Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/40980
Title in Portuguese: Avaliação de diferentes protocolos de expansão rápida maxilar assistida cirurgicamente sobre o posicionamento mandibular: revisão sistemática da literatura e estudo em tomografias computadorizadas de feixe cônico com análise bidimensional e tridimensional
Author: Carvalho, Francisco Samuel Rodrigues
Advisor(s): Costa, Fábio Wildson Gurgel
Co-advisor(s): Soares, Eduardo Costa Studart
Keywords: Cefalometria
Imagem Tridimensional
Técnica de Expansão Palatina
Tomografia Computadorizada de Feixe Cônico
Issue Date: 4-Apr-2019
Citation: CARVALHO, F. S. R. Avaliação de diferentes protocolos de expansão rápida maxilar assistida cirurgicamente sobre o posicionamento mandibular: revisão sistemática da literatura e estudo em tomografias computadorizadas de feixe cônico com análise bidimensional e tridimensional. 2019. 153 f. Tese (Doutorado em Odontologia) - Faculdade de Farmácia, Odontologia e Enfermagem, Universidade Federal do Ceará, 2019.
Abstract in Portuguese: A deficiência transversa de maxila é uma deformidade dentofacial caracterizada pela presença de mordida cruzada posterior e diversas modalidades de tratamento têm sido empregadas na abordagem desta deformidade. Em pacientes adultos ou com maturidade óssea estabelecida, têm-se indicado a expansão rápida de maxila assistida cirurgicamente (ERMAC) em virtude de sua previsibilidade e menor morbidade associada. Apesar da ampla utilização desta modalidade de tratamento, não há consenso na literatura com relação à necessidade de realização ou não de disjunção pterigoide (DP). Dessa forma, a presente tese é constituída por dois capítulos que têm como objetivo, respectivamente: 1) realizar uma revisão sistemática da literatura baseada no PROSPERO para avaliar se a ERMAC associada a DP promove alterações no posicionamento mandibular; 2) avaliar a ocorrência de alterações sagitais e/ou verticais decorrentes do emprego de ERMAC combinada ou não a DP. No Capítulo 1, procedeu-se com a revisão sistemática de duas fases, registrada na base de dados PROSPERO. As estratégias de busca foram realizadas em nove bases de dados, incluindo a literatura cinzenta. Os 4 estudos incluíram um total de 142 adultos e usaram imagens para realizar medidas lineares (no pré e no pósoperatório). Os principais desfechos avaliados foram índice transverso maxilomandibular (diferença entre os valores mandibulares largura - distância entre os pontos antagonistas esquerdo e direito - e largura maxilar), alterações sagitais (avanço e recuo) e verticais (impactação e extrusão), exposição dentária, projeção do mento e posição mandibular alterada. No capítulo 2, foi analisado o efeito da ERMAC combinada ou não à realização de DP sobre o valor de medidas sagitais e verticais a partir de tomografias computadorizadas de feixe cônico (TCFC). Foi realizado um estudo observacional retrospectivo, de caráter analítico, com 24 indivíduos saudáveis de 18-45 anos, portadores de deficiência maxilar transversa esquelética superior a 5mm, submetidos a ERMAC (com ou sem DP), e que foram avaliados em momentos diferentes. Para tanto, o processamento computacional das imagens de TCFC incluiu: 1) alinhamento tomográfico do posicionamento da cabeça do indivíduo por meio dos programas ITK-SNAP e 3D Slicer; 2) análise cefalométrica de McNamara e Steiner-Tweed-Wits através do programa Dolphin Imaging 2D®; 3) análise tridimensional de correspondência de forma através do programa 3D Slicer. Como conclusões, tem-se que: (1) a luz do nosso conhecimento esse é o primeiro trabalho que faz uma análise inferencial, não apenas descritiva, da análise colorimétrica e associa com alterações em reconstruções cefalométricas e análise tridimensional, além de correlacionar achados de avaliações bidimensionais com tridimensionais; (2) ambos os protocolos apresentam alterações dentárias e ósseas semelhantes em ambos os grupos; (3) as variáveis relacionadas as inclinações dentárias são mais evidentes no grupo sem DP e as alterações ósseas mais evidentes no grupo com DP; (4) deve-se considerar os possíveis efeitos das alterações sagitais e verticais ocorridas no complexo maxilomandibular no pré-operatório de modo a evitar desfechos indesejados que possam acarretar comprometimento estético ou funcional, (5) deve-se fornecer aos pacientes um tratamento personalizado, de acordo com as características de sua deformidade; (6) ensaios futuros usando análises tridimensionais são necessários.
Abstract: Transverse maxilla deficiency is a dentofacial deformity characterized by the presence of posterior crossbite and several treatment modalities have been used in the treatment of this deformity. In adults or patients with established bone maturity, surgically assisted rapid maxillary expansion (SARME) has been indicated due to its predictability and lower associated morbidity. Despite the wide use of this treatment, there is no consensus in the literature regarding the need to perform pterygoid disjunction (PD). Thus, the present thesis consists of two chapters that aim, respectively: 1) to carry out a systematic review of the literature based on PROSPERO to evaluate whether the SARME associated with PD promotes changes in mandibular positioning; 2) to evaluate the occurrence of sagittal and/or vertical changes resulting from the use of SARME combined or not with PD. In Chapter 1, we proceeded with the systematic review of two phases, registered in the PROSPERO database. Nine databases were searched, including the gray literature. The 4 studies included a total of 142 adults and used images to perform linear measurements (pre and postoperative). The main outcomes evaluated were maxillomandibular transverse index (difference between mandibular width - distance measures between left and right antagonist points and maxillary width), sagittal (forward and backward) and vertical (impaction and extrusion) changes, dental exposure, chin projection and altered mandibular position. In chapter 2, the effect of SARME combined or not with PD on the value of sagittal and vertical measurements from cone beam computer tomography (CBCT) was analyzed. An observational, retrospective, analytical study was performed with 24 healthy individuals aged 18-45 years, with skeletal transverse maxillary deficiency greater than 5 mm, who underwent SARME (with or without PD) and who were observed at different times. For this, the computational processing of the CBCT images included: 1) tomographic alignment of the individual's head positioning through the ITK-SNAP and 3D Slicer; 2) cephalometric analysis of McNamara and Steiner-Tweed-Wits through the Dolphin Imaging 2D®; 3) three-dimensional shape matching analysis through the 3D Slicer. As conclusions, we have: (1) in the light of our knowledge this is the first work that makes an inferential analysis, not only descriptive, of the colorimetric analysis and relates it with alterations in cephalometric reconstructions and three-dimensional analysis, besides correlating findings of two-dimensional with threedimensional evaluations; (2) both protocols present similar dental and bone changes in both groups; (3) the variables related to the dental inclinations are more evident in the group without PD and the bone changes more evident in the PD group; (4) the possible effects of sagittal and vertical changes in the maxillomandibular complex should be considered in the preoperative period in order to avoid undesirable outcomes that may lead to aesthetic or functional impairment, (5) patients should be given a personalized treatment, according to the characteristics of their deformity; (6) future trials using threedimensional analyzes are required.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/40980
Appears in Collections:DCOD - Teses defendidas na UFC

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2019_tese_fsrcarvalho.pdf13,75 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.