Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/40699
Title in Portuguese: Padrões e fatores associados à limitação de atividade e restrição à participação em pessoas acometidas por hanseníase no período de 2001-2014 em Picos/PI
Author: Nascimento, Danelle da Silva
Advisor(s): Barbosa, Jaqueline Caracas
Keywords: Hanseníase
Atividades Cotidianas
Participação Social
Saúde da Pessoa com Deficiência
Issue Date: 18-Feb-2019
Citation: NASCIMENTO, D. S. Padrões e fatores associados à limitação de atividade e restrição à participação em pessoas acometidas por hanseníase no período de 2001-2014 em Picos/PI. 2019. 134 f. Dissertação (Mestrado em Saúde Pública) - Faculdade de Medicina, Universidade Federal do Ceará, 2019.
Abstract in Portuguese: A hanseníase, doença negligenciada e infecciosa de evolução crônica, a partir do comprometimento de nervos periféricos, segue contribuindo para o desenvolvimento de incapacidades e deformidades, as quais podem afetar a rotina de realização de atividades diárias e os diversos aspectos de vida social das pessoas acometidas. Este estudo objetivou caracterizar padrões e fatores clínicos e demográficos associados à limitação de atividade e restrição à participação em pessoas acometidas por hanseníase, no município de Picos –PI, no período de 2001 a 2014. Estudo transversal com abordagem descritiva e analítica, vinculado a macroprojeto de pesquisa operacional IntegraHans Piauí. Os participantes responderam aos questionários sociodemográficos e foram submetidos a avaliação neurológica simplificada, além da aplicação da escala SALSA (limitação de atividade) e escala de Participação (restrição à participação). A análise dos dados ocorreu a partir do programa Stata versão 11.0 por análises univariada e bivariada com cálculo da razão de prevalência e respectivo intervalo de confiança de 95% e realização do teste estatístico de chi quadrado de Pearson e exato de Fisher e de correlação linear, sendo adotado o nível de significância de 0,05%. Foram avaliadas 263 pessoas, com a identificação do seguinte perfil: pessoas do sexo masculino (50,2%), com 60 anos de idade ou mais (36,9%), ensino fundamental incompleto (43%), pardas (50,6%),residente em zona urbana (94,3%), economicamente ativas (44,1%), casadas ou em união estável (57%), possuindo menos de 1 salário mínimo (71,5%), com acesso a água (94,3%), coleta de lixo (84%), classificação operacional multibacilar (52,5%), predomínio do grau de incapacidade física 1 no momento atual (59,3%) e com ocorrência de episódios reacionais conforme prontuários (42,6%). Constatou-se ainda que 119 (45,3%) apresentaram algum grau de limitação de atividade e 63 (24%) algum grau de restrição à participação. Verificou-se associação estatisticamente significativa entre limitação de atividade, grau de incapacidade (RP: 1,66; IC95%: 1,14-2,41; p<0,01), idade a partir de 60 anos (RP: 1,68; IC95%: 1,09-3,02; p: 0,028), baixa escolaridade (RP:1,76; IC95%:1,26 -2,45, p<0,01) como fatores de risco e a associação entre a limitação de atividade e o estado civil como fator de proteção, sendo verificado tanto entre solteiros (RP: 0,57; IC95%: 0,38-0,87; p:0,023) como casados (RP: 0,72; IC95%: 0,54-0,96; p:0,023). Também houve associação entre restrição à participação, grau de incapacidade (RP:1,39; IC95%: 0,98-1,98; p:0,046) e classificação operacional (RP:1,78; IC95%: 0,98-3,21; p:0,043). Observou-se correlação significativa entre escore OMP e limitação de atividade (r= 0,2880, p<0,01), escore OMP e restrição à participação (r= 0.2678 e p<0,01) e limitação de atividade e restrição em indivíduos multibacilares (r=0,5413; p<0,01). A limitação de atividade foi mais recorrente do que a restrição à participação. As associações verificadas nos remetem à questão de que a vulnerabilidade é presente e demonstra influência nas condições de transcendência e cronicidade da doença, reafirmando ser necessário um acompanhamento longitudinal e multiprofissional, desde o diagnóstico oportuno até o momento do pós alta. As escalas SALSA e de participação configuram-se como ferramentas para monitoramento das ações desenvolvidas junto às pessoas acometidas por hanseníase, permitindo ao profissional de saúde nortear sua assistência para além dos aspectos físicos e aproximar-se de questões referentes às situações de vida da pessoa, conhecer as áreas mais afetadas em relação à limitação de atividade e a restrição à participação, podendo fornecer uma assistência mais individualizada, na perspectiva da integralidade e permitindo conduzir as ações de enfrentamento em áreas intersetoriais e no setor saúde.
