Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/3572
Título: Trajetórias de mulheres negras líderes de movimentos sociais em Araraquara - SP: estratégias sociais na construção do modo de vida
Título em inglês: Paths of black women leaders in social movements Araraquara-SP: social strategies in the construction of livelihoods
Autor(es): SILVA, Maria Aparecida
Orientador(es): CUNHA JÚNIOR, Henrique Antunes
Palavras-chave: Mulher Negra
Relações de Gênero
Educação
Relações Sociais da População Negra
Movimento Social Negro
Black Women
Gender Relations
Education
Social Black Population
Black Social Movement
Negras - Araraquara(SP)
Negras - Identidade racial - Araraquara(SP)
Movimentos sociais - Araraquara(SP)
Mulheres - Araraquara(SP) - Atividades políticas
Participação social - Araraquara(SP)
Mulheres - Educação - Araraquara(SP)
Data do documento: 2011
Editor: http://www.teses.ufc.br
Citação: SILVA, M. A. ; CUNHA JÚNIOR, H. A. (2011)
Resumo: Esta tese versa sobre as experiências de mulheres negras participantes do movimento social negro, organizadoras de eventos culturais e ou freqüentadoras de espaço de maioria afrodescendente moradoras de dois bairros da cidade de Araraquara, interior de São Paulo, a saber: o Santana e a Vila Xavier. A investigação é qualitativa e procede a partir da década de 1970 a 2010 com o recurso metodológico da história oral tendo como ferramenta para a coleta de dados a entrevista, com depoimentos de 21 mulheres negras que resultou na reconstrução de seus espaços de sociabilidade, no envolvimento na comunidade de maioria afrodescendente, na representação da educação e da escola e no significado dos espaços de atuação em suas vidas. A finalidade é verificar, desvelar e perceber nas experiências dessas mulheres negras as estratégias sociais elaboradas na construção de modos de vida que contribuíram no fortalecimento da identidade, formação e atuação nos movimentos sociais negros. Estas preocupações surgem como uma forma de ampliar a compreensão de como esse contingente se encontra perante a sociedade que tem definido seus papéis sociais. Papéis, aliás, que acabam sendo, de alguma forma, impostos e absorvidos sutilmente como a maneira através das quais as relações sociais são mantidas. A abordagem está fundamentada em três eixos de discussões: gênero, étnicorracial e movimento social negro. Como a pesquisa é com mulheres, é inegável enfrentar as diferenças percebidas como relação de poder entre os sexos e são mulheres negras, o que possibilita a discussão étnicorracial, percebendo as discriminações, as particularidades e singularidades e também o movimento social negro na perspectiva de encaminhamento à formação e empoderamento na condição de liderança. Visibilizá-las significa tirá-las das margens que aparece na sociedade, e construir outra história.
Abstract: This thesis is about the experience of black women living in two different neighbourhoods of Araraquara, state of São Paulo, named Santana and Vila Xavier, who take part in the Black social movement, organizing cultural events or who attend a mainly afro-Brazilian environment. This research is qualitative and starts in the 1970s and ends 2010. Interviews were used as a methodological tool to collect the data featuring orally handed down history. Based on the interviews with 21 black women, their social environment, their insertion into the mainly afro-Brazilian community, the importance of education and schooling, and the significance of their areas of influence and action were reconstructed. The aim of this research is to verify, unveil and understand the social strategies elaborated by these women based on their experience by constructing a way of life that contributes to the strengthening of their identity, their development and performance in the Black social movement. These concerns arise as a way to broaden the comprehension of how this part of the population is perceived by a society that has defined its social roles. Roles that are in a sort of way subtly imposed and absorbed as a mean, by which social relationships are built and maintained. The approach is based on three main points of discussion: gender, ethnic-racial and black social movement. As the research is focused on women it’s inconceivable not to address the differences such as the relationship of power between sexes, and given they are black women, the ethnic-racial discussion about discrimination, particularities and singularities is possible but also the black social movement as a path to education, training and empowerment as a leader. Making them visible is to rescue them from the margins of society and to build a new history.
Descrição: SILVA, Maria Aparecida. Trajetórias de mulheres negras líderes de movimentos sociais em Araraquara - SP: estratégias sociais na construção do modo de vida. 2011. 186f. Tese (Doutorado em Educação) - Universidade Federal do Ceará, Faculdade de Educação, Programa de Pós-Graduação em Educação Brasileira, Fortaleza-CE, 2011.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/3572
Aparece nas coleções:PPGEB - Teses defendidas na UFC

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2011_Tese_MASilva.pdf10,71 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.