Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/39349
Title in Portuguese: Construção e validação de cartilha para pais e cuidadores de crianças com transtorno de déficit de atenção e hiperatividade
Author: Silva, Kely Vanessa Leite Gomes
Advisor(s): Rebouças, Cristiana Brasil de Almeida
Keywords: Transtorno do Deficit de Atenção com Hiperatividade
Criança
Tecnologia Educacional
Estudos de Validação
Promoção da Saúde
Issue Date: 3-Dec-2018
Citation: SILVA, K. V. L. G. Construção e validação de cartilha para pais e cuidadores de crianças com transtorno de déficit de atenção e hiperatividade. 2018. 166 f. Tese (Doutorado em Enfermagem) - Faculdade de Farmácia, Odontologia e Enfermagem, Universidade Federal do Ceará, Fortaleza, 2018.
Abstract in Portuguese: Objetivou-se: Construir e validar cartilha para promoção de saúde de crianças com TDAH. Estudo metodológico, realizado em Caps i dos municípios de Juazeiro do Norte e Barbalha no período fevereiro de 2017 a julho de 2018. Seguiram-se as etapas: envio do projeto ao Comitê de ética; revisão integrativa da literatura; entrevista com público-alvo sobre demandas a serem abordadas na cartilha; validação de aparência e conteúdo com especialistas em saúde mental e construção de material impresso; validação da aparência com população-alvo e, conhecimento adquirido após entrega da cartilha. Construção da cartilha com designer gráfico, utilizando-se ilustrações que retratam a realidade, layout que favorece a compreensão das informações e linguagem simples, contemplando 13 domínios. Validação com 21 especialistas em conteúdo (IVC Geral de 0,891 e Alfa de Cronbach de 0,953), 7 especialistas em MEI (IVC Geral de 0,91 e Alfa de Cronbach de 0,857) e 17 participantes do público-alvo (IVC Geral e 0,99 e Alfa de Cronbach de 0,891), sendo considerada válida e confiável quanto ao conteúdo e aparência. Após ajustes sugeridos no processo de validação, foram calculados o índice de legibilidade de Flesch, com resultados de 54% constituindo-se de fácil leitura. Posteriormente avaliou-se conhecimento antes e após a entrega da cartilha com 50 participantes, cujos dados foram processados e analisados com Teste de McNemar e Qui-Quadrado de Pearson pelo SPSS versão 20.0, apresentados em tabelas. Após a entrevista inicial (pré-teste) fez-se a entrega da cartilha e após 15 dias ocorreu a segunda entrevista (pós-teste) via contato telefônico. A respeito do conceito de TDAH, obteve-se aumento de 2% para 38%. Quanto aos sintomas, obteve-se acréscimo de citações relacionados à hiperatividade e impulsividade. Acerca da “Busca de tratamento” todos os itens houve melhora de acertos, com ênfase nos profissionais de saúde. Sobre funcionamento do tratamento, passou-se de 10% para 30% de acertos. Quanto às orientações de cuidado obteve-se maiores percentuais de citação no pós-teste relacionados ao aprendizado. Diferença no percentual de acertos das questões no pré e pós-teste variou entre 4% e 60%. Quanto às variáveis sociodemográficas, destaca-se: Conceito de TDAH correto e participantes sem companheiro (81,3%; p=0,047); sintomas: “Agitação” e “Muita energia e participantes sem companheiro (100%; p=0,025); sintoma “Não termina as atividades” e participantes com companheiro (64,5%; p=0,009); sintoma “Muita energia” (96,8%; p= 0,029) entre participantes com renda familiar de até um salário mínimo; sintoma “Não termina as atividades” (71,4%; p = 0,35) entre participantes com ensino superior. Participantes com ensino médio e sintoma “Desorganização” (25%; p= 0,00). Sobre as orientações de cuidado, constatou-se relação entre o item “Colocar avisos de tarefas” (14,7%; p= 0,043) e participantes com companheiro, bem como no item “Conversar com professores” e participantes sem companheiro (p=0,035; 81,3%). Considera-se a cartilha eficaz uma vez que obteve melhoria do conhecimento dos participantes na maioria dos itens. Acredita-se que esta tecnologia educacional possa contribuir no cuidado da enfermagem em saúde mental e de outros profissionais da saúde, possibilitando melhoria da aprendizagem de pais e cuidadores acerca dos cuidados à criança com TDAH.
Abstract: Aimed to construct and validate a booklet for health promotion of children with ADHD. Methodological study carried out in Caps i of the municipalities of Juazeiro do Norte and Barbalha from February 2017 to July 2018. The following steps were followed: sending the project to the Ethics Committee; integrative literature review; interview with target audience about the demands to be addressed in the booklet; validation of appearance and content with specialists in mental health and construction of printed matter; validation of the appearance with target population and, knowledge acquired after delivery of the booklet. Construction of the booklet made with graphic design, using illustrations that depict reality, a layout that favors the understanding of information and simple language, comprising 13 domains. Validation occurred with 21 content specialists (General IVC of 0.891 and Cronbach's Alpha of 0.953), 7 specialists in MEI (General IVC of 0.91 and Cronbach's alpha of 0.857) and 17 participants from the target audience (General IVC and 0 , 99 and Cronbach's alpha of 0.891), being considered valid and reliable in terms of content and appearance. After adjustments suggested in the validation process, the readability index of Flesch was calculated, with results of 54% being easy to read. Subsequently, knowledge was evaluated before and after delivery of the booklet with 50 participants, whose data were processed and analyzed with McNemar's Test and Pearson Chi-Square by SPSS version 20.0, presented in tables. After the initial interview (pre-test) the booklet was delivered and after 15 days the second interview (post-test) occurred via telephone contact. Regarding the concept of ADHD, an increase of 2% to 38% was obtained. As for the symptoms, there was an increase in citations related to hyperactivity and impulsivity. Regarding the "Search for treatment", all items have improved, with emphasis on health professionals. About the treatment operation, it went from 10% to 30% of hits. Regarding the care guidelines, we obtained higher percentages of citations in the post-test related to learning. Difference in the percentage of correct answers in the pre- and post-test ranged from 4% to 60%. Regarding the sociodemographic variables, the following stand out: Right ADHD concept and participants without companion (81.3%; p = 0.047); symptoms: "Agitation" and "Lots of energy and participants without companion (100%; p = 0.025); symptom "Does not end the activities" and participants with companion (64.5%; p = 0.009); symptom "Many energy" (96.8%; p = 0.029) among participants with family income of up to one minimum wage; symptom "Does not end the activities" (71.4%, p = 0.35) among participants with higher education. Participants with high school and symptom "Disorganization" (25%, p = 0.00). Regarding the care guidelines, the relation between the item "Placing task notices" (14.7%, p = 0.043) and participants with companion, as well as "Chat with teachers" and participants without partners (p = 0.035, 81.3%). It is considered the effective primer since it has improved the knowledge of the participants in most of the items. It is believed that this educational technology can contribute to the care of nursing in mental health and other health professionals, enabling better learning of parents and caregivers about care for children with ADHD.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/39349
Appears in Collections:DENF - Teses defendidas na UFC

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2018_tese_kvlgsilva.pdf2,3 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.