Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/36299
Title in Portuguese: A formação da cultura e o lugar do intransmissível na psicanálise
Title: The formation of culture and the place of the non-transferable in psychoanalysis
Author: Viana, Ruth Arielle Nascimento
Advisor(s): Pereira, Caciana Linhares
Keywords: Psicanálise
Cultura
Transmissão
Pulsão
Temporalidade
Issue Date: 2017
Citation: Viana, R. A. N.; Pereira, C. L. (2017)
Abstract in Portuguese: Esta investigação se propõe a dialogar com as teses freudianas acerca da formação da cultura, juntamente com a possibilidade de pensar a dimensão de transmissão – e, logo, concomitantemente, de intransmissível – aí imbricada. Trataremos da subversão freudiana operada com a ruptura da dicotomia entre indivíduo e cultura, e entre corpo e alma, através do conceito de pulsão. Essa ruptura também implica a possibilidade de articular a escuta clínica e as teses sobre a cultura a partir da metapsicologia. A constituição psíquica e a constituição da cultura implicam um modo de conceber a transmissão que lhe conferem uma face terminável e outra interminável. A acepção freudiana de clínica, que envolve uma fala a ser legitimamente escutada justamente no momento em que se faz lacunar, também marca a leitura freudiana da cultura. Nesse ínterim, temos o lugar do inconsciente como operador de uma nova via de possibilidades de conhecimento pela via do não-saber. É aqui que este trabalho reflete sobre uma nova concepção de temporalidade na psicanálise que marca outro modo de compreender a historicidade humana, assim como os desdobramentos que essa questão pode trazer para a problemática da transmissão. O que é intransmissível na cultura pode nos conduzir ao próprio enigma que gira em torno da transmissão. Por fim, se visa construir essa pesquisa de forma que se possa, retroativamente, colocar em questão as próprias particularidades de se produzir uma transmissão em psicanálise a partir deste trabalho.
Abstract: This investigation purposes itself to dialogue with freudian’s thesis about culture’s formation, joined with the possibility to think the transmission’s dimension – and, then, all along, of intransmissible – there imbricated. We’ll treat of freudian’s subversion operated with the rupture of individual and culture’s dichotomy, and between body and soul, through the concept of drive. This rupture also implicates the possibility of articulate the clinic’s listening and the theses about culture departing from metapsychology. The psychic constitution and culture constitution both implicate a way of conceive transmission that gives to it a terminable face and another interminable. The freudian’s meaning of clinic, that involves a speech to be legitimately heard exactly the moment that it turns into a gap, also marks the freudian’s lecture of the culture. In the meantime, we have the unconscious placed as operator of a new way of possibilities of knowledge by the not-knowing. It’s here that this work reflects about a new temporality’s conception in psychoanalysis that marks another form of understanding human’s historicity, as well as the developments that this question can bring to the transmission’s problematic. What is intransmissible at culture can lead us to the proper puzzle that surrounds transmission. Finally, it aims to construct this research in a way that it can, retroactively, put in question the own particularities of to produce a transmission in psychoanalysis from this work.
Description: VIANA, Ruth Arielle Nascimento. A formação da cultura e o lugar do intransmissível na psicanálise. 2017. 64f. - Monografia (TCC) - Universidade Federal do Ceará, Centro de Humanidades, Departamento de Psicologia, Curso de Graduação em Psicologia, Fortaleza (CE), 2017.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/36299
metadata.dc.type: TCC
Appears in Collections:PSICOLOGIA - Monografia

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2017_tcc_ranviana.pdf1,96 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.