Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/39509
Title in Portuguese: Suplementação de ácido guanidinoacético para matrizes suínas e suas progênies: desempenho dos leitões na fase de creche
Title: Dietary supplementation of guanidinoacetic acid for sows and their progenies: piglets performance at nursery phase
Author: Mendonça, Ingrid Barbosa de
Advisor(s): Watanabe, Pedro Henrique
Keywords: Creatina quinase
Creatinina
Guanidinoacetato
Issue Date: 2018
Citation: MENDONÇA, Ingrid Barbosa de. Suplementação de ácido guanidinoacético para matrizes suínas e suas progênies: desempenho dos leitões na fase de creche. 2019. 41 f. Dissertação (Mestrado em Zootecnia) - Universidade Federal do Ceará, Fortaleza, 2018.
Abstract in Portuguese: Objetivou-se avaliar os efeitos da suplementação dietética de ácido guanidinoacético para matrizes suínas e suas leitegadas sobre os parâmetros sanguíneos, desempenho e viabilidade econômica de leitões durante a fase de creche. Um total de 80 matrizes suínas pluríparas de linhagem comercial, de 3ª e 4ª ordem de parto, foram distribuídas entre dois tratamentos dietéticos: dieta controle e suplementada com 0,1% de ácido guanidinoacético. As fêmeas receberam as respectivas dietas durante toda a fase de gestação e lactação, até o desmame. Aos 23 dias de idade, as leitegadas dessas matrizes foram desmamadas e distribuídas em um delineamento em blocos ao acaso, em um arranjo fatorial 2x2, considerando-se as duas dietas para as matrizes (com e sem suplementação de ácido guanidinoacético) e duas dietas para leitões na fase de creche (com e sem suplementação de ácido guanidinoacético), totalizando 4 tratamentos com 6 repetições, sendo a baia com 40 leitões considerada como unidade experimental. Observou-se que a suplementação de ácido guanidinoacético para as matrizes e suas progênies não afetou o desempenho e parâmetros séricos dos leitões na fase de creche (P>0,05). Os leitões que receberam a dieta suplementada com o aditivo apresentaram os piores valores nas variáveis econômicas durante o período total (P<0,05). A suplementação de ácido guanidinoacético para matrizes suínas e seus leitões não resulta em melhor desempenho produtivo e econômico dos animais até o final da fase de creche
Abstract: The aim of this study was to evaluate the effects of guanidinoacetic acid supplementation to sows and their litter on blood parameters, performance and economic viability of piglets at nursery phase. A total of 80 high-prolific mixed-parity sows from 3rd and 4th parity orders were distributed between 2 treatments: control diet and supplemented diet with 0.1% of guanidinoacetic acid. Sows were fed with the dietary treatments during the gestation and lactation phases, until weaning. Piglets were weaned at 23 days of age and then distributed in a randomised block design, in a 2x2 factorial arrangement, considering 2 diets to sows during gestation and lactation (control and supplemented diet with 0.1% of guanidinoacetic acid) and 2 diets to piglets at nursery phase (control and supplemented diet with 0.1% of guanidinoacetic acid). Each treatment consisted of 6 replicates, being the pen with 40 animals considered as experimental unit. Dietary supplementation of guanidinoacetic acid to sows and their litter did not influenced performance and blood parameters of piglets during the nursery phase (P>0.05). Piglets fed supplemented diets showed the worst values in economics variables during total period (P<0.05). Guanidinoacetic acid supplementation to sows and their litters do not improve performance and economic viability of piglets at nursery phase.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/39509
metadata.dc.type: Dissertação
Appears in Collections:PPGZO - Dissertações defendidas na UFC

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2018_dis_ibmendonçapdf.pdf471,57 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.