Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/36900
Título: Zinco e manganês orgânicos e vitamina d3 em rações de poedeiras com idade avançada
Autor(es): Santos, Edibergue Oliveira dos
Orientador(es): Freitas, Ednardo Rodrigues
Coorientador(es): Nepomuceno, Rafael Carlos
Palavras-chave: Desempenho
Qualidade da casca
Estabilidade lipídica
Qualidade óssea
Data do documento: 2017
Citação: SANTOS, Edibergue Oliveira dos. Zinco e manganês orgânicos e vitamina d3 em rações de poedeiras com idade avançada. 2017. 53 f. Dissertação (Mestrado em Zootecnia)-Universidade Federal do Ceará, Fortaleza, 2017.
Resumo: A produção de ovos comerciais apresenta limitações com o avançar da idade das poedeiras, devido ao aumento das perdas de ovos decorrente da má qualidade da casca. Objetivou-se nesse estudo avaliar os efeitos da suplementação dos microminerais orgânicos zinco e manganês e vitamina D3 nas rações de poedeiras com 86 a 100 semanas de idade. Além de avaliar esses efeitos sobre o desempenho, qualidade de ovos, estabilidade lipídica de ovos armazenados e qualidade óssea. Foram utilizadas 288 poedeiras da linhagem Dekalb White com 86 semanas de idade, distribuídas em delineamento inteiramente casualizado, com 6 tratamentos de 6 repetições de 8 aves cada. Os tratamentos foram uma ração controle e rações com suplementações com zinco, manganês, zinco e manganês, vitamina D3 e zinco, manganês e vitamina D3. No desempenho, não houve interação significativa entre os tratamentos e o período de avaliação para nenhuma das variáveis; mas houve diferença significativa sobre o consumo de ração com menores valores para as aves suplementadas com manganês orgânico que apresentaram o menor resultado. Também foi observada diferença significativa entre os períodos para todas as variáveis, com exceção para o peso do ovo. Quanto à qualidade dos ovos não houve interação significativa entre as rações e o período de avaliação para nenhuma das variáveis. Contudo, a alimentação recebida pelas poedeiras influenciou significativamente a espessura da casca, observou-se que a suplementação com zinco e manganês orgânicos, somente com vitamina D3 ou com zinco e manganês orgânicos e vitamina D3 resultou em espessura superior a dos ovos oriundos das aves que receberam ração controle, não havendo diferença para as demais variáveis. Para a estabilidade lipídica da gema, medida pelos valores de TBARS, verificou-se que não houve interação significativa entre as rações e tempo de armazenamento. Observou-se também que as diferentes suplementações não influenciaram significativamente a estabilidade lipídica da gema. No entanto, a estabilidade lipídica variou conforme o tempo de armazenamento, havendo aumento dos valores de TBARS com prolongamento do armazenamento até 28 dias. As diferentes suplementações realizadas na dieta não influenciaram nenhuma das variáveis de qualidade óssea, medidas na tíbia e fêmur das poedeiras. A suplementação, associada ou isolada, dos microminerais orgânicos zinco e manganês e de vitamina D3 (25-OHD3) na dieta de poedeiras em idade avançada não influencia o desempenho, a estabilidade lipídica da gema de ovos frescos e armazenados e a qualidade óssea; porém, a suplementação conjunta de zinco e manganês, somente vitamina D3, ou a combinação desses dois minerais orgânicos com vitamina D3 melhoram a espessura da casca do ovo.
Abstract: The production of commercial eggs presents limitations with the advancing age of laying hens, caused by the increase of egg losses due to the poor quality of the eggshell. The objective of this study was to evaluate the effects of supplementation with the organic microminerals zinc and manganese and vitamin D3 in the diets of laying hens from 86 to 100 weeks of age. In addition to evaluating these effects on performance, egg quality, lipid stability of fresh and stored eggs and bone quality. A total of 288 laying hens of the Dekalb White line were distributed in a completely randomized design with 6 treatments of 6 replicates of 8 hens each, in which they were tested: a control diet and other five diets with the supplements of zinc; manganese, zinc and manganese, vitamin D3, zinc, manganese and vitamin D3. In the performance, there was no significant interaction between the treatments and the evaluation period for any of the variables, but there was a significant difference in feed intake, with lower values for the Laying hens supplemented with organic manganese showed the lowest result. It was also observed a significant difference between the periods for all variables, except for egg weight. In the evaluation of egg quality there was no significant interaction between diet and the evaluation period for any of the variables. However, the diet offered to laying hens significantly influenced the egg shell thickness, being observed that the supplementation with organic zinc and manganese, with vitamin D3 alone or with organic zinc and manganese and vitamin D3 resulted in higher thickness than eggs from the birds that received control diet, with no difference for the other variables. The evaluation of the lipid stability of the yolk, measured by the Tbars values, showed that there was no significant interaction between the diets and storage time. It was also observed that the different supplements did not significantly influence the lipid stability of the egg yolk. However, lipid stability varied according to storage time, with increase of Tbars values with storage prolongation up to 28 days. The different dietary supplements did not influence any of the bone quality variables measured in the tibia and femur of the laying hens. The supplementation, associated or isolated, of organic zinc and manganese microminerals and of vitamin D3 (25-OHD3) in the diet of laying hens of old age not influence the performance, lipid stability of fresh and stored egg yolk and bone quality; but supplementation of zinc and manganese alone, vitamin D3 alone, or the combination of these two organic minerals with vitamin D3 improve the egg shell thickness.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/36900
Aparece nas coleções:PPGZO - Dissertações defendidas na UFC

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2017_dis_eosantos.pdf613,39 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.