Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/3641
Título: Escola Agnes June Leith: formação e práticas curriculares de visitadoras de alimentação (1944–1966)
Título em inglês: Agnes June Leith School: training and curriculum practices of feeding visits (1944-1966)
Autor(es): Cidrack, Marlene Lopes
Orientador(es): Bezerra, José Arimatea Barros
Coorientador(es): Brandão, Maria de Lourdes Peixoto
Palavras-chave: Educação Alimentar
História e Práticas Curriculares
Food Education
History and Curricular Practices
Escola de Visitadoras de Alimentação Agnes June Leith
Visitas Domiciliares(Educação) – Ceará – 1944–1966
Hábitos Alimentares – Ceará – 1944–1966
Educadoras – Ceará – 1944–1966
Política Alimentar – Brasil – 1944–1966
Data do documento: 2010
Editor: http://www.teses.ufc.br
Citação: Cidrack, M. L.; Bezerra, J. A. B.; Brandão, M. L. P. (2010)
Resumo: Pesquisa sobre a constituição do campo de saber em alimentação e nutrição, com enfoque no espaço formativo e nas práticas curriculares intervencionistas das Visitadoras de Alimentação no cenário político e institucional do SAPS–CE no período de 1944 a 1966. Para análise da formação dessas profissionais, tomou–se a experiência da Escola de Visitadoras de Alimentação Agnes June Leith – EVA, que funcionou no estado do Ceará neste período, com foco nas vivências cotidianas e práticas curriculares do curso, centrando a investigação nas ações de educação alimentar junto à classe trabalhadora, escolares e população em geral. O estudo teve por objetivo principal reconstruir e investigar o espaço formativo e as práticas curriculares intervencionistas das Visitadoras de Alimentação no cenário político e institucional do SAPS–CE, no período de 1944 a 1966. A abordagem metodológica foi baseada na Teoria da ação social, de Pierre Bourdieu, com destaque para as noções de campo e habitus, nos fundamentos da História Oral e da Teoria crítica de currículo, referencial que se completou com os conceitos de alimento, comida e práticas alimentares provenientes da Antropologia. As fontes utilizadas foram: relatos orais obtidos por meio de entrevistas com pessoas que fizeram parte da referida escola, como diretoras, professoras, alunas e funcionárias, e funcionários do SAPS, instituição à qual a EVA pertencia; jornais de grande circulação da época, cadernos de aula do curso de Visitação Alimentar, anais do Congresso de Visitadoras de Alimentação, livros, revistas, documentos oficiais e fotografias. Conclui–se que a Escola exerceu uma ação político–cultural no campo do saber em Alimentação e Nutrição no Ceará e no Brasil, contribuindo para a formação de recursos humanos engajados na luta contra a fome, a desnutrição e a pobreza, e que as Visitadoras de Alimentação executaram a função de educadoras em alimentação e difusoras dos princípios da alimentação racional, contribuindo no processo de busca de representação social desse saber.
Abstract: A research on the constituent elements of food and nutrition expertise with its focus on both the formative space and the intervening curricular practices of the “Visitadoras de Alimentação” (Dietary Education Visitors) in the political and institutional scenario of “SAPS” (Social Security Food Service) which operated in the State of Ceará from 1944 to 1966. For the analysis of the training of those professionals. “Agnes June Leith” Dietary Education Visitors School – so–called “EVA” – was selected; it operated in the State of Ceará from 1944 to 1966 focusing on daily experiences and curricular practices of the course, concentrating its investigation on the actions of dietary education amongst working–class members, students and the population as a whole. The study was aimed at rebuilding the educational space and investigate the curriculum practices of interventional feeding visits in the political and institutional SAPS–EC in this period. The methodological approach adopted was based on Pierre Bourdieu´s Social Action Theory with its emphasis both on the notions of field and habitus, as well as on the bases of Oral History and the Theory of Curricular Criticism, a landmark which was completed by the concepts of food, meal and eating practices originated from Anthropology. The sources used were the following oral reports obtained by way of interviews with people who had been part of the referred to school, such as principals, teachers, students and employees as well as “SAPS” employees – the institution to which “EVA” BELONGED; most popular newspapers at that time, exercise books of the course on Dietary Education Visitors, annals of Conferences on Dietary Education, books, magazines, officials documents and photographs. One can arrive at the conclusion that that School played a political–cultural role in the field of Food and Nutrition Education in the State of Ceará and in Brazil, contributing to the enhancement of human resources engaged in the struggle against hunger, malnutrition and poverty, and that the Dietary Education Visitors played a part as food educators and messengers of the principles of rational eating habits, contributing to the searching process for the social representation of such expertise.
Descrição: CIDRACK, Marlene Lopes. Escola Agnes June Leith: formação e práticas curriculares de visitadoras de alimentação (1944–1966). 2010. 186 f. Tese (Doutorado em Educação) – Universidade Federal do Ceará, Faculdade de Educação, Programa de Pós-Graduação em Educação Brasileira, Fortaleza-CE, 2010.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/3641
Aparece nas coleções:PPGEB - Teses defendidas na UFC

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2010_TESE_MLCIDRACK.pdf6,12 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.