letras) – Universidade Federal do Ceará, Departamento de Literatura, Programa de Pós-Graduação em Letras, Fortaleza-CE, 2011.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/3420
Aparece nas coleções:PPGLE- Dissertações defendidas na UFC

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2009_DIS_DOMELO.pdf786,24 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.