Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/3448
Título: Mitos, Memória e Infância em "Órfãos do Eldorado", de Milton Hatoum
Título em inglês: Myths, Memory, Childhood in the Orfaos do Eldorado, by Milton Hatoum
Autor(es): Silva, Marcos Vinicius Medeiros da
Orientador(es): Coutinho, Fernanda Maria Abreu
Palavras-chave: Literatura Comparada
Mitos
Memória
Infância
Hatoum,Milton,1952- .Órfãos do Eldorado - Crítica e Interpretação
Mito na Literatura
Infância na Literatura
Memória na Literatura
Myths
Memory
Childhood
Imaginary
Data do documento: 2009
Editor: http://www.teses.ufc.br:
Citação: SILVA, M. V. M. ; COUTINHO, F. M. A. (2009)
Resumo: A presente pesquisa investiga através de uma perspectiva hermenêutica de vertente comparatista a elaboração discursiva das memórias da infância presentes na novela Órfãos do Eldorado (2008) de Milton Hatoum. Nessa novela, as imagens dos mitos amazônicos surgem em meio a uma estruturação narrativa que remete ao relato oral e dessa forma configura uma obra ficcional em que a forma e o conteúdo tornam-se um binômio indissociável e harmônico. A intertextualidade também se expressa no nível formal quando os sentidos implícitos às narrativas míticas são referendados no relato confessional da infância da personagem Arminto Cordovil que conta sua história, reconstrói sua memória e, logo, elabora uma face de sua identidade. Quando a memória se transforma em relato, surge o pacto com cada leitor que toma seu lugar e escuta a trajetória da personagem, delineada na velocidade e na ambivalência permitidas pela lembrança, a qual reconstrói a infância que marca a importância da origem do tempo primordial. O diálogo entre os mitos e o cotidiano e entre a oralidade e a escritura revela que a busca pelo Eldorado se re-configura na eterna busca humana pela legitimação de seus desejos e sonhos, sonhos estes voltados à transcendência da realidade comum para alcançar o paraíso perdido. Em meio à multiplicidade étnica de Manaus o tempo dos mitos e o tempo histórico se conjugam em sua essência formal e temática e dessa forma observamos o surgimento dessa Cidade Encantada de Milton Hatoum. O mito particularizado é ao mesmo tempo universal e uma vez rearticulado no texto contemporâneo torna-se tradutor de conflitos humanos modernos e atemporais
Descrição: SILVA, Marcos Vinicius Medeiros. Mitos, memória e infância em Órfãos do Eldorado, de Milton Hatoum. 2009. 101f. Dissertação (Mestrado em Letras) – Universidade Federal do Ceará, Departamento de Literatura, Programa de Pós-Graduação em Letras, Fortaleza-CE, 2009.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/3448
Aparece nas coleções:PPGLE- Dissertações defendidas na UFC

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2009_DIS_MVMSILVA.pdf588,8 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.