Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/3531
Título: As (des) razões da razão esclarecida
Autor(es): Nanan, Ana Carolina Severiano Barreira
Palavras-chave: Esclarecimento
Desencantamento do mundo
Emancipação
Enlightenment
Disenchantment of the world
Emancipation
Data do documento: 2010
Editor: Argumentos Revistas de Filosofia
Citação: Nanan, A. C. S. B. (2010)
Resumo: No presente trabalho pretendo apresentar as razões pelas quais o projeto do esclarecimento de dissolver os mitos e instaurar o reino da razão, ao invés de conduzir a humanidade a um estado verdadeiramente humano, teria realizado uma nova espécie de barbárie. No processo de racionalização ocidental chamado por Max Weber de desencantamento do mundo (Entzauberung der Welt), Adorno e Horkheimer denunciam uma irrefreável regressão revelada sobretudo na reificação do pensamento em um processo automático e autônomo limitado a capacidade de repetir o meramente factual e na transformação da própria razão em simples “adminículo da aparelhagem econômica”. Para possibilitar de fato a realização do esclarecimento, que parece haver abdicado de si mesmo, Adorno e Horkheimer sugerem uma teoria intransigente capaz de inverter a direção do espírito do progresso impiedoso, recuperar a imaginação revolucionária e estabelecer uma práxis verdadeiramente emancipatória.
Abstract: In the present study I intend to present the reasons why the enlightenment project, created to dissolve myths and to install the kingdom of reason, instead of conducing humanity to a truly human state, has led to a new kind of barbarism. In the process of Western rationalism labeled by Max Weber the ‘disenchantment of the world’ Adorno and Horkheimer denounce an unstoppable regression revealed, above all, as the reification of thought as an automatic and autonomous process limited by one’s capacity of repeating the mere factual, and also in the transformation of reason itself into a simple artifact of economic apparatus. To allow for realization of enlightenment project, which seems to have refrained from itself, Adorno and Horkheimer suggest a unyielding theory capable of reversing the implacable ‘spirit of progress’, of recuperating revolutionary imaginaries and of clarifying praxis that is truly emancipatory.
Descrição: NANAN, Ana Carolina Severiano Barreira. As (des) razões da razão esclarecida. Argumentos Revista de Filosofia, Fortaleza, v. 2, n. 3, p. 169-177, 2010.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/3531
ISSN: 1984-4255 on-line
1984-4247 Impresso
Aparece nas coleções:PPGFILO - Artigos publicados em revistas científicas

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2010_Art_ACSBNanan.pdf115,33 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.