Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/34603
Title in Portuguese: Efeito de um programa de treinamento de enfermeiros acerca da segurança alimentar e uso dos alimentos regionais no Nordeste Brasileiro
Title: Effect of a nurse training program on food security and regional food use in Northeast Brazil
Author: Ferreira, Adria Marcela Vieira
Advisor(s): Ximenes, Lorena Barbosa
Co-advisor(s): Martins, Mariana Cavalcante
Keywords: Avaliação Educacional
Educação Alimentar e Nutricional
Promoção da Saúde
Enfermagem
Issue Date: 5-Jul-2018
Citation: FERREIRA, A. M. V. Efeito de um programa de treinamento de enfermeiros acerca da segurança alimentar e uso dos alimentos regionais no nordeste brasileiro. 2018. 132 f. Tese (Doutorado em Enfermagem) - Faculdade de Farmácia, Odontologia e Enfermagem, Universidade Federal do Ceará, Fortaleza, 2018.
Abstract in Portuguese: O estudo teve como objetivo avaliar a efetividade de um programa de treinamento de enfermeiros sobre segurança alimentar e alimentação regional no Nordeste brasileiro. Trata-se de uma pesquisa quase experimental, do tipo antes e depois, que teve como intervenção um programa de treinamento realizado com oito enfermeiras que atuavam na Estratégia de Saúde da Família (ESF) da zona rural de Maranguape/Ceará. O programa de treinamento ocorreu em seis etapas e foi avaliado sob os quatro níveis de avaliações para treinamentos sugeridos por Kirkpatrick e Kirkpatrick (2010): reação, aprendizagem, comportamento e resultados. A coleta de dados ocorreu com as oito enfermeiras a partir do programa de treinamento, com aplicação do álbum seriado “Alimentos regionais promovendo a segurança alimentar”, de modo que permitiu avaliar a reação, aprendizagem, e comportamento das mesmas em seu local de trabalho após o treinamento. A coleta de dados se deu também com as 62 mães de crianças na primeira infância que participaram das intervenções educativas realizadas pelas enfermeiras treinadas durante o programa de treinamento, proporcionando a avaliação de resultados, por meio da aplicação do inquérito de conhecimento, atitude e prática sobre alimentos regionais em quatro momentos: antes e imediatamente depois da intervenção educativa; um mês, três meses e seis meses após a intervenção educativa. O projeto de pesquisa foi aprovado pelo Comitê de Ética em Pesquisa da Universidade Federal do Ceará. Os resultados do estudo evidenciaram avaliação de reação positiva das enfermeiras ao treinamento, a partir dos relatos de aprendizagem, domínio da tecnologia educativa e satisfação em utilizá-la para a promoção da segurança alimentar e uso dos alimentos regionais pelas famílias. Na avaliação de aprendizagem das enfermeiras constatou-se no pré-teste de conhecimento uma média de 83,6% de acertos, sendo observado no segundo pós-teste um aumento para 92,3%, considerado como uma média de acertos muito boa. Na avaliação de comportamento das enfermeiras foi verificada a utilização da tecnologia educativa em seu ambiente de trabalho e a aquisição de novos conhecimentos e habilidades, pois foi constatada a realização de um total de 30 atividades com uso do álbum seriado, predominando a realização de atividades individuais (83,3%) em comparação com as atividades em grupo (16,7%). Na avaliação de resultados, constatou-se que a intervenção educativa realizada pelas enfermeiras com as mães proporcionou aumento nos eixos de conhecimento, atitude e prática (CAP) adequada das mães sobre alimentação regional, com significância estatística para o eixo prática (p=0,022). Quanto às variáveis sociodemográficas, não houve associação estatisticamente significante com os eixos CAP, contudo, foi observado que as mães com menor escolaridade tiveram mais chances de apresentar conhecimento inadequado (RC=5,00), atitude inadequada (RC=9,61) e prática inadequada (RC=2,97). Assim como, as mães com menor renda tiveram mais chances de ter conhecimento inadequado (RC=5,57) e prática inadequada (RC=2,42). Conclui-se que o programa de treinamento foi efetivo, pois as enfermeiras obtiveram reação positiva, melhor aprendizagem e mudança de comportamento, além das mães terem apresentado resultados satisfatórios nos eixos do conhecimento, atitude e prática após a intervenção com a tecnologia educativa realizada pelas enfermeiras.
Abstract: This study was intended to assess the effectiveness of a nurse training program on food safety and regional food in the northeastern region in Brazil. This was a quasi-experimental research, typified as before-and-after, which was based on the intervention of a training program conducted with eight nurses who work in the Family Health Strategy (FHS) in the countryside of Maranguape/Ceará. The training program happened in six steps and was assessed under the four levels of training assessments suggested by Kirkpatrick and Kirkpatrick (2010): reaction, learning, behavior and results. Data collection took place with the eight nurses from the training program, with the application of the serial album “Regional food promoting food safety”, in such a way as to enable us to assess their reaction, learning and behavior in the workplace after training. Data collection also took place with the 62 mothers of children in early childhood who attended the educational interventions performed by the nurses trained during the training program, thereby providing the assessment of results, through the application of the knowledge survey called attitude and practice on regional food, in four moments: before and immediately after the educational intervention; one month, three months and six months after the educational intervention. The research project was approved by the Research Ethics Committee of the Federal University of Ceará. The results of this study highlighted a positive reaction assessment from the surveyed nurses to the training, based on reports of learning, mastery of educational technology and satisfaction in using it to promote both food safety and use of regional food by families. When assessing the nurses’ learning, we found an average of 83.6% of right answers in the pre-test of knowledge, and we also noted an increase to 92.3% in the second post-test, which was considered as a very good average of right answers. When assessing the nurses’ behavior, we checked the use of the educational technology in their work environment and the acquisition of new knowledge and skills, since we noted the accomplishment of a total of 30 activities with the use of the serial album, with a predominance of the accomplishment of individual activities (83.3%) compared to group activities (16.7%). When assessing the results, we noted that the educational intervention held by nurses together with mothers provided an increase in the mothers’ appropriate knowledge, attitude and practice (KAP) axes on regional food, with statistical significance for the practice axis (p=0.022). Regarding sociodemographic variables, there was no statistically significant association with the KAP axes; however, we noted that mothers with lower schooling level were more likely to show inappropriate knowledge (OR=5.00), inappropriate attitude (OR=9.61) and inappropriate practice (OR=2.97). Similarly, mothers with lower income were more likely to have inappropriate knowledge (OR=5.57) and inappropriate practice (OR=2.42). We conclude that the training program was effective, since nurses obtained positive reaction, better learning, and behavior change; moreover, mothers have shown satisfactory results in the knowledge, attitude and practice axes after the intervention with the educational technology held by nurses.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/34603
Appears in Collections:DENF - Teses defendidas na UFC

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2018_tese_amvferreira.pdf1,69 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.