Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/34555
Title in Portuguese: Efeito do treinamento em circuito no perfil lipídico e na composição corporal das pessoas vivendo com HIV em uso de antirretrovirais
Title: Effect of circuit training on lipid profile and body composition of people living with HIV on antiretroviral use
Author: Araújo, Jocasta Sousa
Advisor(s): Daher, Elizabeth De Francesco
Keywords: HIV
Antirretrovirais
Exercício
Composição Corporal
Issue Date: 29-Jun-2018
Citation: ARAÚJO, J. S. Efeito do treinamento em circuito no perfil lipídico e na composição corporal das pessoas vivendo com HIV em uso de antirretrovirais. 2018. 75 f. Dissertação (Mestrado em Ciências Médicas) - Faculdade de Medicina, Universidade Federal do Ceará, Fortaleza, 2018.
Abstract in Portuguese: A infecção pelo HIV (Vírus da Imunodeficiência Humana) é um problema mundial de saúde pública e frequentemente tratada com TARVC (Terapia AntirretroviralCombinada), e está associadaa vários efeitos adversos incluindo eventos cardiorrenais, diabetes, dislipidemia, osteoporose e anormalidades na composição corporal. O objetivo deste estudo é investigar o efeito de um treinamento físico em circuitos no perfil lipídico e na composição corporal das pessoas vivendo com HIV em uso de TARVC.Este é um estudo prospectivo com pessoas infectadas pelo HIV atendidas no ambulatório de doenças infecciosas na região metropolitana de Fortaleza, Ceará, Nordeste do Brasil. Participantes com idade média 36,8anos, em uso de antirretrovirais por pelo menos 24 meses foram incluídos. Foram excluídos do estudo participantes com doenças oportunistas definidoras da AIDS. Eles foram randomizados para um grupo de exercícios (GIE) ou para um grupo controle sem exercícios (GC), com a finalidade de uma análise comparativa. Os pacientes do GIE participaram de um programa de treinamento de circuito ao longo de oito semanas. Consistia em sessões de treino três vezes por semana com duração de 50 a 60 minutos. As aulas de treinamento foram divididas em aquecimento (5 a 10 minutos), treinamento principal (35 a 45 minutos) e relaxamento (5 minutos). O treinamento principal consistiu no método de treinamento em circuito, no qual foram realizadas até três voltas, cada uma com seis exercícios em sequência. Antropometria e testes laboratoriais foram realizados antes e após o período de oito semanas. Ao todo, 63 pacientes foram randomizados para GIE (n=36) e para CG (n=27), porém três pacientes foram perdidos no segmento, durante as oito semanas. A predominância masculina foi observada no GIE (78,1%). A maioria dos pacientes tinha baixa renda e completou o ensino médio. Os dados antropométricos e laboratoriais iniciais dos grupos controle e intervenção foram semelhantes, com exceção dos níveis de IMC, que foram significativamente menores no GIE (p<0,05). Após a intervenção houve diferenças significativas em outros parâmetros entre os dois grupos, incluindo gordura corporal, circunferência abdominal, HDL, LDL, triglicerídeos, ureia, glicose e hemoglobina. A comparação desses parâmetros antes e após a intervenção mostrou diferenças leves no grupo controle e diferenças significativas no grupo de intervenção, com melhora em quase todos os parâmetros, incluindo a função renal (creatinina: 0,98 ± 0,1 vs. 0,85 ± 0,1 mg / dL, antes e depois, respectivamente), perfil lipídico e composição corporal. Este é o primeiro estudo a investigar os efeitos do treinamento combinado em forma de circuito nos pacientes infectados pelo HIV em nossa região. Nós evidenciamos que o exercício físico traz uma melhoria importante para esses pacientes, incluindo melhor composição corporal e perfil laboratorial. Houve melhora significativa nos níveis lipídicos, glicose, ureia, creatinina, evidenciando um efeito metabólico positivo do exercício físico.
Abstract: HIV infection is a worldwide public health problem and is often treated with HAART (Combined Antiretroviral Therapy) and is associated with several adverse effects including cardiorespiratory events, diabetes, dyslipidemia, osteoporosis, and abnormalities in body composition. The objective of this study is to investigate the effect of physical training on circuits in the lipid profile and in the body composition of people living with HIV using ART. This is a prospective study with HIV infected persons attended at the outpatient clinic of infectious diseases in the metropolitan region of Fortaleza, Ceará, Northeast of Brazil. Participants with mean age 36.8 years, on antiretroviral use for at least 24 months were included. Participants with opportunistic AIDS defining illnesses were excluded from the study. They were randomized to an exercise group (GIE) or to a control group without exercise (CG), for the purpose of a comparative analysis. GIE patients participated in a circuit training program over eight weeks. It consisted of training sessions three times a week lasting 50 to 60 minutes. The training classes were divided into heating (5 to 10 minutes), main training (35 to 45 minutes) and relaxation (5 minutes). The main training consisted of the circuit training method, in which up to three laps were performed, each with six exercises in sequence. Anthropometry and laboratory tests were performed before and after the eight week period. In all, 63 patients were randomized to GIE (n = 36) and CG (n = 27), but three patients were lost in the segment during the eight weeks. Male predominance was observed in GIE (78.1%). Most patients had low income and completed high school. The initial anthropometric and laboratory data from the control and intervention groups were similar, except for the BMI levels, which were significantly lower in the GIE (p <0.05). After the intervention there were significant differences in other parameters between the two groups, including body fat, waist circumference, HDL, LDL, triglycerides, urea, glucose and hemoglobin. The comparison of these parameters before and after the intervention showed slight differences in the control group and significant differences in the intervention group, with improvement in almost all parameters, including renal function (creatinine: 0.98 ± 0.1 vs. 0.85 ± 0.1 mg / dL, before and after, respectively), lipid profile and body composition. This is the first study to investigate the effects of combined circuit training in HIV-infected patients in our region. We have shown that physical exercise brings an important improvement for these patients, including better body composition and laboratory profile. There was a significant improvement in lipid levels, glucose, urea, creatinine, evidencing a positive metabolic effect of physical exercise.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/34555
metadata.dc.type: Dissertação
Appears in Collections:DMC - Dissertações defendidas na UFC

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2018_dis_jsaraujo.pdf1,61 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.