Abstract: Leprosy, a neglected and infectious disease of chronic evolution, due to the involvement of peripheral nerves, keeps contributing to the development of disabilities and deformities, which can affect the routine of daily activities and deformities, which can affect the routine of daily activities and different aspects of social life of affected people. This study aimed to characterize clinical and demographic patterns and factors associated with limitation of activity, restriction and participation of people affected by leprosy, in the municipality of Picos - PI, from 2 - sectional study with descriptive and analytical approach, linked to the macroproject of operational research IntegraHans Piauí. Participants answered the sociodemographic questionnaires and underwent a simplified neurological evaluation, in addition to the application of the SALSA scale (activity limitation) and Participation scale (participation restriction). Data analysis was performed from the Stata version 11.0 program by univariate and bivariate analyzes with the calculation of the prevalence ratio and its 95% confidence interval and the Pearson chi square test and Fisher exact test and linear correlation, with a significance level of 0.05% adopted. A total of 263 people were identified, with the following profile: male (50.2%), 60 years of age or older (36.9%), incomplete elementary school (43.0%), brown skinned (50.6%), urban (94.3%), economically active (44.1%), married or in a stable union (57.0%), with less than 1 minimum wage (71.5%), with access to water (94.3%), garbage collection (84.0%), multibacillary operational classification (52.5%), prevalence of physical disability 1 at the present moment (59.3%) and with occurrence of reactional episodes according to medical records (42.6%). It was also observed that 119 (45.3%) had some degree of activity limitation and 63 (24%) some degree of restriction to participation. There was statistically significant associations between activity limitation, disability (RP: 1.66, CI: 1.14-2.41, p <0.01), age from 60 years (RP: 1.68, CI:1.09-3,02, p:0.043), low schooling (RP: 1.76, CI: 1.26-2.45, p <0.01) as risk fac-tors and the association between activity limitation and marital status as a protection factor, being verified both among single (RP: 0.57, 95% CI: 0.38-0.87, p:0.023) and married (RP: 0.72, 95% CI 0.54-0.96, p:0.023). There was also an association and between restriction, degree of disability (RP: 1.39; CI: 0.98-1.98; p:0.046) and operational classification (RP: 1.78; CI: 0.98-3.21; p:0.043). There was a significant correlation between EHF score and activity limitation (r = 0.2880, p <0.01), EHF score and participation restriction (r = 0.2678 and p <0.01) and activity limitation and restriction in individuals multibacillary (r = 0.5413, p <0.01). The activity limitation was more recurrent than the participation restriction. The verified associations refer us to the question of vulnerability being present and demonstrates influence on the conditions of transcendence and chronicity of the disease, reaffirming the need for longitudinal and multiprofessional follow-up, from the timely diagnosis to the post-discharge period. The SALSA and participation of people affected by leprosy, allowing the health professional to guide their assistance beyond the physical aspects and approach issues related to the person's life situations, to know the areas most affected in related to the limitation of activity and the restriction of participation, being able to provide a more individualized assistance, in the perspective of integrality and allowing to conduct the actions of confrontation in intersectorial areas and in the health sector.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/40699
metadata.dc.type: Dissertação
Appears in Collections:DSC - Dissertações defendidas na UFC

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2019_dis_dsnascimento.pdf8,95 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.