Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/3658
Título: Interpretar é reconhecer-se no outro: o conceito davidsoniano de interpretação radical.
Autor(es): Fontenele, Ednalva Melo
Palavras-chave: Donald Davidson
Interpretação Radical
Princípio de Caridade
Interprétation radicale
Principe de Charité
Data do documento: 2011
Editor: http://filosofia.ufc.br/argumentos/
Citação: Fontenele, E. M. (2011)
Resumo: Este artigo pretende apresentar o conceito de interpretação radical desenvolvido por Donald Davidson. Tal conceito relaciona pensamento, linguagem e mundo, de modo a considerar que só a comunicação pode proporcionar o conceito, sendo o diálogo o contexto real de toda e qualquer objetividade. Para Davidson, não há significação sem interpretação e sem compreensão.Nós só interpretamos à medida que reconhecemos no outro as nossas próprias normasde consistência lógica, à medida que reconhecemos o outro como racional e coerente.
Descrição: FONTENELE, Ednalva Melo. Interpretar é reconhecer-se no outro: o conceito davidsoniano de interpretação radical. Argumentos Revista de Filosofia, Fortaleza, v. 3, n. 5, p. 121-126, 2011.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/3658
ISSN: 1984-4247 (impresso)
1984-4255 (on-line)
Aparece nas coleções:PPGFILO - Artigos publicados em revistas científicas

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2011_Art_EMFontenele.pdf89,68 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.