Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/34604
Title in Portuguese: Modelo experimental para pesquisa de linfonodo sentinela no pênis do cão
Title: Experimental model for research of sentinel lymph node in dog penis
Author: Leitão, Bruno Tigre de Arruda
Advisor(s): Pinheiro, Luiz Gonzaga Porto
Keywords: Neoplasias Penianas
Linfonodo Sentinela
Tecnécio
Animais
Issue Date: 17-Dec-2010
Citation: LEITÃO, B. T. A . Modelo experimental para pesquisa de linfonodo sentinela no pênis do cão. 2010. 70 f. Dissertação (Ciências Médico-Cirúrgicas) - Faculdade de Medicina, Universidade Federal do Ceará, Fortaleza, 2010.
Abstract in Portuguese: O câncer de pênis é uma neoplasia rara nos países desenvolvidos, porém preocupante nos países da America Latina, Ásia e África. No Brasil representa cerca de 2% dos tumores malignos masculinos. Considerando essa incidência, estima-se para 2010 cerca de 160 casos novos no Ceará. Como há uma escassez de publicações sobre esta doença, ainda há inúmeras questões no seu manejo. O pênis tem características de drenagem linfática peculiares. No seu tratamento são realizadas linfadenectomia inguinal bilateral que têm elevada morbidade (edema e infecção de membros inferiores). Cabanas descreveu pela primeira vez o conceito anatômico de linfonodo sentinela que infelizmente não ganhou a confiabilidade esperada. Seguindo a mesma linha de pesquisa de linfonodo sentinela em modelos caninos para mama e estômago, este trabalho tem como objetivo definir um modelo experimental de pesquisa do linfonodo sentinela em pênis de cães, utilizando-se azul patente e o fitato Tecnécio 99mTc . Este modelo pode servir tanto para treinamento de profissionais na pesquisa do linfonodo sentinela para o câncer de pênis, quanto para avaliar outros métodos de pesquisa factíveis que possam ser levados para prática clínica. Foram utilizados nos procedimentos 19 cães, adultos, sadios, sem raça definida, com peso variando entre 10 e 20kg. Infiltrou-se 0,2 ml de solução fisiológica contendo 5milicurriei de Tecnécio na borda anterior da glande peniana (eixo de 12h); após 10 minutos injetou-se 0,5mL de azul patente no mesmo local. Esperado mais 10 minutos pesquisou-se transcutaneamente com o probe pontos “quentes” na região inguinal e cadeias ilíacas. Neste local realizou-se incisão e avaliou-se com o detector de radiação portátil o linfonodo sentinela in-vivo e ex-vivo, anotando-se os valores. Registrados os linfonodos corados e não corados com azul patente foi feito a análise estatística e intercessão dos dois métodos. Nesse estudo observa-se em 94.76% dos casos a identificação do linfonodo sentinela através do uso do azul patente e do tecnécio. Não houve diferença estatística na sua identificação entre os lados direito e esquerdo (P>0,05) e houve boa correlação entre os métodos de coloração pelo azul patente e de marcação com tecnécio (kappa:0,642) à direita e correlação perfeita entre os métodos à esquerda ( kappa:1), indicando uma boa constância nos procedimentos. Diante dos resultados obtidos, pode-se concluir que a pesquisa no linfonodo sentinela no pênis do cão é exeqüível. Palavras-chave: Cancêr Pênis. Biópsia de Linfonodo Sentinela. Tecnécio. Modelos Animais.
Abstract: Cancer of the penis is a rare neoplasm in developed countries, but troubling in the countries of Latin America, Asia and Africa. In Brazil represents about 2% of male malignancies. Considering this incidence is estimated for 2010 some 160 new cases in Ceará. Because there is a scarcity of publications on this disease, there are still numerous issues in their management. The penis has peculiar features of lymphatic drainage. In its treatment are carried out bilateral inguinal lymphadenectomy, which have high morbidity (infection and swelling of limbs). Cabanas first described the anatomical concept of sentinel lymph node which unfortunately did not win the reliability expected. Perhaps the disbelief in this procedure refers to the fact that few series deserve credibility, which hinders their diffusion as well as high rates of false negatives. Following the same line of sentinel lymph node in canine models for breast and stomach, this work aims to define an experimental model of sentinel lymph node in dog penis, using patent blue and technetium 99m phytate This model can serve both for training of professionals in the sentinel lymph node biopsy for penile cancer, how to evaluate other feasible research methods that can be brought into clinical practice. Procedures were used in 19 dogs, healthy adult, mixed breed, weighing between 10 and 20kg. Infiltrated 0.2 ml of saline containing Technetium 5μCi the leading edge of the glans penis (shaft 12h), after 10 minutes injected with 0.5 mL of patent blue in one place. Waiting over 10 minutes was searched with the probe transcutaneously hot spots in the inguinal and iliac chains. In this place an incision was made and evaluated with the probe sentinel lymph node in-vivo and ex vivo, writing down the values. Registered lymph nodes stained and not stained with blue dye was performed statistical analysis and intercession of the two methods. It is observed in this study, the identification of 94.76% of the SLN. There was no statistical difference between right and left sides (P> 0.05) and there was good correlation between the methods of patent blue staining and labeling with technetium (kappa: 0.642) on the right and perfect correlation between the methods the left ( kappa: 1) indicating a good consistency in the procedures. Based on these results, we can conclude that research in the penis linfondo sentry dog is feasible. Keywords: Sentinel Lymph Node biopsy. Penile cancer. Technetium. Animal models
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/34604
Appears in Collections:DCIR - Dissertações defendidas na UFC

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2011_tese_btaleitao.pdf1,21 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.