Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/3464
Título: Lima Barreto: Anarquismo, Antipatriotismo, Forma Literária
Título em inglês: Lima Barreto: Anarchism, Unpatriotic and Literary Form
Autor(es): Bezerra, Jane Mary Cunha
Orientador(es): Silva, Odalice de Castro
Palavras-chave: Letras
Anarquismo
Antipatriotismo
Forma Literária
Barreto,Lima,1881-1922.Triste fim de Policarpo Quaresma - Crítica e Interpretação
Barreto,Lima,1881-1922.Recordações do escrivão Isaías Caminha - Crítica e Interpretação
Anarquismo na Literatura
Antipatriotismo na Literatura
Análise do discurso Narrativo
Anarchism
Homeland
Literary Form
Data do documento: 2010
Editor: http://www.teses.ufc.br
Citação: BEZERRA, J. M. C. ; SILVA, O. C. (2010)
Resumo: Lima Barreto, apontado pela crítica como um dos maiores romancistas brasileiros dos primeiros anos do século XX, em cuja obra observa-se o uso de uma linguagem coloquial, com conteúdo predominantemente social e de caráter crítico, no que diz respeito a um período de transição por que passava o Brasil rumo à Modernidade. Em Triste Fim de Policarpo Quaresma o autor discute, através do narrador, alguns conceitos polêmicos do início do século XX, como a ideia de pátria, levando o leitor a questionar os problemas do patriotismo exacerbado abraçado pelo protagonista Policarpo Quaresma, uma das mais comoventes e idealistas figuras da ficção brasileira. Lima Barreto é também apontado por alguns críticos como Francisco Foot Hardman, Antonio Arnoni Prado e por seu biógrafo Francisco de Assis Barbosa como um escritor ligado às ideias anarquistas. Essas ideias constam de suas crônicas e revistas da época, mas também pode-se percebê-las na forma livre como compôs sua ficção. Por causa do caráter despojado de sua escrita e devido à sua narrativa deslocada das normas cultas, o escritor transformou sua obra em um objeto de polêmica; além disso, foi encarado como um artista que inseriu em sua ficção elementos retirados da vida pessoal, sobretudo nas Recordações do Escrivão Isaías Caminha, seu romance de estreia. Suas narrativas se caracterizam, entre outras peculiaridades, por combinar elementos de gêneros diversos (romances, contos, novelas, crônicas, crítica literária e teatro), linguagem coloquial, ironia e a representação da sociedade e dos homens num período conturbado da história do Brasil e do mundo. Essa pesquisa discute como esses aspectos externos foram filtrados pela visão do escritor e transformados em elementos da estrutura narrativa.
Descrição: BEZERRA, Jane Mary Cunha. Lima Barreto: anarquismo, antipatriotismo, forma literária. 2010. 129f. Dissertação (Mestrado em Letras) – Universidade Federal do Ceará, Departamento de Literatura, Programa de Pós-Graduação em Letras, Fortaleza-CE, 2010.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/3464
Aparece nas coleções:PPGLE- Dissertações defendidas na UFC

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2010_DIS_JMCBEZERRA.pdf870,96 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.