Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/41375
Title in Portuguese: Composição entre atividades agrícolas e não-agrícolas no meio rural brasileiro: efeitos sobre os diferenciais de rendimentos e sobre a segurança alimentar
Author: Cruz, Marcos Paulo Mesquita da
Advisor(s): Campos, Robério Telmo
Co-advisor(s): Silva, Vitor Hugo Miro Couto
Keywords: Atividades Não Agrícolas e Agrícolas
Rendimentos
Meio Rural
Desenvolvimento e Segurança Alimentar
Issue Date: 2019
Citation: CRUZ, M.P.M. (2019)
Abstract in Portuguese: Esta dissertação é composta por dois capítulos. No primeiro capítulo, a discussão foi desenvolvida sob a óptica das últimas décadas, pois o meio rural passou por várias transformações nas quais se destacam a adoção de outras atividades econômicas, diferentes das agropecuárias. Essas atividades, denominadas “não agrícolas”, proporcionaram fontes de rendimentos opcionais para os que vivem e trabalham no campo, contribuindo, dessa forma, para o desenvolvimento rural do Brasil. Assim, objetivou-se nesta parte da pesquisa estimar os diferenciais de rendimentos entre as atividades agrícolas e não agrícolas, no meio rural do país. Os dados utilizados foram advindos da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (PNAD) de 2015 sendo que foram utilizados os modelos Blinder-Oaxaca e RIF Regression. Constatou-se que as atividades não agrícolas geram rendimentos maiores, quando comparadas às agrícolas. De todas as variáveis utilizadas na amostra, a escolaridade é a que explica melhor o fato de as atividades não agrícolas auferirem rendimentos superiores as agrícolas. Por fim, comprovou-se a importância das atividades não agrícolas para o desenvolvimento do meio rural brasileiro. No segundo capítulo, investigou-se se o crescimento das ocupações nãoagrícolas é um dos fenômenos que podem ser destacados entre as transformações recentes no meio rural brasileiro. Visando compreender as implicações deste crescimento, examinou-se o impacto das ocupações não-agrícolas sobre a segurança alimentar em domicílios rurais brasileiros. Para isso foram empregados os dados da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (2013), com utilização do modelo de Propensity Score Matching (PSM), associado aos métodos Kernel e Nearest Neighbor (NN). Constatou-se que as atividades não agrícolas não contribuem para propiciar a segurança alimentar e o método Kernel e destacouse por apresentar a melhor qualidade de pareamento. No geral, os resultados refletem que a atividade não-agrícola não corrobora para a minimização da insegurança alimentar, apesar de esta atividade possuir maiores rendimentos
Abstract: This dissertation is made by two chapters. In the first chapter, the discussion is made on the optics of the last decades, because the rural one undergoes several transformations in which the need for other economic activities, the different agricultural ones, stand out. These activities, termed "non-agricultural", provided sources of optional profits for life and work in the countryside, contributing to rural development in Brazil. The objective was to estimate income differentials between agricultural and non-agricultural activities in the rural environment of the country. Data were used for the National Household Sample Survey (PNAD) of 2015, while the models used were the Blinder-Oaxaca and RIF Regression. It is noted that the activities in the farm generate the bases when compared with the old ones. From many the shares use at sample, higher year and higher literature literature with higher actions upper as the activities. Finally, the importance of non-agricultural activities for the development of the Brazilian rural environment is demonstrated. For the second chapter, the process of research on the growth of non-agricultural occupations is a process that can be highlighted among the recent transformations in the Brazilian rural environment. Aiming to grow this growth, expenses with unpaid practices on food security in Brazilian rural households. For this, the data of the National Survey by Household Sample (2013) is used the model of Propensity Score Matching (PSM) associated to the methods Kernel and Nearest Neighbor (NN). It is observed that the non-agricultural activities do not contribute to the imposition of a diet and Kernel highlighted because they present the best quality of pairing. Overall, the results may not be an uncorroborated activity for minimizing food insecurity, but also for a wide variety of incomes.
Description: CRUZ, M.P.M.Composição entre atividades agrícolas e não-agrícolas no meio rural brasileiro: efeitos sobre os diferenciais de rendimentos e sobre a segurança alimentar. 2019. 73 f. Dissertação (Mestrado em Economia Rural) - Centro de Ciências Agrárias, Universidade Federal do Ceará, Fortaleza, 2019.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/41375
Appears in Collections:DEA - Dissertações defendidas na UFC

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2019_dis_mpmcruz.pdf898,83 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.