Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/35281
Title in Portuguese: Distribuição geográfica de infraestrutura no Brasil
Author: Rodrigues, David Augusto Ximenes
Advisor(s): Pereira, Ricardo Antonio de Castro
Keywords: Desenvolvimento econômico
Infraestrutura (Economia)
Políticas públicas - Brasil
Issue Date: 2016
Citation: RODRIGUES, David Augusto Ximenes. Distribuição geográfica de infraestrutura no Brasil. 2016. 153 f. TCC (graduação em Ciências Econômicas) - Universidade Federal do Ceará, Faculdade de Economia, Administração, Atuária e Contabilidade, Fortaleza/CE, 2016.
Abstract in Portuguese: A participação do governo na economia está longe de ser um consenso na literatura econômica. A intervenção do Estado através de sua política fiscal deve dosar, na maioria dos casos, um trade-off entre as externalidades positivas geradas pelos gastos públicos e o efeito negativo no produto devido a restrição imposta aos agentes econômicos, caracterizadas por um imposto distorcido, corrupção e até por causa de uma alocação ineficiente desses gastos. Porém, analisando a influência da política fiscal sobre o crescimento econômico, diversos trabalhos encontrados na literatura econômica sugerem uma relação positiva entre elas, principalmente se esses gastos do governo são em infraestrutura. Os gastos com infraestrutura tem uma natureza peculiar dentre todos outros gastos do governo, normalmente, eles não rivalizam com o setor privado e alguns casos aumentam a produtividade do mesmo. O objetivo deste trabalho é, no entanto, mapear e qualificar a oferta de infraestrutura dos Estados brasileiros. Com isso, fazer uma relação com o Produto Interno Bruto de cada Estado. Deste modo, através desse estudo, buscamos mostrar o papel produtivo das infraestruturas na composição dos produtos dos Estados, corroborando com os estudos que apontam para uma relação positiva entre os gastos públicos em infraestrutura e crescimento econômico. Também podemos identificar disparidades e carências de alguns estados e assim, fornecer informações para a tomada de decisões dos formuladores da política fiscal, em especial no que tange a qualidade dos gastos públicos e a carga tributaria.
Abstract: The government participation in the economy is far from being a consensus in the economic literature. The intervention of the State through its fiscal policy should dose, in most cases, a trade-off between the positive externalities generated by public spending and the negative effects on the product due to restrictions imposed on economic agents, characterized by a distorted tax, corruption and even inefficient allocation of these expenses. However, analyzing the influence of fiscal policy on economic growth, several studies in the economic literature suggest a positive relationship between them, especially if these are government spending on infrastructure. The infrastructure spending has a peculiar nature among all other government spending: usually they do not rival with the private sector and in some cases increase their productivity. The objective of this work is to qualify and map the infrastructure of the Brazilian states and, with this, make a relation with the Gross Domestic Product of each state. Thus, through this study, we seek to show the productive role of infrastructure in the composition of the products of states, corroborating with studies that show a positive relationship between public infrastructure spending and economic growth. We can also identify disparities and deficiencies in some states and thus provide information for the decision-making of the formulators of fiscal policy, especially regarding the quality of public spending and the tax burden.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/35281
metadata.dc.type: TCC
Appears in Collections:CIÊNCIAS ECONÔMICAS - Monografias

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2016_tcc_daxrodrigues.pdf1,24 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.