Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/35349
Title in Portuguese: Associação entre raça/cor da pele e parto prematuro: revisão sistemática com meta-análise
Title: Association between race/skin color and premature birth: a systematic review with meta-analysis
Author: Oliveira, Kelly Albuquerque de
Araújo, Edna Maria de
Casotti, Cesar Augusto
Santos, Djanilson Barbosa dos
Silva, Carlos Alberto Lima da
Oliveira, Keyte Albuquerque de
Keywords: Nascimento Prematuro
Epidemiologia
Origem Étnica e Saúde
Metanálise
Issue Date: Apr-2018
Publisher: Revista de Saúde Pública
Citation: OLIVEIRA, K. A. de et al. Associação entre raça/cor da pele e parto prematuro: revisão sistemática com meta-análise. Revista de Saúde Pública, São Paulo, v. 52, n. 26, p. 1-11, abr. 2018.
Abstract in Portuguese: OBJETIVO: Analisar a associação entre raça/cor da pele e a ocorrência da prematuridade. MÉTODOS: Meta-análise com estudos observacionais, selecionados por revisão sistemática em bases de dados bibliográficos Medline e Biblioteca Virtual da Saúde com os descritores: “Race or ethnic group” e “ethnicity and health” associados às palavras “infant premature” e “obstetric labor premature”. Foram incluídos os artigos publicados no período de 2010 a 2014, do tipo epidemiológico observacional, nas línguas portuguesa, inglesa e espanhola. Foram excluídos os artigos que não possuíam resumos ou que fossem artigos de revisão, teses, dissertações e editorias. Foi adotado o risco relativo e seus respectivos intervalos de confiança (IC95%) como medidas de efeito, obtidos por meio do modelo de efeito aleatório e representados a partir do gráfico do tipo forest plot. Para analisar os possíveis vieses de publicação e qualidade dos estudos, foi utilizado o teste de Egger e a escala de Newcastle-Ottawa, respectivamente. RESULTADOS: Dos 926 artigos identificados, 17 foram elegíveis para o estudo. Dos 17 textos completos publicados, sete eram estudos de coorte retrospectiva, nove eram transversais e um era caso-controle. Com exceção de um estudo, os demais relataram associação positiva entre a raça/cor da pele e a prematuridade. Comparado com recém-nascidos a termo, o risco relativo do efeito combinado naqueles que nasceram prematuros foi de 1,51 (IC95% 1,39–1,69). O gráfico de funil sugeriu viés de publicação. CONCLUSÕES: A presente meta-análise indicou uma associação positiva para o risco da prematuridade segundo a raça/cor da pele.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/35349
ISSN: 0034-8910 (Impresso)
1518-8787 (Online)
Appears in Collections:DFAR - Artigos publicados em revistas científicas

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2018_art_kaoliveira.pdf291,24 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.