Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/38697
Title in Portuguese: Estabilidade de cor e massa de dentes de resina acrílica utilizados em próteses parciais removíveis após imersão em extrato hidroalcoólico de punica granatum Linne
Author: Bezerra, Myllena Rolim
Advisor(s): Fiallos, Ana Cristina de Mello
Keywords: Prótese Dentária
Higienizadores de Dentadura
Punicaceae
Issue Date: 11-Dec-2018
Citation: BEZERRA, M. R. Estabilidade de cor e massa de dentes de resina acrílica utilizados em próteses parciais removíveis após imersão em extrato hidroalcoólico de punica granatum Linne. 2018. 31 f. TCC (Graduação em Odontologia) - Faculdade de Farmácia, Odontologia e Enfermagem, Universidade Federal do Ceará, Fortaleza, 2018.
Abstract in Portuguese: Este estudo objetivou avaliar in vitro o efeito do uso do extrato hidroalcoólico de P. granatum Linné, comumente conhecida com romã, como solução higienizadora de dentes artificiais em resina acrílica utilizados em próteses removíveis após um período simulado de um ano e meio de imersão. Foram utilizados 30 corpos de prova compostos por incisivos centrais superiores em resina acrílica utilizados na confecção de próteses dentárias removíveis. Os espécimes foram distribuídos aleatoriamente em 3 grupos (n=10): água destilada (Controle Negativo), extrato hidroalcoólico de romã à 6,7% e peróxido alcalino com enzima (Controle Positivo). Antes da imersão, e após um ano e meio de imersão, foram realizadas análises de cor e massa a fim de identificar possíveis alterações nas superfícies. Os dados obtidos foram submetidos ao teste de normalidade de Shapiro-Wilk e analisados por meio de teste estatístico ANOVA 1-way seguido do pós-teste de post-hoc de Tukey, para as análises de cor e ANOVA 2-way para a avaliação de massa. Não houve diferenças estatisticamente significantes para a variável massa. Todavia, o grupo experimental romã apresentou alteração de cor estatisticamente significativa em relação aos demais (p>0,05). São necessários mais estudos para melhor avaliar os efeitos do extrato hidroalcoólico de P. granatum a 6,7 % como solução higienizadora de próteses dentárias.
Abstract: This study aimed to evaluate in vitro the effect of the use of the hydroalcoholic extract of P. granatum Linné, commonly known as pomegranate, as a hygienizing solution of artificial teeth in acrylic resin used in removable dentures after a simulated period of one and a half years of immersion. Thirty specimens composed of upper central incisors in acrylic resin used in the manufacture of removable dental prostheses were used. The specimens were randomly distributed into 3 groups (n = 10): distilled water (Negative Control), hydroalcoholic extract of pomegranate at 6.7% and alkaline peroxide with enzyme (Positive Control). Before immersion, after one and a half years of immersion, color and mass analyzes were performed to identify possible changes in surfaces. The data were submitted to the Shapiro-Wilk normality test and analyzed by means of a 1-way ANOVA statistical test followed by Tukey post-hoc post-test for color analysis and 2-way ANOVA for the evaluation of pasta. There were no statistically significant differences for the variable mass. However, the pomegranate experimental group presented a statistically significant color change in relation to the others (p> 0.05). More studies are needed to better evaluate the effects of the hydroalcoholic extract of P. granatum to 6.7% as a dental hygiene solution.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/38697
Appears in Collections:ODONTOLOGIA - Monografia

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2018_tcc_mrbezerra.pdf608,62 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.