Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/4185
Título: Estudo do uso do creme vaginal de Aroeira do Sertão (myracrodruon urundeuva – All) em pacientes atendidas no ambulatório de Ginecologia de uma unidade básica de saúde em Fortaleza
Título em inglês: Study about the use of Brazilian peppertree’s vaginal cream (myracrodruon urundeuva-all) in patients attended in a Gynecology Infirmary of a Basic Health Unit in Fortaleza
Autor(es): Campos, Afonso Celso Soares
Orientador(es): Bandeira, Mary Anne Medeiros
Palavras-chave: Plantas Medicinais
Farmacognosia
Bursera
Data do documento: 2008
Citação: CAMPOS, A. C. S. (2008)
Resumo: A Aroeira do Sertão (Myracrodruon urundeuva Allemão) é uma planta medicinal utilizada popularmente no tratamento de problemas ginecológicos, tais como Cervicite, Vaginites e Ectopias, cuja forma farmacêutica de creme vaginal é de 15%; utilizada a mais de uma década pelo Programa Farmácias Vivas. Objetivou-se estudar o perfil de utilização e a eficácia do creme de Aroeira em ginecologia; notificar e quantificar possíveis reações adversas a fitoterápicos. Trata-se de estudo observacional, prospectivo, de tipo aberto e não comparativo de utilização de medicamentos. Desenvolvido em um Centro de Saúde, pertencente à regional IV de Fortaleza-CE. O estudo foi composto por 33 mulheres que receberam indicação e prescrição de uso do creme vaginal de Aroeira, sendo que apenas 18 completaram todas as fases do estudo. Os dados foram coletados entre janeiro e junho de 2008, mediante acompanhamento de mulheres que concluíram o estudo. Utilizou-se como técnica a entrevista individual pré e pós-tratamento; a reunião de informações clínicas fornecidas pela ginecologista responsável, além de um formulário para registro dos dados clínicos. Os resultados demonstraram que nenhuma reação adversa foi relatada e o creme mostrou-se efetivo no tratamento das patologias diagnosticadas (Cervicites e Ectopias). Conclui-se, assim, que os achados corroboram todos os efeitos farmacológicos já detectados em relação à aroeira e que esta não acarreta nenhum tipo de reação adversa, confirmando, dessa forma, o que preconiza as diretrizes da nova Política Nacional de Plantas Medicinais, voltadas para a saúde da mulher.
Abstract: The Brazilian Peppertree (Myracrodruon urundeuva Allemão) is a medicinal plant popularly known in the treatment of gynecological problems, such as cervicitis, vaginitis and ectopies, which pharmaceutical form in cream is 15%, used for more than ten years by the Live Pharmacy Program. One aimed to study the use and efficiency of Brazilian Peppertree in gynecology; record and quantify possible adverse and phytotherapic reactions. It is an observatory, prospective study, of the open type and non comparative of medicine use. Developed in a Health Unit, from regional IV in Fortaleza-CE. The study was composed by 33 women that received indication and prescription of Brazilian Peppertree’s vaginal cream, but only 18 completed all the phases of the study. The data were collected between January and June 2008, by accompaniment of women who concluded the study. One used as technique the individual interview pre and post treatment; the use of clinical information given by the responsible gynecologist, besides a form to record the clinical data. The results demonstrated that no adverse reaction was reported and that the cream was effective in the treatment of the diseases (Cervicitis and Ectopies). One concludes, thus, that the findings confirm all the pharmacological effects already detected concerning the Brazilian Peppertree and that it does not cause any adverse reaction, confirming, this way, what preaches the new National Policy of Medicinal Plants, regarding women’s health.
Descrição: CAMPOS, Afonso Celso Soares. Estudo do uso do creme vaginal de Aroeira do Sertão (myracrodruon urundeuva - Allemão) em pacientes atendidas no ambulatório de ginecologia de uma unidade básica de saúde em Fortaleza. 2008. 82 f. Dissertação (Mestrado em Ciências Farmacêuticas) - Universidade Federal do Ceará, Faculdade de Farmácia, Odontologia e Enfermagem, Fortaleza, 2008.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/4185
Aparece nas coleções:DFAR - Dissertações defendidas na UFC

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2008_dis_acscampos.pdf695,33 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.