Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/36905
Title in Portuguese: Entrincheiramento na carreira: a visão de médicos e professores sobre suas trajetórias profissionais
Author: Rodrigues, Luciano Santos
Advisor(s): Pinho, Ana Paula Moreno
Keywords: Carreira
Entrincheiramento
Mudança
Profissão
Issue Date: 2017
Citation: RODRIGUES, Luciano Santos. Entrincheiramento na carreira: a visão de médicos e professores sobre suas trajetórias profissionais. 2017. 63 f. Trabalho de Conclusão de Curso (graduação em Administração) - Universidade Federal do Ceará, Faculdade de Economia, Administração, Atuária e Contabilidade, Fortaleza, 2017.
Abstract in Portuguese: A presente monografia trata do tema entrincheiramento na carreira, baseado nas proposições de Carson et al. (1995), que consiste em uma imobilidade ocupacional devida a investimentos realizados, custos emocionais envolvidos e à percepção de falta de alternativas, dimensões que tornam difícil uma mudança de carreira. O objetivo é verificar a noção de médicos e professores sobre o tema e identificar possíveis efeitos sobre a trajetória de carreira. Em relação à metodologia, a pesquisa classifica-se como qualitativa e de natureza exploratória; a pesquisa qualitativa é um meio dinâmico de relacionar o mundo real e a subjetividade do indivíduo. Quanto aos meios utilizados foi feito um levantamento bibliográfico e de campo. O tratamento dos dados feito através da análise de conteúdo temática utilizando como referência bibliográfica o autor Laurence Bardin. O instrumento para a coleta de dados foi uma entrevista semiestruturada, realizada com 04 profissionais, os quais, 02 médicos e 02 professores. Os resultados mostraram que um dos profissionais participantes, um médico, vivencia o entrincheiramento na carreira, enquanto os demais são comprometidos com a carreira e não estão entrincheirados. Sugere-se que o estudo pode subsidiar as decisões sobre carreira para indivíduos que ainda não escolheram seu caminho profissional. E, por fim, conclui-se sobre a carência de estudos qualitativos a nível nacional, no intuito de uma melhor compreensão, principalmente para carreiras consideradas vocacionadas como a de médicos e professores.
Abstract: The present monograph deals with the theme of career entrenchment, based on the propositions of Carson et al. (1995), which consists of an occupational immobility due to the investments made, the emotional costs involved and the perception of lack of alternatives, dimensions that make a career change difficult. The objective is to verify the notion of doctors and teachers on the subject and to identify possible effects on the career trajectory. Regarding the methodology, the research is classified as qualitative and exploratory in nature; Qualitative research is a dynamic means of relating the real world and the subjectivity of the individual. As for the means used, a bibliographical and field survey was made. The treatment of the data made through the analysis of thematic content using as bibliographical reference the author Laurence Bardin. The instrument for the data collection was a semi-structured interview, performed with 04 professionals, who, 02 doctors and 02 teachers. The results showed that one of the participating professionals, a doctor, experiences the career entrenchment while the others are committed to the career and are not entrenched. It is suggested that the study may subsidize career decisions for individuals who have not yet chosen their career path. Finally, it is concluded that there is a lack of qualitative studies at the national level, with a view to better understanding, especially for careers considered as doctors and professors.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/36905
metadata.dc.type: TCC
Appears in Collections:ADMINISTRAÇÃO - Monografias

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2017_tcc_lsrodrigues.pdf1,22 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.