Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/3422
Título: O leitor Gerardo Mello Mourão
Título em inglês: The reader Gerardo Mello Mourão
Autor(es): Oliveira, Lucia Maria Alves Maia de
Orientador(es): Silva, Odalice de Castro
Palavras-chave: Literatura Brasileira
Campo Literário
Desleitura
Intertextualidade
Autonomia
Mourão,Gerardo Mello,1917-2007 – Crítica e Interpretação
Análise do Discurso Narrativo
Influência(Literária,Artística,etc.)
Literary Field, Unreading, Intertextuality, Autonomy
Data do documento: 2008
Editor: http://www.teses.ufc.br
Citação: OLIVEIRA, L. M. A. M. ; SILVA, O. C. (2008)
Resumo: O imaginário e as inclinações estéticas dos escritores estão inseridos no contexto histórico e cultural que os envolve. Mas, além de vivenciar as tensões sociais de seu tempo, o escritor busca sua autonomia como criador literário absorvendo e reinterpretando a tradição. Assim, na análise do projeto literário de Gerardo Mello Mourão (8.1.1917 - 9.3.2007) esboçamos, inicialmente, um painel histórico e cultural do período de criação de sua obra O Valete de Espadas (1960). Essa investigação recebe a orientação teórico-crítica de: Antônio Cândido, Literatura e Sociedade (2000), Wilson Martins, História da Intelectualidade Brasileira (1996), Gilberto de Mello Kujawski, A Crise do Século XX (1991), Vitor Manuel de Aguiar e Silva, Teoria da Literatura (1973) e os pressupostos discursivos de Pierre Bourdieu, As Regras da Arte (2005) e Dominique Maingueneau, O Contexto da Obra Literária (2001). Além disso, investigamos as correntes filosóficas e estéticas do período, que se inter-relacionam com o posicionamento crítico do escritor acerca do mundo que o rodeia e com sua concepção de escrita literária. À luz de categorias teóricas como “Desleitura” (Harold Bloom) e “Intertextualidade” (Julia Kristeva), examinamos, no 2º capítulo, a obra literária e crítica, as entrevistas e os discursos de Gerardo Mello Mourão, com o intuito de apreendermos um diálogo criativo com a tradição. Nessa análise, as obras críticas que embasaram nossa reflexão foram: A Angústia da Influência (1991) e Um Mapa da Desleitura (1995) de Harold Bloom e Palavras da Crítica (1992), organizada por José Luis Jobim. Na etapa final da pesquisa, observamos os encontros discursivos que Gerardo Mello Mourão mantém com outros escritores, na busca por um espaço de enunciação autônoma.
Abstract: The writer’s imaginary and aesthetical inclinations are inserted in the historical and cultural context which involves them. However, besides experiencing the social tensions of his time, the writer searches for his autonomy as a literary creator, absorbing and reinterpreting the tradition. Thus, in the analysis of literary project of Gerardo Mello Mourão from (Jan., 8th, 1917 to March, 9th 2007), we outline firstly, a historical and cultural panel of the period his work was created with O Valete de Espadas (1960). Such investigation receives the theoretical critical orientation of Antronio Candido’s, Literature and Society (2000), Wilson Martins’, História da Intelectualidade Brasileira (1996), Gilberto de Mello Kujawski’s, A Crise do Século XX (1991), Vitor Manuel de Aguiar e Silva’s, Teoria da Literatura (1973) Pierre Bourdieu’s discussive pressuposition, The Rules of Art (2005) and Dominique Maingueneau with The context of the Literary work (2001). Moreover, we investigated the philosophical and aesthetical tendency of the period which interrelates with the writer’s critical positioning regarding the world around him as well as with his notion about literary writing. At the light of theoretical categories such as “Misreading” (Harold Bloom) and intertextuality (Julia Kristeva), we inquired into the 2nd chapter, the literary and critical work, Gerardo Melo Mourão’s interviews and speeches with the purpose of learning about a dialogue which is creative and traditional. In such analysis, the critical writings which were base for our reflexions were: A Angústia da Influência (1991) and Um Mapa da Desleitura (1995) by Harold Bloom as well as Palavras da Crítica (1992), organized by José Luis Jobim. In the final part of the research we observed the discursive intercourse that Gerardo Mourão keeps with other writers searching for a space of autonomous emancipation.
Descrição: OLIVEIRA, Lucia Maria Alves Maia. O leitor Gerardo Mello Mourão. 2008. 164f. Dissertação (Mestrado em Letras) – Universidade Federal do Ceará, Departamento de Literatura, Programa de Pós-Graduação em Letras, Fortaleza-CE, 2008.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/3422
Aparece nas coleções:PPGLE- Dissertações defendidas na UFC

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2008_DIS_LMAMOLIVEIRA.pdf1,04 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.