Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/41443
Title in Portuguese: Aplicação da biomassa residual da indústria do papel na odontologia adesiva
Author: Paula, Diego Martins de
Advisor(s): Feitosa, Victor Pinheiro
Co-advisor(s): Lomonaco, Diego
Keywords: Lignina
Dentina
Colágeno
Restauração Dentária Permanente
Odontologia
Issue Date: 8-Mar-2019
Citation: PAULA, D. M. Aplicação da biomassa residual da indústria do papel na odontologia adesiva. 2019. 71 f. Tese (Doutorado em Odontologia) - Faculdade de Farmácia, Odontologia e Enfermagem. Universidade Federal do Ceará, Fortaleza, 2019.
Abstract in Portuguese: Lignina é um polímero natural proveniente do resíduo de descarte da indústria do papel, com grande potencial para formação de ligações cruzadas com as fibras de colágeno da dentina pela sua estrutura química. Deste modo, esta tese, constituída por 2artigos, teve por objetivos: (1) avaliar a capacidade biomodificadora da Lignina na dentina humana desmineralizada testada como pré-tratamento de restaurações de resina composta; (2) avaliar os efeitos da incorporação de agentes biomodificadores naturais incorporados no ácido fosfórico na resistência de união à microtração (µTBS) e nanoinfiltração (NL) de um adesivo convencional de dois passos. No estudo 1, soluções experimentais com Proantocianidina 6,5% (PAC), Cardanol 2% (CARD), Lignina (LIG) nas concentrações de 1, 2, 4%(LIG1, LIG2, LIG4) foram manipuladas. O controle negativo foi a solução hidroetanólica sem agente natural (CN). Os testes quantitativos utilizados após as restaurações de resina composta utilizando as soluções como pré-tratamento (1 minuto) do sistema adesivo foram a µTBS (n=7) testados 24h e após termociclagem, grau de conversão (GC) in situ (n=3) da interface de união e qualitativos a NLe micropermeabilidade em microscopia Confocal. Barras de dentina desmineralizada foram utilizadas para os testes quantitativos de flexão de três pontos (n=12) antes (baseline) e após da biomodificação de 1 minuto, variação de massa (n=12) após 48h e 4 semanas do tratamento, teste de Hidroxiprolina (HYP) após 4 semanas de degradação em água, e para análise qualitativa pela espectroscopia micro-Raman (n=3) dos picos formados após o tratamento biomodificador. No estudo 2, ácido fosfórico 37% experimental foi manipulado e incorporado com 2% de agentes biomodificadores: LIG, CARD e PAC. O CN foi o ácido sem agente biomodificador e o ácido controle comercial (CC) também foram utilizados. A espectroscopia de infravermelho transformada Fourier (FTIR) foi usada para avaliar a formação de ligações cruzadas em superfícies de dentina condicionadas por 15s com cada ácido. O teste quantitativo µTBS (n=7) com análise do padrão de fratura (24 horas e envelhecida) e a análise qualitativa da NL também foram realizados. Os resultados de ambos os estudos foram analisados com ANOVA ou ANOVA de medidas repetidas e pós-teste de Tukey (p<0,05). Os resultados do estudo 1, LIG e PAC mantiveram suas µTBS, as imagens de NL e micropermeabilidade mostraram proteção da camada híbrida. Somente o LIG1 não reduziu o GC in situ. LIG2, LIG4 e CARD aumentaram o módulo de elasticidade das barras de dentina desmineralizadas. LIG1 e LIG2 reduziram a perda de massa da barra de dentina. Os picos 1117 cm−1 e 1235 cm−1 (biomodificação) foram mostradas com micro-Raman. LIG1 liberou menos HYP. Os resultados do estudo 2 mostraram picos de ligação cruzada no FTIR. LIG e CARD mantiveram a µTBS e mostraram uma redução de prata na NL após o envelhecimento ocorreram mais fraturas adesivas. Portanto, LIG foi capaz de realizar ligações cruzadas com as fibras colágenas desmineralizadas aplicada como pré-tratamento e incorporadas no ácido fosfórico, sugerindo que possa prevenira degradação da dentina condicionada e desprotegida.
Abstract: Lignin is a natural polymer not tested in restorative dentistry with great potential for crosslinking with dentin collagen fibers. The aim of this thesis was: (1) to evaluate the cross-linker capacity of Lignin in the demineralized human dentin assayed as pre-treatment of composite resin restorations; (2) to evaluate the effects of the incorporation of natural cross-linkers in phosphoric acid into the microtensile bond strength (μTBS) and nanoleakage (NL) to two-step etch&rinse adhesive. In study 1, experimental solutions with Proanthocyanidin 6.5% (PAC), Cardanol 2% (CARD), Lignin (LIG) at concentrations of 1, 2, 4% were manipulated. The negative control was the solution without cross-linkers (NC). Quantitative tests, used after the composite resin restorations using the pretreatment solutions (1-minute), were μTBS (n=5) tested 24h and after thermocycling, in-situ conversion degree (DC, n=3) of hybrid layer and qualitative tests to NL and micropermeability in Confocal microscopy. Dentin bars were used for quantitative tests three points bending test(n = 12) before (baseline) and after 1-minute biomodification; mass variation (n=12) after 48 hours and 4 weeks of treatment; Hydroxyproline (HYP) test after 4 weeks of degradation in water and for qualitative analysis by micro-Raman spectroscopy (n=3) of the peaks formed after the biomodification treatment. In study 2, experimental phosphoric acids were manipulated and incorporated with 2% of cross-linkers: LIG, CARD and PAC. NC without cross-linkers and commercial control (CC) were also used. FTIR spectroscopy was used to detect collagen cross-linking in etched dentin specimens. The quantitative test μTBS (n = 7) with analysis of the fracture mode (24 hours and aging) and the qualitative analysis of NL were also performed. The results of both studies were analyzed with ANOVA or ANOVA of repeated measurements and Tukey's post-hoc (p<0.05). The results of study 1, LIG and PAC maintained their μTBS, NL and micropermeability images showed hybrid layer protection. Only LIG1 did not disturb the GC in situ. LIG2, LIG4 and CARD increased the modulus of elasticity of the demineralized dentin bars. LIG1 and LIG2 reduced dentine bar mass loss. Peaks 1117 cm-1 and 1235 cm-1 (cross-linking) were shown with micro-Raman. LIG1 released less HYP. The results of study 2 showed peaks of cross-linking in FTIR analysis. LIG and CARD maintained μTBS and showed little silver in NL after aging. The adhesive fracture mode was higher. Therefore, LIG was able to perform cross-links with the demineralized collagen fibers applied as pre-treatment and incorporated into phosphoric acid, preventing the degradation of unprotected dentin and increasing the longevity of the restorations.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/41443
Appears in Collections:DCOD - Teses defendidas na UFC

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2019_tese_dmpaula.pdf2,88 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.