Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/38742
Title in Portuguese: Abordagem etnográfica em avaliação de programas e políticas públicas: um estudo exploratório sobre sua adoção em tribunais de contas brasileiros
Author: Castro, Priscila Lima de
Advisor(s): Ferraz, Serafim Firmo de Souza
Keywords: Controle externo
Políticas públicas
Abordagem etnográfica
Tribunal de contas
Issue Date: 2015
Citation: CASTRO, Priscila Lima de. Abordagem etnográfica em avaliação de programas e políticas públicas: um estudo exploratório sobre sua adoção em tribunais de contas brasileiros. 2015. 114 f. Dissertação (mestrado) - Universidade Federal do Ceará, Faculdade de Economia, Administração, Atuária e Contabilidade, Programa de Pós-graduação em Administração e Controladoria, Fortaleza, 2015.
Abstract in Portuguese: Esta pesquisa teve por objetivo investigar a percepção dos auditores de controle externo dos tribunais de contas estaduais brasileiros sobre a utilização de uma abordagem etnográfica em avaliações de programas e políticas públicas para contribuir com o debate sobre a superação de elementos restritores à efetividade desse enfoque nas abordagens predominantes. Na qualidade de estudo qualitativo do tipo exploratório na abordagem survey em profundidade, levantamentos teórico e empírico preliminares foram empreendidos para subsidiar o estabelecimento de categorias de análise dos métodos dominantes e da abordagem etnográfica, além da escolha de unidades de análise. Definiram-se como unidades de análise quatro tribunais de contas escolhidos pelo maior número de avaliações de programas e políticas públicas realizadas e que contavam, simultaneamente, com a dedicação integral e exclusiva das suas equipes aos referidos serviços. A coleta de dados se fez por meio de roteiro de entrevistas semiestruturada com dois auditores de controle externo de cada unidade, perfazendo oito sujeitos. A análise dos dados foi realizada por meio de análise de conteúdo. Os resultados sugerem o potencial da abordagem etnográfica em avalição de programas e políticas públicas para aprimorar a compreensão do contexto avaliado e a melhor requalificação analítica das conclusões numéricas das avaliações e, sobretudo, o estímulo à participação social e à apropriação da matéria pelas comunidades e pelos cidadãos em geral. Em contrapartida, ressaltam a possível elevação dos custos imediatos associados à abordagem tradicional e a necessidade de capacitação dos auditores em técnicas do método etnográfico. As referidas dificuldades quanto à adoção de técnica de base etnográfica, entretanto, parecem relativizadas face à percepção compartilhadas pelos auditores quanto às limitações do método tradicional e à abertura destes para as mudanças e a autonomia relativa dos auditores quanto à seleção de técnicas utilizadas em avaliações.
Abstract: The aim of this research was to investigate the perception of external auditors of Brazilian state accounts courts on the use of an ethnographic approach in evaluating programs and public policies to contribute to the debate about overcoming restrictive elements to the effectiveness of this approach in the predominant approaches. As a qualitative study of the exploratory type in the depth survey approach, preliminary theoretical and empirical surveys were undertaken to subsidize the establishment of dominant methods analysis categories and the ethnographic approach, as well as the choice of analysis units. Four audit courts chosen by the largest number of public programs and policies evaluations were defined as analysis units, and which counted on the total and exclusive dedication of their teams to these services. Data collection was done through a semi-structured interviews script with two external auditors from each unit, making up eight subjects. Data analysis was performed through content analysis. The results suggest the potential of the ethnographic approach in the evaluation of public policies and programs to improve the understanding of the evaluated context and the best analytical requalification of the numerical conclusions of the evaluations and, above all, the encouragement of social participation and the appropriation of the subject by the communities and citizens in general. On the other hand, they emphasize the possible increase of the immediate costs associated to the traditional approach and the need for training of the auditors in techniques of the ethnographic method. The aforementioned difficulties regarding the adoption of an ethnographic basis technique, however, seem to be relative to the perception shared by the auditors regarding the limitations of the traditional method and the opening of these to the changes and the relative autonomy of the auditors regarding the selection of techniques used in evaluations.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/38742
Appears in Collections:PPAC - Dissertações defendidas na UFC

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2015_dis_plcastro.pdf697,53 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.