Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/36497
Title in Portuguese: Tecnologias sociais para a convivência com o semiárido: caso do assentamento Juazeiro, Independência, Ceará
Author: Figueiredo, Geórgia Pitombeira
Advisor(s): Alencar, Francisco Amaro Gomes de
Keywords: Semiárido
Tecnologias Sociais
Agroecologia
Permacultura
Issue Date: 2014
Citation: FIGUEIREDO, G. P (2014)
Abstract in Portuguese: Por localizar-se numa área de semiaridez, a região Nordeste é a área do Brasil que mais sofre com a escassez de água. Apresenta regimes pluviométricos e climatológicos irregulares, implicando diretamente na hidrografia da região. Antigamente o Estado Brasileiro qualificava o Semiárido como um obstáculo para as necessárias mudanças sociais, econômicas e ambientais na região, fomentando Políticas Públicas que tinha como princípio o combate às secas, não observando os aspectos sociais, culturais e ambientais que compunha seu ecossistema. As práticas de convivência com o semiárido, baseadas não só apenas nas tecnologias, mas além de tudo, nas vivências e experiências realizadas a partir do contato das/os camponesas/es com a realidade local, podem servir como modelo para outras comunidades sertanejas. O objetivo dessa pesquisa é identificar e analisar as práticas e tecnologias de convivência com semiárido, desenvolvidos no Assentamento Juazeiro, localizado no Município de Independência, Estado do Ceará. Esta pesquisa se volta para os saberes desenvolvidos pelas/os assentadas/os e para as tecnologias sociais inseridas na comunidade, se alinhando aos conceitos da Agroecologia, Permacultura e Agricultura Familiar. O Assentamento Juazeiro guarda um conjunto de saberes e tecnologias que fazem com que a comunidade habitue-se, com qualidade de vida e produtiva, aos períodos climáticos críticos. As práticas e tecnologias sociais voltadas para a convivência com o semiárido devem ser parte de um processo de aprendizagem e experimentação por parte das/os camponesas/es cujo resultado será a construção de um saber que não desvincula o conhecimento popular do conhecimento científico. Contudo, a união desses saberes possibilita a construção de uma rede de informações e tecnologias que se forma a partir da ideia de convivência e experimentação local.
Abstract: Because it is located in a semi-arid area, the Brazilian Northeast region is the area that suffers most from water shortages. It presents irregular pluviometric and climatological regimes, implying directly on the hydrography of the region. In the past, the Brazilian State characterized the semi-arid as an obstacle to the necessary social, economic and environmental changes in the region, fomenting Public Policies that had as a principle the fight against droughts, not observing the social, cultural and environmental aspects that constituted its ecosystem. Practices of living with the semi-arid region, based not only on technologies but also on the experience gained from the peasants' contact with the local reality, can serve as a model for other rural communities. The objective of this research is to identify and analyze the practices and technologies of coexistence with the semiarid, developed in the Juazeiro Settlement, located in the Municipality of Independência, State of Ceará. This research focuses on the knowledge developed by the settlers and the social technologies inserted in the community, aligning themselves with the concepts of Agroecology, Permaculture and Family Agriculture. The Juazeiro Settlement detains a set of knowledge and technologies that permit the community to live productively, with quality of life during critical climatic periods. The social practices and technologies aimed at living with the semi-arid region must be part of a learning and experimentation process by the peasants whose result will be the construction of a knowledge that does not dissociate popular knowledge from scientific knowledge. However, the union of this knowledge makes possible the construction of a network of information and technologies that is formed from the idea of coexistence and local experimentation.
Description: FIGUEIREDO, Geórgia Pitombeira. Tecnologias sociais para a convivência com o semiárido: caso do assentamento Juazeiro,Independência, Ceará. Geórgia Pitombeira Figueiredo. 2014. 130 f. Dissertação (Mestrado em Desenvolvimento e Meio Ambiente)-Universidade Federal do Ceará, Fortaleza, 2014.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/36497
metadata.dc.type: Dissertação
Appears in Collections:PRODEMA - Dissertações defendidas na UFC

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2014_dis_gpfigueiredo.pdf6,88 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.