Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/4169
Título: Efeito da melatonina sobre o sono e a função motora na doença de Parkinson : um estudo randomizado, duplo cego e controlado com placebo
Título em inglês: Effect of the melatonine on sleep and the motor function in the parkinson illness: a randomized, double-blind, placebo-controlled trial
Autor(es): Medeiros, Camila Andrade Mendes
Orientador(es): Bruin, Veralice Meireles Sales de
Palavras-chave: Melatonina
Ritmo Circadiano
Doença de Parkinson
Data do documento: 2005
Citação: MEDEIROS, C. A. M. (2005)
Resumo: Distúrbios do sono são comuns na doença de Parkinson (DP) e estão associados a piora da qualidade de vida nesses pacientes. Os sintomas mais freqüentemente relatados são a dificuldade de iniciar e de manter o sono, sonolência excessiva diurna e parassonia. A melatonina tem mostrado melhorar o sono em diversas condições clínicas. O principal objetivo desse estudo foi avaliar o uso da melatonina na dose de 3mg, durante quatro semanas, no sono e na função motora em pacientes com DP. O estudo foi randomizado, duplo-cego, controlado com placebo e paralelo. A amostra final foi composta de dezoito pacientes, de ambos os sexos, com diagnóstico clínico da DP ( Hoehn e Yahr I a III ). Os pacientes foram avaliados antes e após o tratamento pelo o Índice de Qualidade de Sono de Pittsburgh ( IQSP ), Escala de Sonolência de Epworth ( ESE ), Unified Parkinson`s Disease Rating Scale ( UPDRS ) partes II, III, IV e através de polissonografia. O tratamento com a melatonina não influenciou a avaliação do desempenho motor conforme o paciente ( UPDRS II, p=0,58 ) ou conforme o examinador ( UPDRS III, p=0,94 ), após quatro semanas. Também não houve diferença quanto as complicações motoras ( UPDRS IV, p=0,897 ). Após o tratamento, nenhuma diferença significativa foi observada em relação ao estado de sonolência diurna conforme avaliado pela ESE ( p=0,84 ). As medidas de sono avaliadas através de polissonografia também não foram modificadas pelo o tratamento com melatonina. Os pacientes tratados com melatonina apresentaram melhora de qualidade de sono avaliada pelo IQSP (p=0,03). Em conclusão, a melatonina na dose de 3mg, administrada 1 hora antes de deitar, melhora a qualidade do sono em pacientes com DP e não se associa a piora da função motora nesses pacientes.
Abstract: Sleep disturbances are common in Parkinson’s disease (PD) and are associated with worse quality of life in those patients. Insomnia described as difficulty initiating and maintaining sleep, excessive daytime sleepiness and abnormal behavior during sleep are some of the most frequently described symptoms. Melatonin has been shown to improve sleep in many other clinical conditions. The main objective of this study was to evaluate the effect of four weeks melatonin administration, 3 mg one hour before bedtime, on sleep and motor disability in PD. This was a randomized, double blind placebo controlled study. We have studied 18 patients of either gender with a clinical diagnosis of PD (Hoehn and Yahr I to III). Patients were evaluated before and after treatment with the Pittsburgh sleep quality index questionnaire (PSQI), with the Epworth sleepiness scale (ESS) with the Unified Parkinson´s disease rating scale (UPDRS) and with all night polysomnography. Melatonin treatment did not influence motor disability as informed by the patient (UPDRS II, p=0,58) or by the examiner (UPDRS III, p=0,94). Also, complications related to treatment were not different after melatonin administration (UPDRS IV, p=0,897). Excessive daytime sleepiness as evaluated by the ESS was not modified by melatonin treatment (p=0,84). Sleep measures evaluated by polysomnography were also not altered by melatonin treatment. Patients treated with melatonin showed improvement in sleep measures as evaluated by the PSQI (ANCOVA, p=0,03). In summary, 3 mg of melatonin, one hour before bedtime significantly improved quality of sleep and was not associated with worsening of motor disability in PD.
Descrição: MEDEIROS, Camila Andrade Mendes. Efeito da melatonina sobre o sono e a função motora na doença de Parkinson : um estudo randomizado, duplo cego e controlado com placebo. 2005. 108 f. Dissertação (Mestrado em Ciências Farmacêuticas) - Universidade Federal do Ceará. Faculdade de Farmácia, Odontologia e Enfermagem, Fortaleza, 2005.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/4169
Aparece nas coleções:DFAR - Dissertações defendidas na UFC

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2005_dis_cammedeiros.pdf380,89 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.