Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/37274
Título: Efeito do tratamento com lisdexanfetamina no neurodesenvolvimento de ratos e sua repercussão na fase adulta
Título em inglês: Effect of treatment with lisdexamphetamine on the neurodevelopment of rats and its repercussion in adulthood
Autor(es): Ingelsrud, Salma Suellen de Melo
Orientador(es): Cristino Filho, Gerardo
Coorientador(es): Aguiar, Lissiana Magna Vasconcelos
Palavras-chave: Dimesilato de Lisdexanfetamina
Transtorno de Déficit de Atenção e Hiperatividade (TDAH)
Estresse oxidativo
Data do documento: 24-Ago-2016
Citação: INGELSRUD, S.S.M.
Resumo: O Transtorno de Déficit de Atenção e Hiperatividade (TDAH) está entre os transtornos psiquiátricos mais comuns da infância e adolescência, com taxa de prevalência entre 3,5% a 5,6% da população jovem, e é definido como um padrão persistente de desatenção e/ou hiperatividade-impulsividade, com sintomas evidentes antes dos 12 anos de idade. O Dimesilato de Lisdexanfetamina (LDX) é um novo psicoestimulante utilizado para o tratamento do TDAH com resultados promissores, mas são necessários estudos que verifiquem seus efeitos a longo prazo. Desta forma, o presente estudo se propôs a investigar o efeito do tratamento com LDX no neurodesenvolvimento e sua repercussão na fase adulta, avaliando alterações nos parâmetros comportamentais e neuroquímicos. Foram utilizados ratos Wistar machos, com 21 dias de nascidos, submetidos ao Teste de Campo Aberto e divididos em dois grupos: o grupo experimental, tratado com LDX nas doses de 2mg/kg e 5mg/kg, e o grupo controle, que recebeu solução salina. A droga foi administrada por gavagem ao longo de 10 dias e no ultimo dia de tratamento foi realizado teste comportamental. Decorridos 30 dias após o período de tratamento, sem nenhum procedimento experimental, os animais foram novamente avaliados no Teste de Campo Aberto, sacrificados e dissecados, extraindo suas áreas cerebrais para a realização de testes neuroquímicos, nos quais foram mensurados os níveis de estresse oxidativo por meio da determinação da concentração de nitrito/nitrato, produção de substâncias ácidas reativas ao Ácido Tiobarbitúrico (TBARS) e através da análise dos níveis de Glutationa Reduzida (GSH). Os resultados dos estudos comportamentais e neuroquímicos apontam o aumento da atividade comportamental, elevação da concentração de nitrito/nitrato e da peroxidação lipídica e decréscimos nos níveis de GSH em ratos tratados com 5 mg/kg de LDX em períodos posteriores ao consumo da droga, com alterações na concentração da dopamina e estresse oxidativo persistentes na fase adulta do animal, sugerindo que tratamentos farmacológicos realizados durante a infância e a adolescência podem interferir no neurodesenvolvimento e causar repercussões na idade adulta de seus usuários.
Abstract: The Attention Deficit Hyperactivity Disorder (ADHD) is among the most common psychiatric disorders of childhood and adolescence, with prevalence rates from 3.5% to 5.6% of the young population, and it is defined as a persistent pattern of inattention and/or hyperactivity-impulsivity, with obvious symptoms before 12 years old. The lisdexamfetamine dimesylate (LDX) is a new psychostimulant used to treat ADHD with promising results, but lack studies to verify their long term effects. Thus, the present study was investigated the effect of treatment with LDX in neurodevelopment and its repercussions in adulthood, assessing changes in behavioral and neurochemical parameters. Wistar male rats were used, with 21 days of born, submitted to Open Field Test and divided into two groups: the experimental group, treated with LDX at doses of 2 mg/kg and 5 mg/kg and the control group, which received saline solution. The drug was administered by gavage over 10 days and the last day of treatment the behavioral testing was performed. 30 days after the treatment period, no experimental procedure, the animals were again evaluated in the Open Field Test, sacrificed and dissected, extracting their brain areas for the realization of neurochemical tests, in which the levels of oxidative stress were measured through determining the concentration of nitrite/nitrate, the production of acid reactive substances to thiobarbituric acid (TBARS) and by analyzing the levels of reduced glutathione (GSH). The results of behavioral and neurochemical studies indicate the increased behavioral activity, increased concentration of nitrite/nitrate or lipid peroxidation and decrease in GSH levels in mice treated with 5 mg/kg LDX in periods after useing the drug, with changes in the concentration of dopamine and persistent oxidative stress in the adult animal, which suggests that pharmacological treatments performed during childhood and adolescence may interfere the brain development and cause repercussions in adulthood of the members.
Descrição: INGELSRUD, S.S.M. Efeito do tratamento com lisdexanfetamina no neurodesenvolvimento de ratos e sua repercussão na fase adulta. 76 f. Dissertação (Mestrado) Programa de Pós-Graduação em Biotecnologia, Universidade Federal do Ceará, Sobral, 2016
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/37274
Aparece nas coleções:PPGB - Dissertações defendidas na UFC

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2016_dis_ ssingelsrud.pdf1,07 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.