Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/4039
Título: Alterações renais causadas pela lectina de sementes de Vatairea Macrocarpa
Título em inglês: Renal alterations induced by the letin from Vatairea macrocarpa seeds
Autor(es): Monteiro, Ana Maria de Oliveira
Orientador(es): Monteiro, Helena Serra Azul
Coorientador(es): Cavada, Benildo Sousa
Palavras-chave: Lectinas
Rim
Galactose
Data do documento: 2004
Citação: MONTEIRO, A. M. O. (2004)
Resumo: Lectinas são glicoporteínas que interagem de forma reversível e especificamente com carboidratos. A lectina Vatairea macrocarpa (VML) é uma lectina ligadora de galactose pertencente à família de leguminosas da tribo Dalbergiae. No presente estudo, nós investigamos os efeitos da lectina Vatairea macrocarpa (VML) no modelo de rim isolado de rato, bem como as alterações histológicas. O rim isolado a partir de ratos Wistar, pesando entre 240 e 280g foram perfundidos com solução de Krebs-Henseleit contendo 6% de albumina bovina sérica. Os parâmetros estudados incluem: pressão de perfusão (PP), resistência vascular renal (RVR), ritmo de filtração glomerular (RFG), fluxo urinário (FU), percentual de transporte tubular de sódio (%TNa), percentual de transporte tubular de potássio (%TK), e percentual de transporte tubular de cloro (%TCl). A lectina Vatairea macrocarpa (10 µg/ml) aumentou a pressão de perfusão, a resistência vascular renal, o fluxo urinário e o ritmo de filtração glomerular. Por outro lado, a Vatairea macrocarpa (VML) não alterou o percentual de transporte dos íons sódio, potássio e cloro. O complexo Galactose-Lectina (Gal-VML) quando utilizado não causou qualquer alteração nos parâmetros avaliados, ou seja, bloqueou significativamente o aumento dos parâmetros PP, RVR, UF e RFG, observados pela ação da lectina Vatareia macrocarpa (VML). No grupo controle a histologia apresentou um pequeno aumento de material proteináceo nos espaços urinários, no entanto, não foram detectadas alterações a nível de túbulos renais. A administração de galactose sozinha não modificou os parâmetros funcionais renais. Os rins pré-tratados com Gal-VML teve apenas um pequeno acúmulo de material proteináceo nos espaços urinários, mas nenhuma anormalidade foi nos túbulos renais. Estes resultados sugerem que a lectina obtida a partir de semestres de Vatairea macrocarpa apresenta importante efeito sobre o sistema renal relacionado com o sítio carboidrato-ligante, tendo em vista observamos reversão dos efeitos renais quando se utilizou o inibidor específico. O presente trabalho é a primeira demonstração de atividade biológica da VML em rim isolado de rato.
Abstract: Lectins are glycoproteins that interact reversibly and specifically with carbohydrates. The Vatairea macrocapa lectin (VML) is a galactose-binding lectin present in the family leguminosae and in the tribe Dalbergieae. ln the present study, we investigated the effect of Vatairea macrocarpa lectin (VML) in the isolated rat kidneys, as well as histological changes. Isolated kidneys from Wistar rats, weighing 240 to 280g, were perfused with Krebs-Henseleit solution containing 6% of bovine serum albumin. The parameters studied included perfusion pressure (PP), renal vascular resistance (RVR), glomerular filtration rate (GPR), urinary flow (UF), percent of sodium tubular transport (%TNa+), percent of potassium tubular transport (%TK+) and percent of chloride tubular transport (%TCl-). The latairea macrocarpa lectin (10 µg/mL) increased the PP, RVR, UF and GPR. On the other hand, VML did not change the %TNa+, %TK+ and % TCl-. The lectin plus galactose complex (Gal-VML) signihcantly blocked the increase in the PP, RVR, UF and RFG. ln the control group showed a small amount of a proteinaceous material in the urinary space, although no alteration in the renal tubules was detected. The administrated of galactose alone did not modify the functional kidney parameters. The kidneys perfused with /ML showed moderate deposit of proteinaceous material in the tubules and urinary space. ln the kidneys pretreated with Gal-VML had only small amount of a proteinaceous material in the urinary space. But no abnormalities were seen in renal tubules. These results suggest that lectin from Vatairea macrocarpa seeds presents important effect on renal system reported carbohydrate-binding site, taken into account that showed the reversion of renal effects using the inhibitor specific. The current experiments are first demonstration of biological action of VML in the isolated kidney.
Descrição: MONTEIRO, Ana Maria de Oliveira. Alterações renais causadas pela lectina de sementes de Vatairea macrocarpa. 2004. 91 f. Dissertação (Mestrado em Farmacologia) - Universidade Federal do Ceará, Fortaleza, 2004.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/4039
Aparece nas coleções:DFIFA - Dissertações defendidas na UFC

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2004_dis_amomonteiro.pdf5,47 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.