Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/4158
Título: Sentimentos de culpa atribuídos por mulheres com AIDS face a sua doença
Título em inglês: Feelings of guilt attibuted by women with AIDS compared with their disease
Autor(es): Carvalho, Carolina Maria de Lima
Palavras-chave: Síndrome de Imunodeficiência Adquirida
Saúde da Mulher
Data do documento: 2010
Editor: Revista Rene
Resumo: Objetivou-se apreender os sentimentos de culpa que as mulheres com aids atribuem face a sua doença. Estudo qualitativo, mediado pela História Oral Temática. Participaram dez mulheres com aids residentes em Fortaleza-CE. Entrevista gravada possibilitou a coleta de dados, cujos resultados após transcrição, textualização e transcriação foram categorizados. Os resultados desvelam diferentes formas de atribuir a culpa pela infecção a partir da descoberta do diagnóstico e da convivência com a doença. Estas relacionam-se ao ambiente profissional; a si próprias e ao parceiro sexual. Evidenciou-se a relevância de se abordar e compreender os sentimentos de culpa vivenciados e enfrentados pelas mulheres com aids em face ao adoecer. De forma que sensibilizados com a temática, os enfermeiros possam vir a refletir uma prática mais humana voltada também para atender as necessidades emocionais dos portadores da infecção.
Abstract: This article aimed to understand the feelings of guilt that women with AIDS attributed as they face their disease. This is a qualitative study, mediated by thematic oral history. A total of ten women with AIDS in Fortaleza-CE participated in the research. There was an interview recorded for the collection of data, whose results were categorized after transcription and texting. The results show different ways of blaming for the infection, from the discovery of the diagnosis to the time they live with the disease. These relate to the professional environment, to themselves and to their sexual partner. It was evidenced the importance of addressing and understanding the feelings of guilt experienced and faced by women with AIDS facing the illness. So, moved by the theme, the nurses might reflect about a more human-oriented practice, also to meet the emotional needs of the patients.
Resumo em espanhol: El objetivo fue comprender los sentimientos de culpa que las mujeres con SIDA se atribuyen en razón a su enfermedad. Estudio cualitativo, mediado por la Historia Oral Temática. Participaron diez mujeres con SIDA residentes en Fortaleza-CE. Entrevista grabada posibilitó recoger datos, cuyos resultados después de transcripción, de escrito textual fueron categorizados. Los resultados desvelan diferentes formas de atribuirse la culpa por la infección a partir del descubrimiento del diagnóstico y de la convivencia con la enfermedad. Estas se relacionan al ambiente profesional; a sí mismas y al compañero sexual. Se evidenció la relevancia de plantearse y comprender los sentimientos de culpa vividos y enfrentados por las mujeres con SIDA en razón al adolecer. De manera que sensibilizados con la temática, los enfermeros puedan reflexionar respecto de una práctica más humana inclinada a atender también las necesidades emocionales de los portadores de la infección.
Descrição: CARVALHO, Carolina Maria de Lima. Sentimentos de culpa atribuídos por mulheres com AIDS face a sua doença. Rev. Rene, Fortaleza, v. 11, n. 2, p. 103-111, abr./jun. 2010.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/4158
ISSN: 1517-3852 Impressa
2175-6783 On line
Aparece nas coleções:DENF - Artigos publicados em revistas científicas

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2010_art_cmlcarvalho.pdf655,08 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.