Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/3562
Título: O tempo bom do farol: transgressão, sociabilidade e afeto nas trajetórias de ex-prostitutas idosas
Título em inglês: "O tempo bom do Farol": Transgression, sociability and afection in trajectories of elderly former prostitutes.
Autor(es): PINHO, Érika Bezerra de Menezes
Orientador(es): PAIVA, Antonio Cristian Saraiva
Palavras-chave: Prostituição
Memória
Sociabilidade
Velhice
Transgressão
Prostitution
Memory
Sociability
Old age
Transgression
Data do documento: 2012
Editor: http://www.teses.ufc.br
Citação: PINHO, E. B. de M. ; PAIVA, A. C. S. (2012)
Resumo: Esta dissertação foi elaborada a partir de narrativas de histórias de vida de seis mulheres idosas, que exerceram o meretrício na zona do Farol do Mucuripe, em Fortaleza, nas décadas de 1960 a 1980. Para este trabalho, foram utilizados métodos da história oral, aliados a estratégias próprias do fazer etnográfico, que incluíram a interpretação dos significados culturais presentes nas falas e práticas das pesquisadas, assim como a presença da pesquisadora no bairro Serviluz, onde as mesmas residem, de modo a criar uma rede de relações própria ao desenvolvimento da pesquisa. Os conteúdos apresentados nas falas foram a base de escolha das categorias privilegiadas na análise final, a saber: as características da sociabilidade nos contextos prostituintes referidos, o suposto aspecto transgressor das práticas e discursos e a presença do afeto como componente da modalidade de meretrício descrita pelas entrevistadas. Diante de modelos restritos para a vivência da condição feminina, as mulheres pesquisadas fizeram parte da construção coletiva de um modo sui generis de se tornar mulher, em que os esforços pessoais eram dirigidos à busca de autonomia subjetiva. Ao longo deste processo, entretanto, as personagens deste estudo mantiveram a conformidade com valores tradicionais sobre a sexualidade e o papel da mulher na sociedade. Conclui-se que a prática da prostituição na zona de meretrício do Farol, nas décadas relatadas, concorreu para o reforço da moral estabelecida. Assim, a existência de um local reservado para a sexualidade fora da instituição do casamento possibilitava que o descumprimento à norma social ocorresse de forma organizada e não-transgressora.
Abstract: O tempo bom do Farol": Transgression, sociability and afection in trajectories of elderly former prostitutes. Resumo This dissertation was built upon narratives of stories of elderly women's lives who worked as prostitutes in the area known as Farol do Mucuripe, in Fortaleza, from 1960 to 1980. For this work, were used methods of oral history, combined with ethnographic strategies, such as the interpretation of cultural meanings and practices presented in the speeches of the interviewees, as well as the presence of the researcher in the district of Serviluz, where they reside, in order to create a network of relationships favorable to the development of this research. The contents of the speeches were the basis for the choice of central categories of the final analysis, namely the characteristics of sociability in that prostitutional context, the supposed transgressive aspect of the practices and discourses and the presence of affect as a component of the modality of prostitution described by the interviewees. Confronted with restrictive models to the experience of womanhood, the women surveyed were part of the collective construction of a sui generis way to become a woman, in which the personal efforts were directed to the search for subjective autonomy. Throughout this process, however, the characters in this study maintained compliance with traditional values ​​about sexuality and the role of women in society. It is concluded that the practice of prostitution in red-light area known as Farol, during the reported decades, helped to strengthen the established morals. Thus, the existence of a specific place for sexuality outside the institution of marriage allowed that the noncompliance of social norms occurred in an organized and non-transgressive way.
Descrição: PINHO, Érika Bezerra de Meneses. O tempo bom do farol: transgressão, sociabilidade e afeto nas trajetórias de ex-prostitutas idosas. 2012. 239f. Dissertação (Mestrado em Sociologia) - Universidade Federal do Ceará, Departamento de Ciências Sociais, Programa de Pós-Graduação em Sociologia, Fortaleza-CE, 2012.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/3562
Aparece nas coleções:PPGS - Dissertações defendidas na UFC

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2012_Dis_EBMPinho.pdf4,89 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.