Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/37
Título: Componentes somáticos e germinativos ovarianos do caranguejo-uça, Ucides cordatus Linnaeus, 1763 (Decapoda: Ocypodidae)
Autor(es): Santana, Givanildo Ximenes
Leite, Marcos de Miranda Leão
Silva, José Roberto Feitosa
Palavras-chave: Caranguejo-uçá
Ucides cordatus
Data do documento: Jul-2010
Editor: Arquivos de Ciências do Mar
Citação: SANTANA, G. X.; LEITE, M. de M. L.; SILVA, J. R. F. (2010)
Resumo: O caranguejo-uça, Ucides cordatus, é bastante explorado nas regiões Norte e Nordeste, o que pode estar levando a uma depleção dos estoques e redução do tamanho individual. O conhecimento da estrutura histológica e embriológica de seu aparelho reprodutor é importante para auxiliar nas técnicas de manejo e conservação. Esse trabalho objetivou estudar mais detalhadamente os processos de formação dos componentes germinativos e somáticos, relacionados à oôgenese e vitelogênese em fêmeas, caracterizando seus estágios de desenvolvimento gonadal por meio de técnicas histológicas e microscopia de luz. Os caranguejos foram coletados mensalmente, durante o período de novembro a maio e, em seguida, submetidos à dissecção dos ovários. As células germinativas das gônadas constituíramse em oogônias, oócitos pré-vitelogênicos, oócitos vitelogênicos e oócitos maduros. Essas células sexuais foram visualizadas sempre acompanhadas por células somáticas foliculares ou acessórias. Na organização geral do ovário foi possível observar também a presença de revestimento, vasos sanguíneos, seios hemais e lúmen. Os testes histoquímicos mostraram o aparecimento de pequenos grânulos de vitelo contendo proteínas ou lipídios em sua composição. As células foliculares ou acessórias, participam ativamente em cada etapa do desenvolvimento ovariano. Assim, constatou-se que o processo de oogênese em fêmeas do caranguejo-uçá desenvolve-se por estágios e está intrinsecamente relacionado à formação de vitelo durante o crescimento das células germinativas.
Abstract: The mangrove crab, Ucides cordatus, is submitted to intensive exploitation in North and Northeast Brazil, what may be leading to stock depletion and reduction of mean individual size. Thus, the knowledge of the histological and embryological structure of its reproductive organ is important to assist in the conservation management. This research work aims at studying details on the processes of formation of the germinatives and somatic cells, related to oogenesis and vitellogenesis in females, characterizing the different periods of gonadal development through histological and microscopy techniques. The crabs were collected monthly, during the period of November to May, and soon afterwards submitted to the ovary dissection. The germinative cells consisted of oogonia, pre-vitellogenic oocytes, vitellogenic oocytes, and mature oocytes. These sexual cells were always seen to be found together with somatic follicular, accessory cells. In the general organization of the ovary, the presence of lining, blood vessels, hemal sinuses and lumen was noticeable. The histochemical tests have shown the appearance of small yolk granules whose composition include proteins or lipids. In addition to those important germinative elements, the accessory cells participate actively in each stage of the ovarian development. Thus, it was evident that the process of oogenesis in females of the mangrove crab develops by stages and it is intrinsically connected to yolk formation during the germinative cells’ growth
Descrição: SANTANA, Givanildo Ximenes; LEITE, Marcos de Miranda Leão; SILVA, José Roberto Feitosa. Componentes somáticos e germinativos ovarianos do caranguejo-uça, Ucides cordatus Linnaeus, 1763 (Decapoda: Ocypodidae). Arquivos de Ciências do Mar, Fortaleza, v.43, n.1, p.52-57, maio 2010.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/37
ISSN: 0374-5686
Aparece nas coleções:LABOMAR - Artigos publicados em revistas científicas

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2010_art_gxsantana.pdf445,04 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.