Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/3936
Título: Eficácia da suplementação com glutamina, peptídeos, vitaminas A e E, na doença diarréica induzida por metotrexato e pela toxina do Vibrio cholerae : restabelecimento da barreira morfofuncional intestinal
Título em inglês: Efficacy of glutamine, peptides and vitamins A and E supplementation on diarrheal disease induced by methotrexate and cholera toxin : Improvement of intestinal barrier function
Autor(es): Monteiro, Sandra Maria Nunes
Orientador(es): Lima , Aldo Ângelo Moreira
Palavras-chave: Metotrexato
Vibrio cholerae
Intestino Delgado
Data do documento: 2004
Citação: MONTEIRO, S. M. N. (2004)
Resumo: A desnutrição, desidratação e agentes antineoplásicos, tais como o metotrexato (MTX), são imediatos causadores das doenças diarréicas. Objetivando investigar a mucosite intestinal (MI) induzida por MTX, a eficácia das soluções de reidratação oral (SRO) acrescidas com glutamina (Gln), alanilglutamina (Ala-Gln), Hyprol 4107 (HYP) e hyfoama (HYFO) utilizou-se a perfusão intestinal. E para a suplementação com vitaminas A (VITA) e E (VITE), Gln e peptídeos, utilizou-se as avaliações morfométricas, metabólicas e a de permeabilidade intestinal [(teste lactulose/manitol (L/M)], em camundongos (n=344) e em coelhos (n=72). A mucosite intestinal por MTX (2,75 mg/kg/24h s.c., durante 3 dias) foi validada em camundongos, através da constatação do quadro diarréico e do prejuízo no estado nutricional (-1.89± 0,52 g) estabelecido após o 3o dia de tratamento. A análise morfométrica demonstrou achatamento de vilos (364,8± 19.9 µm) e hiperplasia de criptas (251± 19.2 µm) intestinais com aumento do número de apoptoses (7.48± 1, 23/cripta), no duodeno e no jejuno. A taxa L/M no grupo MTX foi maior c que no controle (0,35). A perfusão intestinal com toxina da cólera aumentou a secreção de Na+ (-12,8± 1.4 µEq/g/min), Cl- (-12,9± 4,6 µEq/g/min) e de água (-0,02 ± 0,04 ml/g/min). As SRO acrescidas de Gln e peptídeos, restauram este efeito secretório. A suplementação de Gln e peptídeos, VITA e VITE, melhoram o ganho ponderal, a ingestão de ração, as alterações morfológicas e a apoptose, no modelo de mucosite intestinal. Nenhuma alteração foi observada no padrão de mitoses nas criptas intestinais, após o 3o dia de tratamento com MTX. A suplementação nutricional reduziu na mucosite, a elevação das taxas de L/M (0,35 para 0,73) nas vias paracelular e transcelular. Nossos resultados sugerem que, o restabelecimento da barreira morfofuncional, induzido pela suplementação, foi obtido através de um aumento do transporte de cátions (Na+ e K+) na mucosa, do fornecimento de substrato energético para o enterócito, inibição da apoptose (0,25± 0,05), de células indiferenciadas incremento no potencial redox e redução da peroxidação lipídica das células intestinais diferenciadas. Então sugerimos que o uso de SRO acrescidas de Gln e peptídeos podem prevenir a desnutrição e reduzir as doenças diarréicas, e a suplementação com VITE e VITA melhorar a morfo fisiologia da barreira intestinal.
Abstract: A desnutrição, desidratação e agentes antineoplásicos, tais como o metotrexato (MTX), são imediatos causadores das doenças diarréicas. Objetivando investigar a mucosite intestinal (MI) induzida por MTX, a eficácia das soluções de reidratação oral (SRO) acrescidas com glutamina (Gln), alanilglutamina (Ala-Gln), Hyprol 4107 (HYP) e hyfoama (HYFO) utilizou-se a perfusão intestinal. E para a suplementação com vitaminas A (VITA) e E (VITE), Gln e peptídeos, utilizou-se as avaliações morfométricas, metabólicas e a de permeabilidade intestinal [(teste lactulose/manitol (L/M)], em camundongos (n=344) e em coelhos (n=72). A mucosite intestinal por MTX (2,75 mg/kg/24h s.c., durante 3 dias) foi validada em camundongos, através da constatação do quadro diarréico e do prejuízo no estado nutricional (-1.89±0,52 g) estabelecido após o 3o dia de tratamento. A análise morfométrica demonstrou achatamento de vilos (364,8±19.9 mm) e hiperplasia de criptas (251±19.2 mm) intestinais com aumento do número de apoptoses (7.48±1, 23/cripta), no duodeno e no jejuno. A taxa L/M no grupo MTX foi maior c que no controle (0,35). A perfusão intestinal com toxina da cólera aumentou a secreção de Na+ (-12,8±1.4 mEq/g/min), Cl- (-12,9±4,6 mEq/g/min) e de água (-0,02 ±0,04 ml/g/min). As SRO acrescidas de Gln e peptídeos, restauram este efeito secretório. A suplementação de Gln e peptídeos, VITA e VITE, melhoram o ganho ponderal, a ingestão de ração, as alterações morfológicas e a apoptose, no modelo de mucosite intestinal. Nenhuma alteração foi observada no padrão de mitoses nas criptas intestinais, após o 3o dia de tratamento com MTX. A suplementação nutricional reduziu na mucosite, a elevação das taxas de L/M (0,35 para 0,73) nas vias paracelular e transcelular. Nossos resultados sugerem que, o restabelecimento da barreira morfofuncional, induzido pela suplementação, foi obtido através de um aumento do transporte de cátions (Na+ e K+) na mucosa, do fornecimento de substrato energético para o enterócito, inibição da apoptose (0,25±0,05), de células indiferenciadas incremento no potencial redox e redução da peroxidação lipídica das células intestinais diferenciadas. Então sugerimos que o uso de SRO acrescidas de Gln e peptídeos podem prevenir a desnutrição e reduzir as doenças diarréicas, e a suplementação com VITE e VITA melhorar a morfo fisiologia da barreira intestinal.
Descrição: MONTEIRO, Sandra Maria Nunes. Eficácia da suplementação com glutamina, peptideos, vitaminas A e E, na doença diarréica induzida por metotrexato e pela toxina do Vibrio cholerae : restabelecimento da barreira morfofuncional intestinal. 2004. 167 f. Tese (Doutorado em Farmacologia) - Universidade Federal do Ceará. Faculdade de Medicina, 2004.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/3936
Aparece nas coleções:DFIFA - Teses defendidas na UFC

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2004_tese_smnmonteiro.pdf1,28 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.