Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/37560
Título: Seleção de isolados de Bacillus spp. com potencial antagonista para controle de Fusarium oxysporum f. sp. cubense
Autor(es): Alves, Francisco Henrique Nunes da Silva
Orientador(es): Pastori, Patrick Luiz
Coorientador(es): Silva, Christiana de Fátima Bruce da
Palavras-chave: Antagonismo
Mal do Panamá
Controle biológico
Data do documento: 2017
Citação: ALVES, F. H. N. S. (2017)
Resumo: A bananicultura é uma atividade de elevada importância econômica em todo o mundo, com inúmeros países produtores. O Brasil possui um papel de destaque no cultivo da bananeira ocupando o quarto lugar no ranking de produção. O mal do Panamá, doença endêmica das regiões produtoras de banana, é um dos grandes problemas da bananicultura mundial, algumas variedades mostraram-se extremamente suscetíveis ao patógeno, inviabilizando a exploração econômica da bananicultura na região. Bactérias do gênero Bacillus são um dos agentes de controle biológico mais utilizados e comercializados no mundo. Estas bactérias possuem diversos mecanismos de antagonismo, como produção de metabólitos, enzimas, sideróforos, compostos orgânicos voláteis, dentre outros, que asseguram o sucesso competitivo contra outros microrganismos. Nesse contexto, o presente trabalho teve como objetivo selecionar espécies do gênero Bacillus, que apresentem potencial antagonista para controle do mal do Panamá. Para tanto, 50 isolados de Bacillus spp. obtidos da rizosfera de bananeiras e do rabanete foram submetidos a testes in vitro contra Fusarium oxysporum f. sp. cubense (FOC), agente causal do mal do Panamá. No total de 23 isolados apresentaram capacidade de inibição do crescimento micelial, reduzindo em até 61,95% o crescimento do patógeno. Também foi avaliado a capacidade de produção de compostos voláteis dos isolados que mais se destacaram no teste de antagonismo. Dos 5 isolados (44, 59, 71, 99 e 186) de Bacillus spp. testados para produção de compostos orgânicos voláteis, quatro (59, 71, 99 e 186) apresentaram as melhores inibições do crescimento micelial de FOC, quando comparados com a testemunha. Os isolados que mais se destacaram foram submetidos a testes de inibição contra múltiplos patógenos. Apenas os patógenos Rhizoctonia solani, agente causal da rizoctoniose do meloeiro; Lasiodiplodia theobromae, agente causal da resinose do cajueiro e L. theobromae agente causal da podridão de lasiodiplodia em meloeiro, não foram inibidos pelos isolados bacterianos. Conclui-se que, os isolados mais promissores, considerando os mecanismos in vitro de antagonismo, são os isolados 44, 59, 71, 99 e 186, com destaque para o isolado 186 que apresentou uma boa atividade antagônica em todos os testes conduzidos.
Abstract: Banana farming is an activity of great economic importance throughout the world, with numerous producing countries. Brazil has a prominent role in it, occupying the fourth place in the production ranking. The Panama disease is endemic disease in banana producing areas, is one of the greatest problems for banana industry worldwide, some varieties showed to be extremely susceptible to the pathogen, impeding the economic exploitation of the banana crop in such region. Bacteria of the Bacillus genus are some of the most widely used and commercialized biological control agents in the world. These bacteria have several mechanisms of antagonism, such as metabolites production, enzymes, siderophores, volatile organic compounds and others, that ensure competitive success against other microorganisms. In this context, this study aimed to select species of the genus Bacillus, that present antagonistic potential against Panama disease. Therefore, 50 isolates of Bacillus spp. obtained from the banana and radish rhizosphere were submitted to in vitro tests against Fusarium oxysporum f. sp. cubense (FOC), causal agent of the Panama disease. In total, 23 isolates were capable to inhibit mycelial growth, reducing up to 61.95% of pathogen growth. It was also evaluated the production capacity of volatile compounds of the isolates that stood out the most in the antagonism test. Of the five isolates (44, 59, 71, 99 and 186) of Bacillus spp. tested in the test of volatile compounds, four (59, 71, 99 and 186) presented the best inhibitions of FOC mycelial growth when compared to the control. The isolates that stood out the most were submitted to tests of inhibition against multiple pathogens. Only the pathogens Rhizoctonia solani, causal agent of Rhizoctonia canker in melon, Lasiodiplodia theobromae, causal agent of gummosis in cashew tree and L. theobromae causal agent of stem-end rots in melon were not inhibited by the bacterial isolates. From this study, it can be concluded that the most promising isolates, considering the in vitro mechanisms of antagonism are the isolates 44, 59, 71, 99 and 186, especially the isolate 186 which showed a good activity in all tests conducted.
Descrição: ALVES, Francisco Henrique Nunes da Silva. Seleção de isolados de Bacillus spp. com potencial antagonista para controle de Fusarium oxysporum f. sp. cubense. 2017. 44 f. Monografia (Graduação em Agronomia) - Universidade Federal do Ceará, Fortaleza, 2017.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/37560
Aparece nas coleções:AGRONOMIA - Monografias

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2017_tcc_fhnsalves.pdf934,33 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.